dez 14

Nos dias 23 e 30 de Novembro/2018 foram desenvolvidas na FCT/Unesp, duas defesas públicas de Mestrado em Educação. Ambas ocorreram nos Anfiteatros I e III, atuando como Orientadores os Profs.Drs: Cláudia Maria de Lima e Manoel Osmar Seabra Júnior, ambos integrantes dos Deptºs de Educação e Educação Física da FCT/Unesp, respectivamente.

As Mestrandas Érika Miranda Franco Feitosa e Elaine de Oliveira Santos, do Programa de Pós-Graduação em Educação se apresentaram perante às Comissões Examinadoras nessas duas datas de Novembro, com os temas:”Mídia Educação: Possibilidades na formação em serviço de Professores em HTPC” e “Exergames como tecnologia assistiva a estudantes com paralisia cerebral”.

Além dos Orientadores citados acima, integraram as Comissões Examinadoras os seguintes membros: Educação – Profª.Drª.Leny Rodrigues Martins Teixeira, do Programa de Pós-Graduação em Educação, da FCT/Unesp e Profª.Drª. Mônica Furkotter, do Programa de Pós-Graduação da Universidade do Oeste Paulista/UNOESTE. Na defesa seguinte: a Profª.Drª.: Danielle Aparecida Nascimento dos Santos, da Universidade do Oeste Paulista/UNOESTE e Profª.Drª. Lígia Maria Presumido Braccialli, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A candidata do Programa de Pós-Graduação em Educação da FCT/Unesp, Erika Miranda Franco Feitosa fez sua defesa pública de dissertação de Mestrado no dia 23 de Novembro/2018, no Anfiteatro I.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Perante à Comissão Examinadora, Elaine de Oliveira Santos defendeu no dia 30/Novº sua dissertação de Mestrado/Educação, sob o tema: “Exergames como tecnologia assistiva a estudantes com paralisia cerebral”.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 09

Como é tradição nos meios universitários, foram instituídas premiações especiais como forma de incentivo e reconhecimento às atividades culturais e científicas desenvolvidas no País. Na região de Presidente Prudente o destaque é para o 7º PRÊMIO CIENTÍFICO UNOESTE – Universidade do Oeste Paulista, concebido para incentivar as pesquisas científicas desde 2012. O Encontro Nacional de Ensino, Pesquisa e Extensão – ENEPE – existe há alguns anos e envolve graduandos, pós-graduandos, profissionais e docentes das mais variadas áreas do conhecimento e o Prêmio Científico Unoeste é uma das muitas iniciativas que fazem parte do ENEPE, bem como a apresentação de trabalhos científicos que não concorrem ao prêmio e a publicação dos trabalhos científicos apresentados em periódicos da Universidade, com classificação Qualis B3, entre outras iniciativas.

Neste ano, alunos da UNESP tiveram uma participação destacada tanto no ENEPE como no 7º Prêmio Científico Unoeste. O prêmio foi concebido para incentivar a divulgação das pesquisas científicas, realizadas por graduandos, graduados e pós-graduados de instituições de ensino superior e está dividido em 4 grandes áreas do conhecimento, a) Ciências Agrárias, b) Ciências Exatas e Engenharias, c) Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e d) Ciências Biológicas e da Saúde. Para cada uma dessas duas áreas há premiação em duas categorias: uma para alunos graduandos ou recém graduados e outra para alunos pós-graduandos ou recém pós-graduados. Assim, são concedidos prêmios para oito diferentes modalidades, envolvendo a combinação área de conhecimento/grau da formação.

A participação de alunos da FCT/UNESP no 7º Prêmio Científico Unoeste foi bastante destacada, obtendo o primeiro lugar em três diferentes modalidades, conforme se segue:

1° lugar na Área de Ciências Humanas e Sociais (graduação), com o trabalho O lúdico e a interpretação na teoria Winnicottiana: análise das relações recíprocas contidas no livro o brincar e a realidade, de Joyce Garbosa de Azevedo, orientada pelo Prof. Dr. Fabio Camargo Bandeira Villela;

1° lugar na Área de Ciências Humanas e Sociais (pós-graduação), com o trabalho Educação e autismo: modelo metodológico para avaliação e a adaptação de games, de Gisele Silva Araújo, orientada pelo Prof. Dr. Manoel Osmar Seabra Júnior;

1° lugar na Área de Ciências Exatas e Engenharias (graduação), com o trabalho Estudo das propriedades fotoeletroquímicas do poli(azo-bismarckbrown R) obtido por eletropolimerização para sensibilização de células solares, que teve como autor principal Jessica Crivelaro Pacheco, acompanhada de André Olean Oliveira e Diego Noé David Parra e orientação do Prof. Dr. Marcos F. S. Teixeira.

Os Prêmios de 1° lugar concedidos na área de Ciências Humanas e Sociais – tanto para aluno de graduação, como para aluno de pós-graduação – foram concedidos a alunos da FCT da área de Educação e na área de exatas foi contemplado alunos do curso de Química.

A UNESP também obteve 2° lugar na Área de Ciências Humanas e Sociais (pós-graduação), com o trabalho Possibilidade de formação continuada para professores do ensino fundamental, de autoria principal de Izabella Alvarenga Silva e seus professores Prof. Dr. Raul Aragão Martins e Profa. Dra. Luciana Aparecida Nogueira da Cruz.

A aluna Joyce Garbosa de Azevedo e seu orientador Prof. Dr. Fabio Camargo Bandeira Villela foram entrevistados pelo jornalista Altino Correia para a matéria deste Blog, conforme se segue.

Joyce vibrou de contentamento com o resultado. Seu orientador, o Professor Fabio, que é docente do Departamento de Educação, reconheceu os méritos e a grande capacidade de sua orientanda. Joyce é aluna do 3º ano do curso de graduação em Pedagogia na Unesp e o trabalho que lhe rendeu a premiação (1º lugar) na área de Ciências Humanas e Sociais leva o título de “O lúdico e a interpretação na teoria winnicottiana: análise das relações recíprocas contidas no livro O brincar e a realidade”.

O que diz o Orientador ?

O Professor Fabio Camargo Bandeira Villela nos contou que “o evento no qual os autores foram premiados, ocorre desde 1981 e tem contado com um grande número de trabalhos inscritos. Neste ano, foram submetidos 1844, sendo: 1648 comunicações orais e 196 posters. O ENEPE apresenta uma grande relevância para a comunidade acadêmica em geral. Tanto pela oportunidade de apresentação oral dos trabalhos, como pelo fato de que os trabalhos apresentados no evento, são publicados pela Revista ColloquiumHumanarum – Qualis B3 – ou outra Revista da série Colloquium, conforme a área de trabalho”.

O Professor Fábio – disse ainda – que o Prêmio Científico UNOESTE seleciona dentre os trabalhos inscritos para o Prêmiode cada modalidade (área de conhecimento e grau de formação) os três melhores, que seguem para a segunda fase do Prêmio, que serão julgados pela qualidade da apresentação, a ser realizada pelo aluno e principal autor do trabalho. A apresentação é realizada em modalidade oral e conta com o parecer de três avaliadores, que, segundo critérios específicos, julgam a classificação final dos três trabalhos selecionados.

De conformidade com a opinião da graduanda Joyce, a premiação dos trabalhos tem por principal finalidade incentivar a pesquisa na Universidade, enriquecendo também o currículo e favorecendo futuros projetos. “A pesquisa auxilia no processo de crescimento acadêmico, enriquecendo e potencializando essa vivência”.

Importância para a formação do aluno

O Prof. Fábio Camargo Bandeira Villela, destaca a importância do ENEPE para a formação do aluno, tanto no momento de produção como do trabalho escrito – de sua apresentação oral – como pela repercussão na vida acadêmica do aluno, com a publicação de seu trabalho científico em periódico científico indexado. Destaca que essas contribuições à formação do jovem pesquisador são ainda mais relevantes e intensasse o trabalho foi inscrito e selecionado para concorrer ao Prêmio Científico. Ele destaca ainda que “o ENEPE é um evento científico consagrado, de âmbito nacional e cuja abrangência e repercussão extrapola os limites da Região do Oeste Paulista. Sem deixar de ser uma excelente oportunidade para o intercâmbio, Entre: pesquisadores e Universidades da região”. Considera que o CIC da UNESP teria muito a ganhar se voltasse a exigir artigo científico completo e tivesse apresentações orais em sua primeira fase – etapa local – em que todos os alunos inscritos concorrem.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Joyce Garbosa de Azevedo, aluna do 3º ano do curso de graduação em Pedagogia da FCT/Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – conquistou brilhantemente o 1º lugar no 7º Prêmio Cientifico Unoeste/2018.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Prof.Dr.Fábio Camargo Bandeira Villela, docente do Deptº de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp, foi o Orientador que recebeu a premiação juntamente com a Orientanda.

Clique para ampliar!
Aluna do curso de Pedagogia e seu Professor celebraram festivamente essa premiação. Foi uma conquista espetacular, festejada pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” e Universidade do Oeste Paulista/UNOESTE.

 

 

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 03

O candidato Elianai Constantino Gonçalves, do Programa de Pós-Graduação em Geografia foi o defensor da única tese de Doutorado verificada na FCT/Unesp durante o mês de Novembro/2018. Ele se apresentou perante à Comissão Examinadora no dia 05 de Novembro no Anifiteatro VII, tendo como Orientador o Prof.Dr.Eduardo Paulon Girardi, do Deptº de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP.

Os demais integrantes foram representados – além do Orientador já citado – pelos seguintes docentes: Prof.Dr.Bernardo Mançano Fernandes, do Deptº. de Geografia da FCT/Unesp; Prof.Dr.José Giacomo Baccarin, do Deptº de Economia, Administração e Educação da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias/Unesp de Jaboticabal; Prof.Dr.Carlos Alberto Feliciano, da FCT/Unesp e Prof.Dr.Mateus de Almeida Prado Sampaio, Pós-Doutorando da Universidade de São Paulo/USP.

O tema defendido pelo Doutorando versou sobre Zoneamento Territorial para cana-de-açúcar no Estado de São Paulo: uma proposta crítica aos zoneamentos oficiais.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O candidato do Programa de Pós-Graduação em Geografia da FCT/Unesp, Elianai Constantino Gonçalves defendeu tese de Doutorado no dia 05/Novº, tendo como Orientador o Prof.Dr.Eduardo Paulon Girardi, do Deptº de Geografia.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O tema desenvolvido pelo Doutorando versou sobre Zoneamento territorial para a cana de açúcar no Estado de SP, uma proposta crítica aos zoneamentos oficiais. O Prof.Dr.José Giácomo BAccarin, de Jaboticabal atuou p/vídeo-conferência.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 01

No último fim de semana no Núcleo Morumbi da Unesp, verificou-se um fato pouco habitual: houve exame de qualificação, onde a candidata inscrita veio da Província de Cienfuegos/Cuba. Trata-se da Mestranda Lisandra Hernandez Montardy que se apresentou em Março de 2017 como aluna cursando Pós-Graduação junto à FCT/Unesp. Desde então, ela vem cumprindo o Programa de Pós-Graduação em Geografia/PPGG, visando a defesa pública de dissertação de Mestrado no mês de Janeiro de 2019.

A Comissão Examinadora reuniu-se no dia 23 de Novembro, para qualificação e acompanhamento do trabalho de pesquisa desenvolvido pela graduanda que veio do exterior (Cuba) para estudar no Brasil. Em especial: na Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho” (FCT) – Presidente Prudente/SP.

Três municípios do extremo oeste paulista foram pesquisados por Lisandra Hernandez Montardy: Iepê, Narandiba e Presidente Prudente. Integrando a Comissão, os Profs.Drs.Antonio Cezar Leal, Alba Azeredo Arana e Neide Barrocá Faccio, (Livre Docente). Esta última, atuando como Orientadora da Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Geografia junto à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP.

Diagnóstico sociocultural

Perante a Banca Examinadora, a estudante cubana destaca – através de um diagnóstico sociocultural do patrimônio arqueológico – os municípios de Iepê, Narandiba e Presidente Prudente, no Estado de São Paulo. “A pesquisa apresenta o estado da arte das ações de proteção, conservação, divulgação e educação patrimonial desenvolvidas nos municípios supra citados”. Depois, Lisandra ressalta o trabalho desenvolvido pelo Laboratório de Arqueologia Guarani da Universidade Estadual Paulista/Unesp – Câmpus de Presidente Prudente.

Para concluir: “O patrimônio é reconhecido como recurso endógeno para o desenvolvimento territorial, possuindo valor para influenciar as políticas públicas vigentes nesses municípios. Nos processos de gestão do patrimônio arqueológico, estudado em sua relação com o patrimônio natural, que lhe serve de base e as práticas socioculturais da sociedade onde é localizado”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Antes de decidir pelos seus estudos no Brasil, Lisandra Hernandez Montardy registrou em fotos exclusivas as melhores lembranças de seu País (Cuba).Veio para Presidente Prudente; e na FCT/Unesp já se prepara para a defesa de Mestrado.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Orientadora da Lisandra é a Profª.Drª. Neide Barrocá Faccio, Livre Docente do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente/SP.

Clique para ampliar!
Mesmo à distância, a jovem estudante de Cienfuegos/Cuba, não se esquece de seu País e nos enviou esta foto que registra um local de grata lembrança: Viñales, no interior de Cuba com características de Estância Turística.

Clique para ampliar!
Concluída a qualificação, uma foto para a história onde aparecem os integrantes da Comissão Examinadora: Profs.Drs.Antonio Cezar Leal, Alba Azeredo Arana e Neide Barrocá Faccio juntamente com Lisandra e outros membros.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 06

No encerramento do mês de Outubro/2018 na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Campus de Presidente Prudente – realizou-se no Anfiteatro II mais uma defesa pública de tese de Doutorado. A candidata Marlizete Cristina Bonafini Steinle, do Programa de Pós-Graduação em Educação se apresentou perante à Comissão Examinadora, tendo como Orientadora a Profª.Drª Célia Maria Guimarães, do Deptº de Educação da FCT/Unesp.

Integrando a Comissão Examinadora – além da Orientadora já citada – os seguintes membros: Profª.Drª.Elieuza Aparecida de Lima, do Deptº de Didática e Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp – Câmpus de Marília; Profª.Drª.Rita de Cássia Galego, do Deptº de Educação Comparada, da Faculdade de Educação da USP; Profª.Drª.Marta Silene Ferreira Barros, do Deptº de Educação, da Universidade Estadual de Londrina/UEL e Profª.Drª.Ivete Janice de Oliveira Brito, do Centro de Educação, Comunicação e Artes, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná/UNIOESTE.

O tema desenvolvido pela Doutoranda versou sobre “Avaliação na educação infantil: decorrências da formação continuada de duas professoras”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A candidata Marlizete Cristina Bonafini Steinle, do Programa de Pós-Graduação em Educação, defendeu tese de Doutorado na FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Doutoranda fez sua defesa pública no Anfiteatro II, tendo como Orientadora, a Profª.Drª.Célia Maria Guimarães, do Deptº de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Pres.Prudente.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 02

A Seção Técnica de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – anunciou a realização de duas últimas dissertações de Mestrado do mês de Outubro. No dia 19 de Outubro, Fisioterapia e no dia 29 Geografia, defendidas publicamente pelos candidatos: Guilherme Henrique Dalaqua Grande e Bruna Dienifer Souza Sampaio, respectivamente.

A 1ª dissertação, foi desenvolvida sob o tema “Efeitos de intervenções que promovem atividade física em idosos que vivem na comunidade nos níveis de atividade física mensurados objetivamente: uma revisão sistemática da literatura”. A 2ª e última dissertação do mês de Outubro foi intitulada: “Uso e cobertura da terra e qualidade da água na bacia hidrográfica do ribeirão Vai-e-vem, no município de Santo Anastácio, São Paulo, Brasil”.

A Comissão Examinadora, reunida para avaliação da dissertação de Mestrado do candidato Guilherme Henrique Dalaqua Grande, do programa de Pós-Graduação em Fisioterapia, teve como Orientadora a Profª.Drª.Márcia Rodrigues Franco Zambeli, Pós-Doutorado da FCT/Unesp. Demais membros: Prof.Dr.Diego Giuliano Destro Christófaro, do Deptº de Educação Física da FCT/Unesp e Prof.Dr.Bruno Tirotti Saragiotto, da Universidade de Sydiney/Austrália.

A candidata Bruna Dienifer Souza Sampaio, do Programa de Pós-Graduação em Geografia, teve como Orientadora, a Profª.Drª.Encarnita Salas Martin, do Deptº de Planejamento, Urbanismo e Ambiente da FCT/Unesp e também fazendo parte da Comissão Examinadora os seguintes membros: Prof.Dr.Antonio Cezar Leal , do Programa de Pós-Graduação em Geografia da FCT/Unesp e Profª.Drª.Adriana Castreghini de Freitas Pereira/ Geociências da Universidade Estadual de Londrina/UEL.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O candidato do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia, Guilherme Henrique Dalaqua Grande, fez sua defesa pública de dissertação de Mestrado na FCT/Unesp,tendo como Orientadora a Profª.Drª.Márcia Rodrigues Franco Zambelli.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Perante a Comissão Examinadora, sob orientação da Profª.Drª.Encarnita Salas Martin -da FCT/Unesp- a Mestranda Bruna Dienifer Souza Sampaio, do Programa de Pós-Graduação em Geografia, fez sua defesa pública de dissertação de Mestrado.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

out 31

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – promoveu no Anfiteatro I, uma série de eventos ligados diretamente à Geografia: V Seminário Nacional de Integração da Graduação e Pós-Graduação em Geografia; XIX Semana de Geografia e XIV Encontro de Estudantes de Licenciatura em Geografia. Destaque para o tema Neoliberalismo e Geopolítica na America Latina. Ao todo, aproximadamente 500 participantes.

A programação foi aberta com o credenciamento e atividades culturais no período da tarde do dia 22 de Outubro. À noite: Conferência de Abertura sob a coordenação do Prof.Dr.Nécio Turra Neto. Conferencista convidada: Profª.Drª. Ângela Massumi Katuta, da Universidade Federal do Paraná/UFPR. Nos dias seguintes: Espaços de debates; minicursos e oficinas culturais. Mesas redondas nos dias: 23, 24, 25 e 26. Roda de conversa e conferência de encerramento no dia 26 de Outubro sob a coordenação da Profª.Drª. Maria Encarnação Beltrão Esposito, tendo como convidado o Prof.Dr.André Roberto Martin (da USP).

Na Roda de Conversa (dia 26/Outº) período da tarde: Desafios e Perspectivas para o Profissional em Geografia, sob a coordenação do Prof.Dr.Nécio Turra Neto, da FCT/Unesp; Empresa Geoambiental Jr, Gláucia Rosa (Diretoria de Ensino); Marcos Gomes (APROGEO) e Eliane Mazini, do ITESP.

As mesas redondas (quatro no total) versaram sobre: 1) – Questão ambiental – terra e trabalho – com a Doutoranda Lorenza Izá Pereira, da FCT/Unesp; Prof.Dr.Paulo César Rocha, da FCT/Unesp e Mestrando Luzimar Barreto de França Jr, da Unoeste.2) – Atual crise econômica e política: efeitos e perspectivas no Brasil e América Latina, com os Profs.Drs.: Maria Terezinha S.Gomes, da FCT/Unesp, Antonio Marques Roseira, da UFABC, Eduardo Donizete Girotto, da USP e Everaldo Santos Melazzo, da FCT/Unesp. 3) – Geopolítica da América Latina: diálogos e aproximações. Participantes: Profª.Drª.Maria Glória Fabregat Rodrigues, da Universidade de Havana/Cuba, Dr. Robinzon Piñeros Lizarazo, da FCT/Unesp e Doutoranda Editha Lisbet Julca Gonza, da FCT/Unesp.

Na última mesa redonda – na manhã do dia 26 – Coletivos da FCT, sob a coordenação do Prof.Dr.Nécio Turra Neto, com enfoque no levante popular da juventude, Coletivo Mãos Negras; L.U.T.A. e Grupo Somos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro I da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Pres.Prudente, realizou-se uma série de eventos no dia 21 de Outubro.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Na noite de Abertura, as boas-vindas aos participantes em nome da coordenação da Semana da Geografia, que envolveu três eventos significativos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Anfiteatro I da FCT/Unesp esteve superlotado durante todas as noites, desde a conferência de Abertura até as mesas redondas, aqui desenvolvidas.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Profª.Drª.Ângela Massumi Katuta, da Universidade Federal do Paraná/UFPR foi a 1ª conferencista que se pronunciou como convida especial.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No encerramento da Semana da Geografia, duas homenagens especiais: Para Sras: Eva e Maria Lúcia Campos de Castro (Assessora Administrativa do Deptº de Geografia).

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Eva pediu a palavra e expressou seus agradecimentos pela homenagem que recebeu juntamente com a Sra. Maria Lúcia. Ambas foram contempladas com flores.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Profª.Drª.Maria Encarnação Beltrão Sposito – na condição de Coordenadora – anunciou a conferência de encerramento ref. 2018, pelo Prof.Dr.André Roberto Martin, da Universidade de São Paulo –USP.

NA SEMANA GEO/2018: Trabalhos aprovados para publicação na GEOATOS

Ao concluir a Semana da Geografia, representada pelo V Seminário Nacional de Integração da Graduação e Pós-Graduação em Geografia; XIX Semana de Geografia e XIV Encontro de Estudantes de Licenciatura em Geografia – Neoliberalismo e Geopolítica na América Latina, a Coordenação dos eventos apresentou relatório especificando os trabalhos aprovados para publicação na GEOATOS, conforme segue: Dinâmicas naturais e questões ambientais: Parâmetros para priorização de estradas rurais não pavimentadas no município de Ouro Verde/SP – Paulo Sergio Martin, André Gonçalves Vieira e Maria Moura Andrade.

Estudo observacional da nebulosidade e de parâmetros de umidade do ar em Presidente Prudente/SP – Jéssica Ribeiro do Carmo Santos e Antonio Jaschke Machado.

Espaço rural – questão agrária e relação cidade-campo: Os números dos assassinatos indígenas Guarani-Kaiowá em Mato Grosso do Sul – Lara Dalperio Buscioli. A implementação de Políticas Públicas, voltadas ao meio rural no Estado de São Paulo – Bruna Trevisan Negri.

Teoria e Prática – O trabalho, a saúde e a Geografia: Migração de trabalhadores jornaleiros agrícolas para o capital nos Estados de Oaxaca, Chiapas e Guerreiro – Fredi dos Santos Bento. Principais Projetos de Lei, em trâmite na Câmara dos Deputados e no Senado Federal sobre Agrotóxicos – Rosana Abbud Olivete. Terceirização das Relações de Trabalho na FCT/Unesp: as mulheres como elo da/na flexibilização constante das formas de trabalho – Lucas Souza Silva; Victor Hugo Quissi Cordeiro da Silva e Renata Menezes da Silva.

Geografia, questões étnico raciais e de gênero. A escola e o racismo: uma análise das condições do ensino da questão étnico facial brasileira nas escolas públicas do município de Presidente Prudente – SP. Fabiano Ferreira Martins, Mariana Stuani do Nascimento e Silas Eduardo Teodoro.

Região e cidade: Desenvolvimento e Urbanização: A história oral como uma proposta metodológica para a reconstrução de fragmentos da memória de uma cidade – Mariana Aparecida Gazolla. Um estudo das Transferências Constitucionais Legais recebidas pelo município de Presidente Prudente –SP – Ana Clara Ananias de Santana.

Educação em Geografia: diálogo docente e ensino na escola. Ensino da Geografia e prática docente interdisciplinar : um diálogo entre a Geografia e a Psicologia – Nicole Mieko Takada Moretti e Cassiano Ricardo Rumin. A Geografia em uma perspectiva inclusiva. Trabalhando o conceito de paisagem em um estudo de caso com uma estudante com Síndrome de Down – Tamires Aparecida Souza Silva e Ana Mayra Samuel da Silva.

Neoliberalismo, Geopolítica e América Latina. O comércio exterior na região oeste paulista: uma breve análise a partir dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) – Taina Akemy Chiaveri Iwata e Maria Terezinha Serafim Gomes.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

out 15

Tendo como Orientador, o Prof.Dr.Fábio Santos de Lira, do Deptº de Educação Física da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – o candidato José Gerosa Neto defendeu tese de Doutorado no dia 03/Outº. Tema desenvolvido: “Avaliação da resposta imunometabólica em monócitos de indivíduos obesos: papel do PPAR-y e da intensidade do exercício físico aefóbio”.

A Comissão Examinadora reunida no Anfiteatro III da FCT/Unesp foi constituída – além do Presidente e Orientador acima citado – dos seguintes membros: Prof.Dr.Diego Giulliano Destro Christófaro e Prof.Dr.Rômulo Araujo Fernandes, ambos do Deptº de Educação Física da FCT/Unesp; Profª.Drª. Patrícia Chimin Perandini, do Deptº de Fundamentos da Educação Física da Universidade Estadual de Londrina/UEL e Profª.Drª.Alessandra Peres, do Deptº de Ciências Básicas da Saúde da Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre/RS.

O Anfiteatro esteve superlotado durante todo o transcorrer da defesa pública de tese, pelo candidato ao Doutorado como integrante do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Motricidade.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro III do Deptº de Educação Física da FCT/Unesp, o candidato José Gerosa Neto defendeu tese de Doutorado em Ciências da Motricidade.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Orientador do Doutorando foi o Prof.Dr.Fábio Santos de Lira, do Deptº de Educação Física da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

out 15

A 1ª dissertação de Mestrado na FCT/Unesp no início do mês de Outubro, verificou-se no dia 03 no Anfiteatro VII. Foi defendida publicamente pela candidata Larissa Figueiredo Daves, do Programa de Pós-Graduação em Geografia. Orientadora: Profª Neide Barrocá Faccio, do Deptº de Planejamento, Urbanismo e Ambiente da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Campus de Presidente Prudente.

O tema desenvolvido pela Mestranda versou sobre: “Estudo do sitio arqueológico Piracanjuba sob enfoque da Arqueologia”. Outros membros da Comissão Examinadora, que participaram desse ato: Prof.Dr.João Osvaldo Rodrigues Nunes, da FCT/ UNESP e Profª.Drª.Emília Mariko Kashimoto, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (por videoconferência).

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A candidata Larissa Figueiredo Daves desenvolveu sua dissertação de Mestrado/Geografia na FCT/Unesp, tendo como Orientador o Prof.Dr.João Osvaldo Rodrigues Nunes.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

out 05

O Deptº de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – registrou durante o mês de Setembro p.p. defesas públicas de cinco dissertações de Mestrado e cinco teses de Doutorado. Na classificação geral, foram defendidas publicamente 3 teses de Educação, uma tese de Geografia e uma tese de Ciências Cartográficas. As dissertações de Mestrado foram representadas por 2 defesas de Geografia, 2 defesas de Educação e 1 de Matemática Aplicada e Computacional.

Na 1ª quinzena do mês de Setembro foram desenvolvidas duas dissertações de Mestrado através dos candidatos previamente inscritos. No dia 06/Setº: Érika Aparecida Navarro Rodrigues, do Programa de Pós-Graduação em Educação. Orientadora: Profª.Drª.Raquel Gomes de Oliveira, da FCT/Unesp. No dia 10/Setº, Hugo Leonardo França, do Programa de Pós-Graduação em Matemática Aplicada e Computacional. Orientador: Prof.Dr.Cássio Machiaveli Oishi, da FCT/Unesp. No dia 13, o Doutorando Vinicius Stuani Pereira, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Cartográficas defendeu tese perante a Comissão Examinadora, sob orientação do Prof.Dr. Paulo de Oliveira Camargo, da FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No dia 06 de Setembro, a candidata Erika Aparecida Navarro Rodrigues, do Programa de Pós-Graduação em Educação defendeu sua dissertação de Mestrado. Orientação da Profª.Drª. Raquel Gomes de Oliveira, da FCT/Unesp.

Continuidade na 2ª quinzena

Na sequência da programação na 2ª quinzena do mês, destaque para Geografia através de dissertação de Mestrado (no dia 18), defendida pelo candidato Rodolfo de Souza Lima, sob orientação do Prof.Dr.Ricardo Pires de Paula, da FCT/Unesp. No dia 19, o Doutorando Robinzon Pinero Luz, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Cartográficas fez sua defesa pública de tese de Doutorado, orientado pelo Prof.Dr. Antonio Thomaz Jr, da FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Rodolfo de Souza Lima, do Programa de Pós-Graduação em Geografia, fez sua defendeu pública de dissertação de Mestrado, sob orientação do Prof.Dr. Ricardo Pires de Paula, da FCT/Unesp.

Novas dissertações de Mestrado

Nos dias 21 e 25/Setº foram desenvolvidas duas dissertações de Mestrado: Educação por Gustavo Antonio Valentin, tendo como Orientadora a Profª.Drª. Vanda Moreira Machado Lima, da FCT/Unesp e do candidato ao Doutorado Jhonatan Laszlo Manoel, do Programa de Pós-Graduação em Geografia, sob orientação do Prof.Dr.João Osvaldo Rodrigues Nunes, da FCT/Unesp. No dia 26/Setº mais uma tese de Doutorado/Educação, defendida pelo candidato Guilherme Costa Garcia Thommaselli, tendo o Prof.Dr.Divino José da Silva (da FCT/Unesp), como seu Orientador.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Sob orientação da Profª.Drª. Vanda Moreira Machado Lima, da FCT/Unesp, o candidato Gustavo Antonio Valentin, defendeu tese de Doutorado/Educação.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Doutorando Jhonatan Laszlo Manoel, do Programa de Pós-Graduação em Geografia teve como seu Orientador, o Prof.Dr.João Osvaldo Rodrigues Nunes,da FCT/Unesp.

As duas últimas teses

As duas últimas teses com defesas públicas do mês de Setembro/2018 ocorreram nos dias 27 e 28. Os Doutorandos: Paulo Roberto Brancatti e Héllen Thais dos Santos – ambos do Programa de Pós-Graduação em Educação – se apresentaram perante a Comissão Examinadora, para suas defesas públicas. Orientadores: Profª.Drª. Renata Portela Rinaldi e Profª.Drª.Gilza Maria Zauhy Garms, ambas integrantes do Deptº de Educação, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro I, o Doutorando Paulo Roberto Brancatti fez sua defesa pública sob orientação da Profª.Drª.Renata Portella Rinaldi, do Deptº de Educação da FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A candidata Héllen Thaís dos Santos, defendeu tese de Doutorado/Educaçaõ no Anfiteatro VII, tendo como Orientadora a Profª.Drª.Gilza Maria Zauhy Garms, da FCT/Unesp.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP