jun 19

Neste mês de Junho tivemos na 1ª quinzena, duas dissertações de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Geografia, com defesas públicas no Anfiteatro VII da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente. Candidatos: Paulo Sérgio Martin e Cláudio Augusto Bonora Vidrih Ferreira.

A primeira dissertação ocorreu no dia 04 de Junho, a partir das 9hs da manhã, tendo como Presidente da mesa de trabalhos e Orientador do Mestrando, o Prof.Dr.José Tadeu Tommaselli, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp. A 2ª defesa verificada no dia 15 de Junho (9hs da manhã), também teve o Professor Tommaselli, como Orientador e Presidente da Comissão Examinadora.

Os demais componentes da Comissão Examinadora – 04 de Junho – foram: a Profª.Drª. Isabel Cristina Moroz Caccia Gouveia, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp e Dr.Valdemir Antonio Laura, do Centro Nacional de Pesquisa de gado de corte/EMBRAPA – Campo Grande – MS.

Atuando como membros da Banca Examinadora – dia 15 de Junho – o Prof.Dr.: José Mariano Caccia Gouveia, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp e Osmar Cavassan, do Deptº. de Ciências Biológicas, da Faculdade de Ciências – da Unesp – Câmpus de Bauru/São Paulo.

Temas desenvolvidos

O candidato ao Mestrado/Geografia, Paulo Sérgio Martin teve como tema de sua dissertação, a “Determinação do potencial de perda de solo através do sistema de informação geográfica (SIG) para priorização de trechos de estradas rurais no município de Ouro Verde/SP – Brasil”.

Já o Mestrando Cláudio Augusto Bonora Vidrih Ferreira, fez sua defesa pública tendo como tema: “Proposta de restauração ecológica no trecho urbano da microbacia do Córrego Água da ressaca, município de Bauru/SP – Brasil”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O candidato ao Mestrado Paulo Sérgio Martin, do Programa de Pós-Graduação em Geografia teve seu Orientador, o Prof.Dr.José Tadeu Tommaselli, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Cláudio Augusto Bonora Vidrih Ferreira, do Programa de Pós-Graduação em Geografia da FCT/Unesp, foi também orientado pelo Prof.Dr. José Tadeu Tommaselli, do Deptº de Geografia.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

jun 13

“O capitalismo climático como espaço de reprodução do capital: governança do clima e dos sujeitos pessoais”, foi o tema do último dia 4 de Junho que o candidato ao Doutorado Paulo César Zangalli Junior (do Programa de Pós-Graduação em Geografia), defendeu publicamente no Anfiteatro II da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP. O Doutorando teve como seu Orientador, o Prof.Dr.João Lima Santanna Neto, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp.

Integrando a Comissão Examinadora (além do Orientador acima citado), os seguintes docentes: Prof.Dr.Everaldo Santos Melazzo, do Deptº de Planejamento da FCT/Unesp; Prof.Dr.Guilherme Magon Whitacker, Pós-Doc – FCT/Unesp – Instituto de Políticas Públicas Públicas e Relações Internacionais; Profª.Drª.Catherine Prost, da Universidade Federal da Bahia/UFBA e Prof.Dr. Henri Acserad, do IPPUR/Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ.

A defesa pública se desenvolveu no período da manhã, isto é, a partir das 08h30 e prosseguindo até aproximadamente às 12h30. Sobre o tema defendido: “Buscando a comprovação da tese foram analisados um conjunto de normativas, diretrizes, planos e políticas públicas da União Européia e do Brasil de modo comparado” – diz o Doutorando. Ele acrescenta que para compreender de modo dialético o caráter contraditório inerente à relação sociedade e natureza, adotou-se estratégias como analise escalar da governança multinível, estruturando a tese numa 1ª parte, que apresenta o capitalismo climático. Uma 2ª parte se fundamenta na antitese, por meio da crítica da produção capitalista da natureza.

A síntese desses processos se deu por meio da identificação dos sujeitos envolvidos na formulação de políticas e por meio de comparação com o mercado de energia eólica no Brasil. Diante disso, concluiu-se que “o conjunto normativo e as políticas públicas sobre alterações climáticas estão voltadas à transição do atual estágio da economia capitalista para uma economia de baixo carbono. As políticas não são capazes de oferecer à sociedade uma alternativa que não seja voltada e orientada para o mercado das alterações climáticas e os interesses corporativos, prevalecendo sobre os interesses coletivos. O capitalismo climático herda um complexo geográfico, do qual tenta se apropriar para sua reprodução”.

O candidato ao Doutorado/Geografia, Paulo César Zangalli Jr. aduziu que “os sujeitos que produzem o capitalismo climático são os mesmos que produzem o capitalismo do clima no Brasil. Com destaque para o Pacto Global, pelo Clima e Conselho Empresarial para o desenvolvimento sustentável do Banco Mundial. As empresas do setor energético e financeiro, possuem grande relevância e destaque nessa rede. Dessa forma é imprescindível pensar em novas estruturas e novas relações sociais inerentes a novos modos de se produzir. Caso contrário, as políticas e as ações continuarão refletindo um paliativo aos problemas ambientais, sem de fato apontar caminhos para a solução efetiva dos problemas” – concluiu.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O candidato Paulo César Zangalli Jr, do Programa de Pós-Graduação em Geografia defendeu tese de Doutorado no Anfiteatro II da FCT/Unesp, no dia 04 de Junho de 2018.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Doutorando teve como seu Orientador, o Prof.Dr.João Lima Santanna Neto, do Deptº de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Presidente Prudente-SP.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

mai 29

Estudos científicos das áreas de Medicina e da Reabilitação preconizam como “Evidência A”, a atualização de exercícios físicos para o tratamento de doentes pulmonares crônicos: DPOC (Enfizema, Bronquite Crônica, Bronquiectazia) entre outras. Isto é, todos; exatamente todos os doentes pulmonares crônicos se beneficiam com o treinamento físico. Inclusive no período de exacerbação, representados por crises de tosse, dispnéia e excesso de secreção. No entanto, somente Profissionais capacitados conseguem avaliar adequadamente e empregar a modalidade adequada de exercício e a carga devidamente dosada e monitorada.

Não é simplesmente andar sem orientação – diz a Profª.Drª.Ercy Mara Cipulo Ramos, que coordena o Projeto. Subir em uma esteira, bicicleta, ou utilizar equipamentos de musculação e todas as ações devem ser supervisionadas por Fisioterapeutas. A propósito, é bom lembrar que o Setor de Fisioterapia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Presidente Prudente, está realizando mais estudos científicos com pacientes pulmonares crônicos. A finalidade é a de avaliar adequadamente os efeitos dos exercícios funcionais e resistidos em pacientes com DPOC (Doença pulmonar obstrutiva crônica).

Os exercícios são realizados no CEAFIR, no período da manhã, todos os dias da semana durante 60 minutos. Os principais efeitos dos exercícios são: a diminuição e alívio da Dispnéia (falta de ar), cansaço e aumento da força muscular, equilíbrio e condicionamento físico. Os interessados devem ligar para o telefone: 3229-5821 ou 3229-5800 e deixar seu contato para Agendamento das avaliações. Lembre-se: Exercitar é preciso; porém, é necessário exercitar de forma segura e com orientação. A coordenação geral é da Profª.Drª.Ercy Mara Cipulo Ramos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Centro de Estudos e Atendimento em Fisioterapia e Reabilitação/CEAFIR da Unesp em Presidente Prudente, são desenvolvidos inúmeros projetos que beneficiam toda a comunidade local e regional.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Um dos Projetos que tem a coordenação da Profª.Drª. Ercy Mara Cipulo Ramos atende prioritariamente a população idosa. Em especial, exercícios físicos e tratamento de doentes pulmonares crônicos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Subir em esteira, bicicleta ou utilizar equipamentos de musculação e todas as ações são supervisionadas por Fisioterapeutas da FCT/Unesp. A finalidade é avaliar adequadamente os efeitos dos exercícios.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Profª.Drª. Ercy informa que os Agendamentos das pessoas interessadas devem ser feitos através de contato telefônico – para 3229-5800 ou 3229-5821. Exercitar é preciso; porém com orientação segura.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

mai 14

O ano de 2018 tem se mostrado bastante produtivo em termos de Dissertações e Teses de Doutorado nos diversos cursos mantidos pela FCT/Unesp em Presidente Prudente. Levantamento realizado durante os quatro primeiros meses, de Janeiro a Abril registra o desenvolvimento de 68 sessões, onde foram defendidas 45 dissertações de Mestrado e 23 defesas públicas de Teses de Doutorado.

Educação lidera o número de Teses de Doutorado, defendidas publicamente no Campus Universitário da Faculdade de Ciências e Tecnologia. No total geral dos quatro meses foram registradas doze defesas em Educação. Seguem-se Geografia Acadêmica com nove e Ciências Cartográficas com duas teses defendidas.

O balanço das dissertações de Mestrado aponta o maior número – de Janeiro a Abril de 2018 – com Fisioterapia (14); Geografia Acadêmica (10); Educação (9); Ciências Cartográficas (5); Matemática Aplicada e Computacional (5) e Ensino de Física (2).
Relatório Geral elaborado pela Seção Técnica de Pós-Graduação da FCT/Unesp, apresenta detalhadamente o que se registrou durante o período equivalente aos primeiros quatro meses. Confira: De Janeiro a Abril de 2018, conforme segue:

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
EDUCAÇÃO Adaliza Meloni D Constituição dos espaços de brincar oficiais da cidade de Assis (SP): uma análise da visibilidade de crianças 12/01/2018
-Fátima Aparecida Dias Gomes Marin
-José Milton de Lima
-Noemia Ramos Vieira
-Liz Cristiane Dias
-Cinthia Magda Fernandes Ariosi
GEOGRAFIA (ME/DO) Mateus Monteiro Lobato D Capital, território e monopólio no El Dorado de Carajás: uma análise da fronteira do sudeste paraense 17/01/2018
-Eduardo Paulon Girardi
-José Sobreiro Filho
-Ricardo Pires de Paula
-Carlos Alberto Feliciano
-Jovenildo Cardoso Rodrigues
MATEMÁTICA EM REDE NACIONAL Cintia Harumi Samizava M Utilização do Software Geogebra no ensino de funções de primeiro e segundo graus 17/01/2018
-Cristiane Nespoli Morelato França
-José Carlos Rodrigues
-Daniel dos Santos Viais Neto
EDUCAÇÃO Ana Mayra Samuel da Silva M Gestão Escolar: a consolidação de uma escola inclusiva mediante a intersetorialidade 19/01/2018
-Elisa Tomoe Moriya Schlünzen
-Danielle Aparecida do Nascimento dos Santos
-Vanda Moreira Machado Lima
ENSINO DE FÍSICA Fernando Carlos Rodrigues Pinto M PROPOSTA DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA BASEADA NA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA: CONSTRUÇÃO DE UMA MINI ESTAÇÃO METEOROLÓGICA COM ARDUINO 29/01/2018
-Angel Fidel Vilche Pena
-Agda Eunice de Souza Albas
-Vagner Camarini Alves
FISIOTERAPIA Anne Michelli Gomes Gonçalves Fontes M Efeito de fatores antropométricos na resposta do controle autonômico cardíaco e variáveis cardiorrespiratórias após exercício aeróbio submáximo em homens fisicamente ativos 30/01/2018
-Angel Fidel Vilche Pena
-Agda Eunice de Souza Albas
-Vagner Camarini Alves
GEOGRAFIA (ME/DO) Messias Alessandro Cardoso M A FARSA DA LIBERDADE ESPACIAL NA MOBILIDADE TERRITORIAL DO TRABALHO PARA O AGROHIDRONEGÓCIO CANAVIEIRO NO EDR DE ARAÇATUBA (SP): A DEGRADAÇÃO PROGRAMADA DO TRABALHO MIGRANTE. 31/01/2018
-Antonio Thomaz Junior
-Guilherme Marini Perpetua
-Maria Aparecida de Moraes Silva
FISIOTERAPIA Maria Isabela Ramos Haddad M Concordância entre avaliadores nos diferentes protocolos de estratificação de risco para reabilitação cardiovascular 01/02/2018
-Luiz Carlos Marques Vanderlei
-Ana Laura Ricci Vitor
-Roselene Modolo Regueiro Lorenconi
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Mariana Dias Chaves Batistão D Proposta metodológica para identificar fatores contribuintes de acidentes viários por meio de geotecnologias 02/02/2018
-João Fernando Custódio Silva
-Paulo César Lima Segantine
-Francisco Assis da Silva
-Silvely Nogueira de Almeida Salomão Neia
-Amilton Amorim
GEOGRAFIA (ME/DO) Aurélio Bandeira Amaro D POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS, UMA LEI VIÁVEL? ESTUDO DE CASO A PARTIR DOS MUNICÍPIOS DO ÂMBITO DO ACORDO MPF/MPSP X CESP 02/02/2018
-Encarnita Salas Martin
-Antonio Cezar Leal
-João Osvaldo Rodrigues Nunes
-Flávio de Miranda Ribeiro
-Wanda Maria Risso Günther

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Nada menos que 23 candidatos de Pós-Graduação fizeram defesas públicas de teses de Doutorado no decorrer de Janeiro a Abril de 2018.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro VII da FCT/Unesp estiveram reunidos – além dos candidatos inscritos para a defesa, os componentes da Comissão Examinadora.

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
EDUCAÇÃO Silvana Ferreira de Souza D NAS VEREDAS DA LEITURA: AÇÕES PARA FORMAÇÃO DE LEITORES AUTÔNOMOS 05/02/2018
-Renata Junqueira de Souza
-Dagoberto Buim Arena
-Rildo José Cosson Mota
-Elianeth Dias Kanthack Hernandes
-Sílvia de Fátima Pilegi Rodrigues
EDUCAÇÃO Gisele Silva Araújo M Educação e transtorno do espectro autista: protocolo para criação/adaptação de jogos digitais 06/02/2018
-Manoel Osmar Seabra Junior
-Eduardo Jose Manzini
-Claudia Maria de Lima
EDUCAÇÃO João José Alencar M Educomunicação na rede estadual de ensino de Mato Grosso: análise das experiências das escolas 06/02/2018
-Claudia Maria de Lima
-Ana Luzia Videira Parisotto
-Thaisa Sallum Bacco
GEOGRAFIA (ME/DO) Diógenes Rabello M CAMPONESES ASSENTADOS E AS PRÁTICAS AGROECOLÓGICAS NO CONTEXTO DO AGROHIDRONEGÓCIO CANAVIEIRO NO PONTAL DO PARANAPANEMA (SP). 07/02/2018
-Antonio Thomaz Junior
-Carlos Alberto Feliciano
-Larissa Mies Bombardi
MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL Letícia dos Santos Silva M Resultados de existência de solução para problemas elípticos no espaço das funções de variação limitada 15/02/2018
-Marcos Tadeu de Oliveira Pimenta
-Messias Meneguette Junior
-Michele de Oliveira Alves
FISIOTERAPIA Malu dos Santos Siqueira M Efeitos da massagem na recuperação pós-exercício a curto prazo sobre desfechos funcionais, clínicos e metabólico 20/02/2018
-Carlos Marcelo Pastre
-Franciele Marques Vanderlei
-Christiane de Souza Guerino Macedo
EDUCAÇÃO Silvio Sena D A DIALÉTICA ENTRE A INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA NO JOGO DE PAPÉIS E O DESENVOLVIMENTO PSÍQUICO DA CRIANÇA CONTEMPORÂNEA EM IDADE PRÉ-ESCOLAR 21/02/2018
-Célia Maria Guimarães
-Cleomar Ferreira Gomes
-Zilma de Moraes Ramos de Oliveira
-Elieuza Aparecida de Lima
-Marynelma Camargo Garanhani
FISIOTERAPIA Izabela dos Santos Ferro M Elaboração e Validação de Questionário para Análise do Uso de Serviços de Saúde da Atenção Básica e Relação com Fatores de Risco a Saúde 22/02/2018
-Carlos Marcelo Pastre
-Manuela de Almeida Roediger
-Denise Rodrigues Bueno
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Marcela do Valle Machado M SINCRONIZAÇÃO POR PÓS-PROCESSAMENTO DE UM SISTEMA DE VARREDURA A LASER EMBARCADO EM VANT 23/02/2018
-Antonio Maria Garcia Tommaselli
-Roberto da Silva Ruy
-Aluir Porfirio Dal Poz
FISIOTERAPIA Rafael Orbolato M Epidemiologia da atividade física entre pacientes atendidos na atenção básica do SUS: Coorte 18 meses 23/02/2018
-Romulo Araújo Fernandes
-Luis Alberto Gobbo
-Everton Alex Carvalho Zanuto
GEOGRAFIA (ME/DO) Claudio Smalley Soares Pereira D A NOVA CONDIÇÃO URBANA: ESPAÇOS COMERCIAIS E DE CONSUMO NA REESTRUTURAÇÃO DA CIDADE – JUAZEIRO DO NORTE/CE E RIBEIRÃO PRETO 23/02/2018
-Maria Encarnação Beltrão Sposito
-Everaldo Santos Melazzo
-Eda Maria Goes
-Denise de Souza Elias
-Silvana Maria Pintaudi

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Mais uma dissertação de Mestrado foi defendida no Anfiteatro II da FCT/Unesp. Muitas vezes a Banca Examinadora se faz por Video-conferência.

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL Jéssica Ventura da Silva M Raízes de equações trinomiais e quadrinomiais 23/02/2018
-Vanessa Avansini Botta Pirani
-Messias Meneguette Junior
-Jefferson Luiz Rocha Bastos
FISIOTERAPIA Mariana Belon Previatto M INFLUÊNCIA DE UM FEEDBACK SOBRE OS NÍVEIS DE ATIVIDADE FÍSICA E SEU IMPACTO SOBRE A ABSTINÊNCIA DE INDIVÍDUOS TABAGISTAS 26/02/2018
-Ercy Mara Cipulo Ramos
-Franciele Marques Vanderlei
-Renata Calciolari Rossi
FISIOTERAPIA Flaviane Poleto de Oliveira M Desenvolvimento da força após 12 semanas de treinamento subsequente ao exercício aeróbio intermitente de alta intensidade 28/02/2018
-Fabio Santos de Lira
-Eduardo Zapaterra Campos
-Valéria Leme Gonçalves Panissa
FISIOTERAPIA Leandro Dragueta Delfino M Padrão de comportamento sedentário e sua associação com fatores de risco à saúde em professores da rede pública estadual de ensino de Presidente Prudente-SP 28/02/2018
-Diego Giulliano Destro Christofaro
-Marcelo Romanzini
-Romulo Araújo Fernandes
MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL Rodrigo Koiti Ishizaka M Estudos numéricos para escoamentos viscoelásticos com a viscosidade dependendo da pressão 28/02/2018
-Gilcilene Sanchez de Paulo
-Analice Costacurta Brandi
-Jorge Peixinho
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Luiz Eduardo Christovam de Souza M ORGANIZAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE IMAGENS MULTITEMPORAIS GEORREFERENCIADAS PARA SUPORTE AO PROCESSO DE DETECÇÃO DE MUDANÇAS 01/03/2018
-Maria de Lourdes Bueno Trindade Galo
-Jefersson Alex dos Santos
-Nilton Nobuhiro Imai
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Bruno César Vani D INVESTIGAÇÕES SOBRE MODELAGEM, PREDIÇÃO E MITIGAÇÃO DE CINTILAÇÃO IONOSFÉRICA NA REGIÃO BRASILEIRA 01/03/2018
-João Francisco Galera Mônico
-Alison de Oliveira Moraes
-Felipe Geremia Nievinski
-Paulo de Oliveira Camargo
-Eurico Rodrigues de Paula
GEOGRAFIA (ME/DO) Carlos Maximiliano Macias Fernandez D O PROCESSO DE TRANSNACIONALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIOTERRITORIAIS: ESTUDO DAS TRANSTERRITORIALIDADES DA VÍA CAMPESINA SOBRE AS PROPOSIÇÕES DE AGROECOLOGIA E SOBERANIA ALIMENTAR NO CONFRONTO POLÍTICO. 01/03/2018
-Bernardo Mançano Fernandes
-Ricardo Pires de Paula
-José Sobreiro Filho
-Eduardo Paulon Girardi
-Breno Marques Bringel
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Fabrício Rosa Amorim M PERCEPÇÃO VISUAL DOS INDIVÍDUOS COM OU SEM DEFICIÊNCIA DE VISÃO DE CORES EM MAPAS DE FLUXO DE VEÍCULOS ESTÁTICOS E DINÂMICOS 02/03/2018
-Edmur Azevedo Pugliesi
-Cláudia Robbi Sluter
-Vilma Mayumi Tachibana
EDUCAÇÃO Gabriela Alias Rios D Inclusão pedagógica: conceituação a partir de uma experiência na educação superior a distância 02/03/2018
-Klaus Schlünzen Junior
-Danielle Aparecida do Nascimento dos Santos
-Claudia Maria de Lima
-Daniela Melaré Vieira Barros
-David Antonio Rodrigues

Clique para ampliar! Clique para ampliar!

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
EDUCAÇÃO Livia Raposo Bardy Ribeiro Prado D FORMAÇÃO DOCENTE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA PARA AÇÕES INOVADORAS NA EDUCAÇÃO SUPERIOR 02/03/2018
-Elisa Tomoe Moriya Schlünzen
-Danielle Aparecida do Nascimento dos Santos
-Claudia Maria de Lima
-Sidinei de Oliveira Sousa
-Maria Luisa Furlan Costa
FISIOTERAPIA Leticia Santana de Oliveira M Modulação autonômica da frequência cardíaca na recuperação após exercício aeróbio submáximo em diferentes valores de pressão arterial e frequência cardíaca de repouso 02/03/2018
-Vitor Engrácia Valenti
-Ana Laura Ricci Vitor
-Patrícia de Souza Rossignoli
GEOGRAFIA (ME/DO) Danilo Santos da Silva M Contribuições Metodológicas para Análise de Vulnerabilidade Ambiental em Compartimentos Topográficos com Cobertura Vegetal Densa no Município de Ubatuba-SP 02/03/2018
-João Osvaldo Rodrigues Nunes
-Sueli Ângelo Furlan
-João Lima Santanna Neto
EDUCAÇÃO Susana Angelin Furlan M “Mas eu acabei de começar?” A reiteração e as nuances do tempo no contexto escolar 08/03/2018
-José Milton de Lima
-Marta Campos de Quadros
-Cesar Donizeti Pereira Leite
GEOGRAFIA (ME/DO) Paula Cabral de Lima M Paisagens Testemunho: Um Estudo Geoarqueológico no Norte do Estado de São Paulo 08/03/2018
-Neide Barrocá Faccio
-EMILIA MARIKO KASHIMOTO
-Messias Modesto dos Passos
EDUCAÇÃO Geise Mara Souza da Silva M PAULO FREIRE E JUVENTUDES: UMA INTERLOCUÇÃO NECESSÁRIA 09/03/2018
-Marcia Regina Canhoto de Lima
-Andréia Nunes Militão
-Marta Campos de Quadros
GEOGRAFIA (ME/DO) Roberta Oliveira da Fonseca M A atuação do Grupo Odebrecht Agroindustrial no setor sucroenergético: o caso dos municípios de Nova Alvorada do Sul – MS e Mirante do Paranapanema – SP 09/03/2018
-Antonio Nivaldo Hespanhol
-Jodenir Calixsto Teixeira
-Eduardo Paulon Girardi
ENSINO DE FÍSICA Leandro William Franco M Radiação UV: Efeitos, Riscos e Benefícios à Saúde Humana – Proposta de Sequência Didática para o Ensino de Física. 14/03/2018
-Celso Xavier Cardoso
-Maurício Antônio Custódio de Melo
-Priscila Aléssio Constantino
EDUCAÇÃO Rodrigo Yoshio Tamae D Técnicas de Mineração de Dados em Educação Híbrida Desenvolvida Segundo a Abordagem CCS 16/03/2018
-Klaus Schlünzen Junior
-Seiji Isotani
-Danielle Aparecida do Nascimento dos Santos
-Milton Hirokazu Shimabukuro
-MARIA LUISA FURLAN COSTA
GEOGRAFIA (ME/DO) Bruno Leonardo Barcella Silva M A dinâmica dos agentes imobiliários e suas estratégias fundiárias em cidades médias: da reprodução do capital à reprodução das desigualdades socioespaciais 02/03/2018
-Everaldo Santos Melazzo
-Maria Encarnação Beltrão Sposito
-Jeroen Johannes Klink

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro III – de Educação Física – mais uma dissertação de Mestrado é defendida publicamente perante a Banca Examinadora.

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
GEOGRAFIA (ME/DO) Lindberg Nascimento Júnior D CLIMA URBANO, RISCO E VULNERABILIDADE EM CIDADES COSTEIRAS DO MUNDO TROPICAL: ESTUDO COMPARADO ENTRE SANTOS (BRASIL), MAPUTO (MOÇAMBIQUE) E BRISBANE (AUSTRÁLIA) 16/03/2018
-João Lima Santanna Neto
-Margarete Cristiane de Costa
-Isabel Cristina Moroz Caccia Gouveia
-Ana Monteiro
-Natacha Cíntia Regina Aleixo
FISIOTERAPIA Thalysi Mayumi Hisamatsu M Papel de diferentes domínios de atividade fisica no curso clínico da dor lombar crônica não-específica 20/03/2018
-Rafael Zambelli de Almeida Pinto
-Diego Giulliano Destro Christofaro
-Bruno Tirotti Saragiotto
EDUCAÇÃO Suelen Cristiane Marcos de Oliveira D O PROCESSO DE ADAPTAÇÃO DAS CRIANÇAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL NA PERSPECTIVA DAS FAMÍLIAS E DOS PROFESSORES 22/03/2018
-Gilza Maria Zauhy Garms
-Lenira Haddad
-Rita Melissa Lepre
-Leny Rodrigues Martins Teixeira
-Andreia Cristiane Silva Wiezzel Suguisava
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Ana Carolina Campos Gomes M RETRIEVAL OF EUPHOTIC ZONE AND SECCHI DISK DEPTH IN BARIRI RESERVOIR USING OLI/LANDSAT-8 DATA 23/03/2018
-Nilton NobuhiroImai
-Milton Kampel
-Enner Herenio de Alcântara
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Caroline Piffer de Andrade M REMOTE SENSING OF CHLOROPHYLL-A CONCENTRATION BASED ON ABSORPTION COEFFICIENTS IN IBITINGA RESERVOIR 23/03/2018
-Thanan Walesza Pequeno Rodrigues Guimarães
-Luiz Henrique da Silva Rotta
-Enner Herenio de Alcântara
FISIOTERAPIA Dayane Cristina Queiroz M ANÁLISE CUSTO-UTILIDADE DO TRATAMENTO DE PACIENTES DA REDE PRIMÁRIA DE SAÚDE DE PRESIDENTE PRUDENTE-SP 23/03/2018
-Jamile Sanches Codogno
-Flávia Mori Sarti
-Bruna Camilo Turi
GEOGRAFIA (ME/DO) Aline Fernanda Coimbra M Mercado Imobiliário, Produção Habitacional e Desigualdades Sociosespaciais em Cidades Médias Paulistas: Bauru e São José do Rio Preto. 23/03/2018
-Everaldo Santos Melazzo
-Arthur Magon Whitacker
-Maria José Martinelli Silva Calixto
GEOGRAFIA (ME/DO) Clediane Nascimento Santos D As políticas de desenvolvimento rural e o turismo no espaço rural: os casos dos municípios de Rosana, Presidente Epitácio (São Paulo, Brasil), Santiago de Compostela e Padrón (Galícia, Espanha) 23/03/2018
-Rosangela Custodio Cortez Thomaz
-Milton Augusto Pasquotto Mariani
-Eduardo Paulon Girardi
-Luciana Pereira de Moura Carneiro
-Rosangela Aparecida de Medeiros Hespanhol
EDUCAÇÃO Alberto Luiz Pereira da Costa D UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE A LICENCIATURA DA EDUCAÇÃO DO CAMPO HABILITAÇÃO EM MATEMÁTICA TRATADA COM BASE NA EDUCAÇÃO POPULAR 26/03/2018
-Maria Raquel Miotto Morelatti
-Francisco Claudio Alves Marques
-Raquel Gomes de Oliveira
-Aldrin Cleyde da Cunha
-Regina Maria Pavanello
EDUCAÇÃO Rosângela Aparecida Galdi da Silva D A URGÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO DA PROFISSIONALIDADE DOCENTE DOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO INFANTIL NO CURSO DE PEDAGOGIA COM O APOIO DE PROJETOS DE FORMAÇÃO E DE SUPERVISÃO 26/03/2018
-Célia Maria Guimarães
-Zilma de Moraes Ramos de Oliveira Leny
-Rodrigues Martins Teixeira
-Maria do Céu Neves Roldão
-Elieuza Aparecida de Lima

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro VII da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – mais uma dissertação de Mestrado.

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
EDUCAÇÃO Wagner Aparecido Caetano D MEMÓRIAS DE PROFESSORES NA CONSTRUÇÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR EM PRESIDENTE PRUDENTE (1950-1970) 27/03/2018
-Vagner Matias do Prado
-Arilda Inês Miranda Ribeiro
-Andréia Nunes Militão
-Marta Campos de Quadros
-Jorge Luís Mazzeo Mariano
EDUCAÇÃO Leonardo Dias Avanço D SÓCRATES JOGADOR E EDUCADOR 28/03/2018
-José Milton de Lima
-Rodrigo Barbosa Lopes
-Divino José da Silva
-Marcos Vinicius Francisco
-Reinaldo Sampaio Pereira
GEOGRAFIA (ME/DO) Baltazar Casagrande D BIOGEOGRAFIA DA SAÚDE: Distribuição espacial dos vetores e o Complexo Patogênico da Leishmaniose Tegumentar Americana. 29/03/2018
-Raul Borges Guimaraes
-João Osvaldo Rodrigues Nunes
-José da Rocha Carvalheiro
-José Eduardo Tolezano
-Samuel do Carmo Lima
EDUCAÇÃO Fabiana Sala M POLÍTICAS PÚBLICAS DO LIVRO, LEITURA E BIBLIOTECA ESCOLAR NO BRASIL: DAS INICIATIVAS FEDERAIS À IMPLEMENTAÇÃO MUNICIPAL 11/04/2018
-Silvio Cesar Nunes Militão
-Claudio Marcondes de Castro Filho
-Elianeth Dias Kanthack Hernandes
GEOGRAFIA (ME/DO) Renata Sakurai M LÓGICAS ECONÔMICAS E PRÁTICAS ESPACIAIS DA DIVERSÃO NOTURNA EM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO/SP 12/04/2018
-Nécio Turra Neto
-Arthur MagonWhitacker
-Marcos Paulo Ferreira Gois
EDUCAÇÃO Natália Teixeira Ananias Freitas D EDUCAÇÃO AMBIENTAL, CONSUMO E RESÍDUOS SÓLIDOS NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM DIÁLOGO NECESSÁRIO COM OS PROFESSORES 16/04/2018
-Fátima Aparecida Dias Gomes Marin
-Paulo Cesar de Almeida Raboni
-Cinthia Magda Fernandes Ariosi
-Liz Cristiane Dias
-Fabiana Alves Fiore Pinto
MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL Karlla Delalibera Chagas M Inferência Bayesiana para testes acelerados “step-stress” com dados de falha sob censura e distribuição Gama 16/04/20188
-Fernando AntonioMoala
-Mario Hissamitsu Tarumoto
-Jorge Alberto Achcar
GEOGRAFIA (ME/DO) Natália Pereira de Oliveira M Novos horizontes e velhas lutas, novas lutas e velhos horizontes: “urbanização jardim Novo Horizonte”, Jundiaí-SP 20/04/2018
-Márcio José Catelan
-Patrícia Maria de Jesus
-Necio Turra Neto
GEOGRAFIA (ME/DO) Danilo Marcondes de Alcântara D “Minha Casa Minha Vida”: trajetórias e práticas espaciais na produção de um lugar na cidade de Londrina/PR 20/04/2018
-Necio Turra Neto
-Eda Maria Goes
-Márcio José Catelan
-Rosemere Santos Maia
-Patrícia Maria de Jesus
EDUCAÇÃO Karina Cordeiro de Brito M “QUEIXAS ESCOLARES”: ESTUDO SOBRE PRODUÇÕES ACADÊMICAS E ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL PARA O ENFRENTAMENTO DESSE FENÔMENO SOCIAL” 24/04/2018
-Rosiane de Fatima Ponce
-Rodrigo Barbosa Lopes
-Marcos Vinicius Francisco
GEOGRAFIA (ME/DO) Héllen Carolina Gomes Mesquita da Silva M Sobre lonas e lutas: análise da territorialização da luta pela terra do campo à cidade a partir das ações do MST e MTST 24/04/2018
-Bernardo Mançano Fernandes
-Carlos Alberto Feliciano
-José Sobreiro Filho

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro II da FCT/Unesp, mais um candidato se apresenta perante a Comissão Examinadora para sua defesa de dissertação de Mestrado.

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
EDUCAÇÃO Mayara Faria Miralha M PROGRAMA SÃO PAULO FAZ ESCOLA: PERCEPÇÕES DE PROFESSORES DE UMA ESCOLA ESTADUAL PAULISTA 25/04/2018
-Silvio Cesar Nunes Militão
-Marcos Vinicius Francisco
-Renata Portela Rinaldi
EDUCAÇÃO Alex Ribeiro Batista M A FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA: A PERSPECTIVA DOS FORMADORES DAS LICENCIATURAS DE PRESIDENTE PRUDENTE 27/04/2018
-Leny Rodrigues Martins Teixeira/li>
-Vinicio de Macedo Santos
-Monica Furkotter
FISIOTERAPIA Ana Carolina Alves da Costa Trindade M NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA E USO DE SERVIÇOS DE SAÚDE DE MULHERES SOB TRATAMENTO ADJUVANTE CONTRA O CÂNCER DE MAMA COM INIBIDORES DE AROMATASE 27/04/2018
-Ismael Forte Freitas Junior
-Luis Alberto Gobbo
-Denise Rodrigues Bueno
FISIOTERAPIA Caroline Pereira Santos M EFICÁCIA DO EXERCÍCIO AERÓBICO ASSOCIADO À TERAPIA COGNITIVO COMPORTAMENTAL NA CESSAÇÃO DO TABAGISMO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA E UM ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO 27/04/2018
-Dionei Ramos
-Ercy Mara Cipulo Ramos
-Mahara-Daian Garcia Lemes Proença
GEOGRAFIA (ME/DO) Renata Sakurai M LÓGICAS ECONÔMICAS E PRÁTICAS ESPACIAIS DA DIVERSÃO NOTURNA EM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO/SP 12/04/2018
-Nécio Turra Neto
-Arthur MagonWhitacker
-Marcos Paulo Ferreira Gois
FISIOTERAPIA Tâmara dos Santos Gouveia M Influência do tabagismo na ansiedade e depressão, marcadores inflamatórios e metabólicos, composição corporal, força e capacidade cardiorrespiratória 27/04/2018
-Dionei Ramos
-Luiz Carlos Marques Vanderlei
-Renata Calciolari Rossi
GEOGRAFIA (ME/DO) Diane Daniela Gemelli D “Onde planta o pinus não dá mais nada”: degradação da natureza e do trabalho no contestado e a necessidade da reunificação homem/mulher-natureza (terra-trabalho) 27/04/2018
-Antonio Thomaz Junior
-Nilson Cesar Fraga
-Fernanda Keiko Ikuta
-Ricardo Pires de Paula
-Everaldo Santos Melazzo

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Aqui, a Seção Técnica de Pós-Graduação programou mais uma defesa púlbica de Tese de Doutorado. Defendida perante a Comissão Examinadora.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Além de reunir colegas e familiares para acompanhamento de suas teses, muitos Doutorandos trazem amostragem de produtos como se vê nesta foto.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

abr 18

Pesquisadora italiana veio especialmente convidada p/Professor Gobbo, do Deptº de Educação Física.

Pelo espaço de uma semana – entre 18 e 25 de Março – esteve em Presidente Prudente a Professora de Antropologia Elisabetta Marini, do Departamento de Ciências da Vida e do Ambiente da Universidade de Cagliari (situada na Ilha da Sardenha/Itália). Sua honrosa presença na FCT/Unesp foi marcante por proferir palestra e ministrar aulas de Pós-Graduação, possibilitando um melhor intercâmbio cultural e científico. Além de retribuir à receptividade dada ao Prof.Dr. Luis Alberto Gobbo, do Departamento de Educação Física e Coordenador do Laboratório de Avaliação do Sistema Musco-esquelético/LABSIM e do Projeto “VIVA FORTE”, quando lá esteve em 2016.

Na Itália, a Professora Elisabetta auxiliou o Prof. Gobbo em sua disciplina “Avaliação Morfofuncional no envelhecimento humano” e do Programa de PG em Fisioterapia, ministrada no último semestre do ano. Aqui em Presidente Prudente, ela teve a oportunidade de proferir palestra e ministrar aulas de Pós-Graduação à comunidade acadêmica da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp. Elisbetta é classificada como uma das vertentes mundiais no estudo da análise de vetores de impedância bio-elétrica para avaliação da saúde celular, do estado nutricional e da composição corporal de pessoas de diferentes grupos etários, condições clínicas e aptidão física.

A partir de sua proposta de avaliação – com metodologia relativamente barata – pouco complexa e de rápida intervenção e análise, é possível identificar condições específicas de saúde das pessoas. Sobretudo, idosos em condições de fragilidade. O Prof.Dr.Luis Alberto Gobbo em sua visita a Cagliari, teve a oportunidade de se aperfeiçoar com a técnica; e voltar com um equipamento doado para utilização na FCT/Unesp. Desde então, o LABSIM já desenvolveu avaliações em mais de 400 pacientes, dos quais, mais da metade foram pessoas idosas – enfatiza o Prof.Gobbo.

Visita, palestra e aulas de Pós-Graduação

A visita, a palestra e as aulas ministradas pela Professora Elisabetta Marini em Presidente Prudente se tornaram possíveis a partir de recursos obtidos através do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia da Unesp junto ao PROPG (Edital 10/2017/Professor Visitante). Foram recursos próprios do Programa, bem como do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Motricidade Interunidades da Unesp. A palestra proferida pela docente visitante versou sobre “Demografia do envelhecimento na Itália e no Brasil”, em conjunto com o Prof.Gobbo.

Destaque para o fato de existir na Sardenha (juntamente com a Ilha de Yokohama/Japão), a maior freqüência de idosos centenários no mundo. Os hábitos de vida – explica o Prof.Gobbo –relacionados sobretudo às questões culturais e familiares, o baixo nível de Stresse e a dieta rica em oleaginosas, baixo teor de gordura e pouca carne. Em especial carne vermelha que garante maior longevidade dos Sardos (habitantes da Sardenha), em relação a outras populações, inclusive a brasileira.

Pelo espaço de uma semana, a Professora Elisabetta Marini teve a oportunidade de conhecer todos os Laboratórios da área da saúde do Departamento de Educação Física; o NEPERGE, o CEAFIR, além de participar de um churrasco típico brasileiro, oferecido pelos novos diretores da FCT/Unesp, Professores: Rogério Eduardo Garcia e Aldo Eloyzo Job. A docente visitante teve ainda a oportunidade de conhecer a cidade anfitriã – Presidente Prudente – e o Rio Paraná na ligação interestadual SP-MS, com Presidente Epitácio e Bataguassu.

Termo de cooperação internacional

A docente italiana leva de nosso País a melhor impressão; e segundo declarou, já tem um planejamento de retorno para uma permanência mais longa visando conhecer melhor não só os projetos, mas principalmente a região do extremo oeste paulista e o território brasileiro. Ao finalizar sua visita foi firmado um Termo de Cooperação Internacional que envolve a Reitoria da Universidade de Cagliari e a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” para a mobilidade estudantil. E além das atividades desenvolvidas, reuniões científicas para futuras parcerias e redação de artigos científicos, para completar a agenda dos pesquisadores.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Em nome da FCT/Unesp, o Professor Luis Alberto Gobbo recepcionou a Professora Elisabetta Marini do Departamento de Ciências da Vida e do Ambiente, da Universidade de Cagliari.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Professora italiana pronunciou palestra e ministrou aulas de Pós-Graduação em Fisioterapia em Presidente Prudente durante o período de 18/25 de Março – como convidada especial.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A população mundial é representada neste mapeamento mostrado à platéia presente na palestra proferida p/docente da Universidade de Cagliari, no Anfiteatro I da Faculdade de Ciências e Tecnologia.

Clique para ampliar!
Ao término desta palestra que foi acompanhada com o maior interesse de todos os participantes, uma foto geral como lembrança da importante visita da Professora Elisabetta Marini.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 22

Tendo como seu Orientador, o Prof.Dr.Eliseu Savério Sposito do Departamento de Geografia da FCT/Unesp – Presidente Prudente/SP`- o candidato José Maria do Rosário Chilaule Langa, do curso de Pós-Graduação em Geografia fez sua defesa pública de tese de Doutorado. No dia 15 de Dezembro de 2017, perante a Comissão Examinadora reunida no Anfiteatro VI, o Doutorando enalteceu o tema: Geografia de Moçambique; um olhar para a história e epistemologia. Na tese que defendeu, Langa apresenta a narração da História da Geografia, usando o processo de institucionalização no ensino superior para datar o inicio dessa história. Para tal, usou três metodologias que o ajudaram na aproximação do objtivo da pesquisa – documental e bibliográfica – além de entrevistas.

Fazendo parte como integrantes da mesa e da Comissão Examinadora – além do Orientador já citado – os seguintes docentes: Prof.Dr.Manoel Fernandes de Souza Neto, da FFLCH/USP/São Paulo-SP; Prof.Dr.Zacharias Alexandre Ombe, da Geografia da Universidade Pedagógica de Moçambique; Prof.Dr.Necio Turra Neto, do Departamento de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UNESP – Câmpus de Presidente Prudente/SP – e Profª.Drª.Rosana Figueiredo Salvi, de Geociências da Universidade Estadual de Londrina/UEL-PR.

A tese defendida por Langa

O Doutorando José Maria do Rosário Chilaule Langa deu inícioà sua defesa pública, dizendo: Em 1969 foi criando o primeiro curso de Geografia no ensino superior em Moçambique, desde o tempo colonial. Assim, podemos entender três períodos da Geografia em Moçambique, que são: colonial, pós-colonial e contemporâneo. Nesses três períodos fica que a Geografia foi feita de forma diferente. Tanto sob ponto de vista de temas, Escola Geográfica e atores, muito por causa do processo histórico e político que país viveu e tem vivido. Destacam se nesta História da Geografia em Moçambique três geógrafos moçambicanos Aniceto dos Muchangos, Manuel de Araújo e Rachael Thompson, professores e pesquisadores da Geografia que com sua prática docente e investigativa vão delimitando os vários saberes desta ciência, caracterizando a Geografia de Moçambique em três áreas de saber: Geografia das Regiões Naturais, Geografia da População e Povoamentos e Ensino de Geografia.

Langa acrescenta: “A Geografia em Moçambique nasce do berço da Escola Francesa, sendo responsáveis por esse nascimento as Professoras Maria Eugénia, Celeste Coelho e Clara Mendes, geógrafas que formaram se em Portugal e iniciaram suas práticas docentes em Moçambique na então Universidade Lourenço Marques, onde fizeram do território moçambicano, objeto de estudo da Geografia, por isso a elas chamamos de Mães da Geografia em Moçambique. Após o período colônia há indecência da Escola Russa de Geografia marcou o sul deste saber e isso não foi só na Geografia mas em todos setores de desenvolvimento do país após o processo do fim da colonização. Nesse período dá para pensar uma Escola Nacional de Geografia, pelo papel deste saber científico na definição e construção de país, principalmente na formação de professores”.

Diversidade de temas

O terceiro momento é o que a Geografia em Moçambique vem vivendo nos dias de atuais – diz o Doutorando – que inclui: a diversidade de temas, o encontro de várias Escolas que se materializam em Moçambique por causa dos vários destinos de formação dos docentes e profissionais de Geografia quando decidem fazer estudos de pós-graduação, o Brasil e a África do Sul ganham destaque neste período. Se antes vinham os Professores Doutores para Moçambique, quase todos esses professores de um país só, nos dias hoje os moçambicanos vão estudar em diversos países. O que nos possibilitou chegar aos vários conhecimentos nesta pesquisa foram conceitos que marcaram o processo de delimitação e indicação do sul desta tese, Campo Cientifico, Currículo e Escolas.

Um exercício possível foi a análise das teses defendidas pelos docentes nos Departamentos de Geografia tanto na UEM como na UP, exercício esse que dá corpo a uma primeira pontuação sobre a Epistemologia da Geografia em Moçambique. Um conceito ou categoria que podemos indicar como comum no debate teórico da Geografia em Moçambique é o de Território ou o da tríade TDR – Territorialização, Desterritorialização e Reterritorialização. Ficou claro também a preocupação da academia em buscar seu caminhar próprio, principalmente dando valor ao local, a cultura, isto é, as peculiaridades que podem servir para pensar e fazer Epistemologia do Sul na Geografia.

O Geógrafo – agora Mestre e Doutor – concluiu sua defesa pública dizendo: “Por ser juvenil a Geografia em Moçambique aponta para a necessidade de fazer de forma constante um debate e ir acompanhando os fatores que no desenvolvimento deste saber, vão surgindo. Não temos em Moçambique uma Escola, pois falta uma proposta teórica e metodológica para fazer leitura do espaço. Existem trabalhos que apresentam essa estrutura, mas não tem continuidade o que trava o nascimento da Escola, característica de um campo científico, onde vários pesquisadores vão buscar para dar valor aos seus capitais científicos”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Geógrafo José Maria do Rosário Chilaule Langa, do Programa de Pós-Graduação
em Geografia fez sua defesa pública de tese de Doutorado perante a Comissão Examinadora,
tendo como Orientador, o Prof.Dr.Eliseu Savério Sposito, do Departamento de Geografia.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!

A defesa pública de tese pelo Doutorando José Maria do Rosário Chilaule Langa,
realizou-se no Anfiteatro VI da FCT/Unesp – Presidente Prudente – que esteve superlotado desde
os momentos iniciais até sua conclusão no dia 15 de Dezembro de 2017.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 09

Entre os dias 2 e 5 de Dezembro na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – foram desenvolvidas três dissertações de Mestrado/Geografia. As dissertações do Programa de Pós-Graduação em Geografia foram defendidas publicamente no Anfiteatro VI (2) e no Salão de reuniões da central de Grupos de Pesquisa.

No dia 2/Dezº às 9hs, Rodrigo Bernardes Freire se apresentou perante a Comissão Examinadora, presidida pelo Prof.Dr.Cláudio Antônio de Mauro, da FCT/Unesp , atuando também como Orientador do Mestrando. Às 13hs, no mesmo local – Anfiteatro VI – foi a vez do candidato ao Mestrado de Geografia, Lucinei Aparecido Euzébio, tendo como Orientador o Prof.Dr.Cláudio Antônio de Mauro.

Também fazendo parte da mesa nas duas defesas de dissertação de Mestrado, os docentes: Prof.Dr.José Mariano Caccia Gouveia, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp; Profª.Drª.Ana Paula Marques Ramos, da Universidade do Oeste Paulista/UNOESTE; Profª.Drª.Renata Ribeiro de Araujo, do Deptº de Planejamento, Urbanismo e Ambiente da FCT/Unesp e Prof.Dr.José Aparecido dos Santos, das Faculdades Adamantinenses Integradas/UNIFAI.

Os temas desenvolvidos e defendidos publicamente pelos candidatos ao Mestrado de Geografia foram: “Priorização de áreas para restauração ecológica na UGRHI – Pontal do Paranapanema/SP-Brasil”, por Rodrigo Bernardes Freire e “Coleta Seletiva – Desafios na implantação e suas possibilidades por meio da Educação Ambiental”, por Lucinei Aparecido Euzébio.

No dia 5/Dezº às 14hs na Sala de Reuniões da Central de Grupos de Pesquisa, apresentou-se o Mestrando Éverton Henrique Gonçalves Cardoso, do Programa de Pós-Graduação em Geografia da FCT/Unesp. O tema por ele defendido, versou sobre “Fragilidade Ambiental e ações de educação em bacias hidrográficas: o caso do Ribeirão Negrinha” – ( na área rural de Osvaldo Cruz/SP).

Para o desenvolvimento de seu trabalho de pesquisa, Éverton teve como Orientadora a Profª.Drª. Isabel Cristina Moroz Caccia Gouveia, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp. Além da Orientadora, atuaram como membros da Comissão Examinadora: o Prof.Dr.João Osvaldo Rodrigues Nunes, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp e Prof.Dr.José Aparecido dos Santos, das Faculdades Adamantinenses Integradas/UNIFAI.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O candidato ao Mestrado de Geografia, Rodrigo Bernardes Freire foi o 1º a se apresentar perante a Comissão Examinadora para sua defesa pública, tendo como Orientador o Prof.Dr.Cláudio Antônio Di Mauro, da FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O candidato seguinte a fazer sua defesa pública de dissertação de Mestrado foi Éverton Henrique Cardoso, do Programa de Pós-Graduação em Geografia, tendo como Orientadora a Profª.Drª. Isabel Cristina Moroz Caccia Gouveia, da FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Lucinei Aparecido Euzébio , do Programa de Pós-Graduação em Geografia se apresentou perante a Comissão Examinadora para a defesa de sua dissertação de Mestrado, tendo como Orientador o Prof.Dr.Cláudio Antônio Di Mauro, da FCT/Unesp.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 09

Tendo como Orientador o Prof.Dr.Eliseu Savério Sposito, a candidata Dayana Aparecida Marques de Oliveira – do Programa de Pós-Graduação em Geografia – defendeu sua tese de Doutorado no dia 4 de Dezembro de 2017. A defesa pública foi realizada perante a Comissão Examinadora, a partir das 8h30 no Anfiteatro II, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente.

Como parte integrante da mesa dos trabalhos – além do Orientador já citado – atuação dos docentes: Prof.Dr.Antonio Nivaldo Hespanhol, da FCT/Unesp; Prof.Dr.Cássio Antunes de Oliveira, Pósdoc FCT/Unesp; Profª.Drª.Lisandra Pereira Lamoso, da Faculdade de Ciências Humanas, da Universidade Federal da Grande Dourados/MS e Prof.Dr.Claudio Antonio Egler, do Deptº de Geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

O tema desenvolvido pela Doutoranda versou sobre: “Geopolítica e Integração Regional: uma análise dos projetos de infraestrutura de transportes entre Brasil e Paraguai”. A partir da análise do processo de integração regional sul americano, considerando o Mercosul e o papel desempenhado pelo Brasil.

“Afirmamos que existe uma estreita relação entre Integração Regional e Geopolítica, na qual os projetos internacionais de infraestruturas podem ser considerados como pontos de encontro entre ambos” – acentuou a candidata ao Doutorado.
Perante à Comissão Examinadora, Dayana defendeu a tese de que “a relação assimétrica e desigual entre Brasil e Paraguai na América do Sul, demonstra complexidade do sistema regional. Que na sua opinião deve ser lida não só a partir do contexto (geo) político regional, associado por sua vez ao sistema mundo”.

A Doutoranda acrescenta: “Se por um lado a ampliação da exportação de commodities e dos acordos de integração regional demanda o planejamento e investimento em projetos de infraestruturas – sobretudo de transportes – por outro lado, a fragilidade institucional e financeira dos acordos regionais, contribuiu para o atraso no cronograma de execução desses projetos”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Dayana Aparecida Marques de Oliveira fez sua defesa pública de tese de Doutorado no dia 4/Dezº de 2017, tendo como Orientador, o Prof.Dr.Eliseu Savério Spósito, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp – Presidente Prudente/SP.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Doutoranda se apresentou perante à Comissão Examinadora, reunida no Anfiteatro II a partir das 8h30, sendo prestigiada por familiares e amigos que aqui compareceram.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 01

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – registrou no fechamento da 2ª quinzena de Novembro/2017, duas dissertações de Mestrado/Matemática e Geografia e uma tese de Doutorado/Geografia. As defesas públicas ocorreram nos dias 17, 21 e 28 de Novembro no Anfiteatro VII (2) e Anfiteatro II (1), respectivamente.

No dia 17/Novº (às 9hs da manhã), o candidato Neylan Leal Dias, do Programa de Pós-Graduação em Matemática Aplicada e Computacional se apresentou perante A Comissão Examinadora para realizar sua defesa pública de dissertação de Mestrado, tendo como Orientador o Prof.Dr.Messias Meneguette Júnior, do Deptº de Matemática e Computação da FCT/Unesp.

Tema defendido pelo Mestrando: “Análise do método SPH via Modelo de Ruptura de Barragem”. Fizeram parte da mesa, além do Orientador, os docentes: Profª.Drª.Simone de Almeida Delphin, da Universidade Federal do Amapá/UNIFAP e Prof.Dr.Carlos Alberto Dutra Fraga Filho, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo/Unidade Vitória.

A dissertação seguinte foi defendida publicamente no dia 28/Novº ela candidata Carolina Bugalho Kohori, do Programa de Pós-Graduação em Geografia. Tema: “Mudanças no uso da terra no alto curso de bacia do Ribeirão dos Ranchos – Adamantina/SP – e impacto sobre os cursos d’água”. A Mestranda teve como seu Orientador o Prof.Dr.Édson Luís Piroli, da Coordenadoria Executiva da Unesp/Unidade Ourinhos-SP.

Compondo a Comissão Examinadora – além do Orientador – os seguintes docentes: Profª.Drª.Isabel Cristina Moroz Caccia Gouveia, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp e Prof.Dr.Rodrigo Cézar Criado, da Toledo – Centro Universitário “Antonio Eufrásio de Toledo”, de Presidente Prudente. A defesa pública foi desenvolvida no período da tarde (após às 14hs) no Anfiteatro II, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Presidente Prudente/SP.

Tese de Doutorado – Progr.Geografia

Coube ao candidato Rodrigo Vitor Barbosa de Sousa, do Programa de Pós-Graduação em Geografia, desenvolver a única tese de Doutorado da 2ª. quinzena de atividades no mês de Novembro, na FCT/Unesp. O Orientador foi o Prof.Dr.Paulo César Rocha, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp. Tema: “Ocorrências de inundações no baixo curso do Rio Tibagi, município de Jataizinho/Paraná – variáveis determinantes”.
Fazendo parte da Comissão Examinadora, os seguintes docentes: Prof.Dr. Marcelo de Oliveira Latuf, do Instituto de Ciências da Natureza/UNIFAL – Alfenas/MG; Prof.Dr.José Tadeu Garcia Tommaselli e Profª.Drª.Isabel Cristina Moroz Caccia Gouveia, ambos do Deptº de Geografia, da FCT/Unesp e Prof.Dr.André Luiz Pinto, do Deptº de Ciências Humanas, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/ UFMS.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!No dia 17/Novº no Anfiteatro VII da FCT/Unesp apresentou-se perante a Comissão Examinadora, o candidato Neylan Leal Dias para sua defesa de dissertação de Mestrado/Matemática.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Carolina Bugalho Kohori fez sua defesa pública de dissertação de Mestrado/Geografia, tendo como Orientador o Prof.Dr. Édson Luis Piroli, da Coordenadoria Executiva da Unesp/Ourinhos-SP

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A única defesa de tese de Doutorado verificou-se em 28/Novº, onde se apresentou perante a Comissão Examinadora, o Doutorando Rodrigo Vitor Barbosa Sousa, do Programa de Pós-Graduação em Geografia.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro VII da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – as atividades são constantes, com defesas de Doutorado e dissertações de Mestrado.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 15

À medida que o final do ano vai se aproximando, as sessões de defesas de tese de Doutorado e dissertação de Mestrado começam a diminuir gradativamente. Foi o que aconteceu na 1ª quinzena de Novembro na FCT/Unesp. De acordo com o Programa de Pós-Graduação em Geografia e Educação, respectivamente. Como conseqüência, foram desenvolvidos nesse período, apenas dois trabalhos de defesa pública (Doutorado e Mestrado).

A candidata Janaína Natali Antonio se apresentou perante a Comissão Examinadora para defender sua de tese de Doutorado em Geografia no dia 14/Novº (a partir das 14 hs), no Anfiteatro VII. Orientador: Prof. Dr. José Tadeu Garcia Tommaselli, do Departamento de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente.

A tese defendida publicamente versou sobre o tema “Antropossolos em áreas de antigos depósitos de resíduos sólidos urbanos/RSU em Presidente Prudente – SP – contribuição metodológica”. No local, reuniram-se amigos e familiares da Doutoranda, que vieram especialmente para prestigiá-la com suas presenças.

Além do Orientador (acima citado), fizeram parte da Comissão Examinadora, os seguintes docentes: Prof. Dr. João Osvaldo Rodrigues Nunes e do Deptº de Geografia da FCT/Unesp e Profª.Drª.Isabel Cristina Moroz Caccia Gouveia, ambos do Deptº de Geografia da FCT/Unesp; Profª.Drª.Regina Célia de Oliveira, do Deptº de Geografia/IG-UNICAMP, de Campinas/SP e Profª.Drª. Marquiana de Freitas Vilas Boas Gomes, do Deptº de Geografia/UNICENTRO-Guarapuava/PR.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A candidata do Programa de Pós-Graduação em Geografia, Janaína Natali Antonio se apresenta perante a Comissão Examinadora, para sua defesa de tese de Doutorado.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Anfiteatro VII da FCT/Unesp acolheu a candidata, os membros da Comissão Examinadora, amigos, familiares e colegas da Doutoranda em Geografia.

MESTRADO/EDUCAÇÃO: ELIJANE DOS SANTOS FAZ SUA DEFESA PÚBLICA

Durante a 1ª quinzena de Novembro, a única dissertação de Mestrado que foi desenvolvida no dia 6 às 13h30 no Anfiteatro VI envolvendo a candidata do Programa de Pós-Graduação em Educação, Elijane dos Santos. Sua Orientadora foi a Profª.Drª. Rosiane de Fátima Ponce, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente.

O tema desenvolvido pela Mestranda versou sobre “TDAH: Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade – uma análise a partir da atividade de estudo”. Integrando a Comissão Examinadora – além da Orientadora já citada – os seguintes membros: Prof.Dr.Ângelo Antonio Abrantes, do Deptº de Psicologia da Faculdade de Ciências da Unesp/Bauru-SP e Profª.Drª. Silvana Calvo Tuleski, do Deptº de Psicologia da Universidade Estadual de Maringá/UEM – PR.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A única dissertação de Mestrado da 1ª quinzena de Novembro de 2017 foi defendida publicamente pela candidata Elijane dos Santos, do Programa de Pós-Graduação em Educação da FCT/Unesp.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP