dez 21

Nos últimos dias do Ano Letivo de 2014, alunos de graduação em Geografia e o docente vinculado ao mesmo Departamento, Prof.Dr.José Mariano Caccia Gouveia tiveram uma brilhante iniciativa: implantar um novo projeto ambiental que a partir de 2015, deverá ter a mais ampla repercussão. Isso, tendo-se em vista uma maior participação da comunidade. Trata-se do projeto “Conheça as Árvores do Câmpus”.

A atividade – em vias de implantação – consiste na identificação de algumas espécies arbóreas presentes no Campus da FCT/Unesp. O início das operações já contou com a participação mais do que especial do antigo e estimado Servidor Aposentado da Seção de Conservação e Manutenção, Sr. Antonio dos Santos. Ele marcou sua passagem como Jardineiro do Câmpus, com 38 anos de dedicação e bons serviços prestados à Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, incluindo o período em que a Faculdade funcionou como Instituto Isolado.

O Sr. Antonio dos Santos na maior parte de sua vida profissional, desenvolveu uma obra dignificante de transformação de uma extensa área no perímetro urbano de Presidente Prudente. Foi através desse trabalho de muitos anos, que tornou-se possível a arborização que aqui predomina até os dias atuais, com espécies frutíferas e ornamentais. São plantações que proporcionam mais beleza, sombra, refúgio e abrigo para pessoas e animais. Em síntese: mais conforto e qualidade ambiental.

Através de seu profundo conhecimento, o Sr. Antonio dos Santos também colaborou inúmeras vezes, através de aulas práticas dos cursos de Engenharia Ambiental e Geografia, oferecendo – sem ônus – a mais completa consultoria a respeito das espécies vegetais encontradas na área territorial da FCT/Unesp.

Homenagem prevista

Numa decisão unânime – tomada pela Congregação como forma de reconhecimento – o Sr. Antonio do Santos será o principal homenageado durante o lançamento desse novo projeto. Receberá em data a ser fixada pela Diretoria da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp, uma placa com seu nome gravado, para ser fixada definitivamente na área demarcada: “Conheça as Árvores do Câmpus”. De imediato foram entregues 600 mudas de árvores, destacando-se as variedades: Jacarandá, Angico, Guarucaia, Cedro, Ipê amarelo, Urucum e outras.

Numa manifestação espontânea – livre e democrática – sob a coordenação do Prof.Dr.José Mariano Caccia Gouveia e da graduanda em Geografia, Marcela Lima Pedro, todos os participantes desse novo projeto percorreram os pontos principais do Câmpus. Começando na Praça dos Tamarindos e terminando numa roda de conversas nas proximidades do CPIDES. Em forma de confraternização, um Pic-Nic e lanches acompanhados de sucos, refrigerantes e um delicioso cafezinho.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Câmpus da FCT/Unesp em Presidente Prudente, existe a mais ampla variedade de árvores ornamentais, entre as quais a famosa espécie “Tamanqueira”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Setor de Parques e Jardins da Faculdade de Ciências e Tecnologia recebe a mais ampla assistência, merecendo referências especiais pelo seu belo aspecto.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Alunos de graduação, Professores e Servidores percorreram extensa área para uma avaliação geral a ser posta em prática a partir dos primeiros meses de 2015.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Entre os visitantes do Câmpus, um experiente profissional que dedicou 38 anos de sua vida à manutenção deste Parque. É o Sr. Antonio dos Santos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Em atenção ao convite da graduanda Marcela Lima Pedro (Deptº de Geografia), o Sr. Antonio dos Santos se dispôs a colaborar.com o novo projeto.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Ao terminar a visita de avaliação da área destinada à nova arborização, os participantes do projeto comemoram com uma confraternização e Pic-Nic.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
E por fim, mais um momento festivo: a chegada de 600 novas mudas de espécies das mais diferentes que vão complementar a área de arborização da FCT/Unesp.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 19

No transcorrer do ano de 2014, o Centro de Museologia, Antropologia e Arqueologia – CEMAARQ – da FCT/Unesp realizou inúmeras promoções e recebeu um número impressionante de visitantes, todos eles, procedentes dos mais diferentes pontos da região e do Estado. Com base em registros oficiais constituídos em sua maioria por eventos comemorativos, o número de visitantes foi dos mais consideráveis. Somente com o Projeto “Lugares de Aprender” foram cadastrados 5.687 visitantes e através do Projeto Científico-Cultural, aproximadamente 1.200 visitantes.

Caravanas com estudantes vieram de Presidente Venceslau, Presidente Epitácio, Martinópolis, Caiuá, Presidente Bernardes, Taciba, Ribeirão dos Indios, Piquerobi, Santo Expedito,Rancharia, Regente Feijó, Bastos, Quatá,Tupã, Monte Castelo, Dracena, Parapuã, Santa Mercedes, Panorama, Junqueirópolis, Salmourão, além de Presidente Prudente. Um dos primeiros eventos temáticos o ano, foi representado pela “Semana do Indio” – entre 15 a 25 de Abril – sendo representado por uma ampla exposição, sob o tema: “Tudo que acontecer à Terra, acontecerá aos filhos da Terra” acique Seattle).

As atividades na Semana do Índio ocorreram no período das 8h00 às 17h30 no Centro de Museologia, Antropologia e Arqueologia, cujo objetivo foi esclarecer ao público acerca da história dos índios brasileiros, desde os primórdios até a atualidade. Desse modo, a exposição contou com uma grande quantidade de artefatos indígenas referentes a diferentes etnias, situadas no território brasileiro.O material utilizado nessa exposição provém dos acervos do CEMAARQ da Faculdade de Ciências e Tecnologia/UNESP e do CEIMAM (Centro de Estudos Indígenas Miguel A. Menendez) do Campus e Araraquara/Unesp.

O público em geral .teve a experiência de um contato vivo com o índio brasileiro, representado a partir da riqueza do artesanato tradicional indígena. No que diz respeito às atividades, além da visita monitorada, realizou-se ainda o Teatro de Fantoches, no qual foram contadas pelos monitores lendas indígenas. Também ocorreu a exibição de filmes sobre temas indígenas e uma maquete interativa, que possibilitou aos alunos a experiência de simultaneamente brincarem e aprenderem sobre a composição de uma aldeia.

O evento buscou mostrar aos visitantes um pouco da vida indígena destacando assim a forma de relacionamento com a terra em especial, visto que ao longo da história conviveram e se desenvolveram de forma sustentável, preservando o meio ambiente e obtendo grande conhecimento sobre a diversidade biológica e ecológica.

Semana Nacional de Museus

No período de 12 a 18 de Maio, o Câmpus da Unesp em Presidente Prudente sediou a Semana Nacional de Museus, em sua 12ª Edição. O CEMAARQ registrou grande afluência de visitantes, sendo atendidos 1.540 alunos de diferentes cidades e instituições. Foi uma oportunidade excepcional de conhecer o acervo cultural e científico disponibilizado pela FCT/Unesp e objetivando incentivar o hábito de visitar Museus a fim de conhecer o patrimônio histórico que está ao alcance de todos.

O projeto se fundamentou no tema “Museus: as coleções criam conexões” e para os estudantes, um desafio: A função social que o Museu possui e sua importância em assegurar a preservação do patrimônio cultural. Desenvolvidas também “A Hora do Manuseio”, que consiste no contato direto com materiais, exibição de filmes com temática indígena e teatro de fantoches. Visitantes: 13 turmas diferentes, com 464 alunos.

Semana do Folclore

Durante a “Semana do Folclore” realizada no CEMAARQ entre os dias 18 a 22 de agosto, os monitores ligados ao projeto colaboraram com o desenvolvimento de diversas atividades relacionadas ao tema da semana. À vista disso, objetivou-se resgatar a Cultura Popular que vem aos poucos sendo esquecida, por isso a tentativa de resgatar um pouco da nossa cultura através deste evento. Foi organizada uma vitrine específica, onde ficaram expostas várias peças referentes ao folclore.

Várias atividades lúdicas foram desenvolvidas ao longo da “Semana do Folclore” como: visita monitorada, pula-cordas, corridas de saco, desenhos para pintura e pintura facial. Total de visitantes: 760 pessoas.

Primavera de Museus

De acordo com as informações prestadas pela Servidora Nikele Maiara Milani, do Departamento de Planejamento/CEMAARQ, na semana “Primavera de Museus”, evento organizado pelo IBRAM (Instituto Nacional de Museus) que ocorreu entre os dias 22 a 26 de setembro, foi desenvolvido atendimento especial aos visitantes. Desta maneira, o evento buscou aproximar o Museu da Comunidade em geral, tendo por objetivo aumentar a interação do visitante com o espaço museológico.

As atividades relacionadas às comemorações da Semana de “Primavera de Museus” foram: Exposição de Arqueologia, Antropologia e Paleontologia; Teatro de fantoches; exibição de filmes e recreação maquete interativa, pinturas e caça-palavras). Total de visitantes: 600 pessoas.

Dia do Saci

Outro evento de ampla repercussão foi realizado em Novembro, embora a comemoração estivesse programada para o último dia do mês de Outubro. Por isso, o “Dia do Saci”, comemorado em 31 de outubro no Centro de Museologia, Antropologia e Arqueologia/CEMAARQ foi adiado para 5 de Novembro. O evento objetivou, principalmente, levar ao conhecimento do público estudantil, do ensino infantil, fundamental e médio, algumas histórias sobre o Saci, sendo este último um personagem dos mais conhecidos do Folclore brasileiro.

Durante a realização do evento foram desenvolvidas inúmeras atividades como: visitas monitoradas, teatro de fantoches e brincadeiras referentes ao Saci. Em 2014, o evento teve também a presença de um convidado especial: Jesus de Burarama (Renato de Jesus Souza Silva), autor de um livro dos mais populares na Literatura de Cordel – A história do caipira: “De Jeca Tatu aos Sem Terra”. Um capítulo especial foi mostrado e explicado à caravana visitante, constituída por mais de 80 estudantes: “A peleja de Saci Pererê contra o Raloim”. E todos os presentes se empolgaram com o tema folclórico…

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Câmpus da FCT/UNESP em Presidente Prudente, funciona o Centro de Museologia,Antropologia e Arqueologia/CEMARQ. Aqui se encontra o maior acervo de artefatos confeccionados pelos índios. Desde a pedra lascada, a pedra polida e a cerâmica de 1.000 anos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Profª.Emérita, Ruth Künzli (que coordena todos os eventos) recebeu recentemente a visita do Diretor do Sistema Estadual de Museus da Secr.da Cultura/SISEM, Davidson Panis Kaseker, acompanhado da Secr.de Cultura de Pres.Epitácio, Antonia Dilma Silva Favaretto.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Todos os eventos realizados no CEMAARQ – desde a Semana do Indio que vai para o 33º ano – atraem estudantes de todas as cidades da região. As caravanas chegam ao Câmpus da Unesp e participam de várias atividades, começando pela exposição indígena, teatro e palestras.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O “Dia do Saci”, folclore comemorado este ano em 5 de Novembro apresentou o escritor de Literatura de Cordel, Jesus de Burarama, autor de um livro que conta a história do “Jeca Tatu aos Sem Terra”.Ao vivo, ele relatou um capítulo especial:”A peleja do Saci Pererê contra o Raloím”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O número de visitantes ao Centro de Museologia,Antropologia e Arqueologia da FCT/UNESP aumenta de ano para ano. Pelos cálculos, em 2014, os eventos alcançaram excelentes resultados, graças ao apoio das escolas, professores e alunos de escolas públicas e particulares, calculados em torno de 8 mil pessoas.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 17

No dia 11 de Dezembro, realizou-se na Biblioteca da Faculdade de Ciências e Tecnologia daUnesp – Câmpus de Presidente Prudente/SP – mais um interessante lançamento editorial. Trata-se do livro de contos intitulado:”O tempo de Eva”, de autoria da Profª. Drª. Eliane Vani Ortega, com ilustrações de Kátia Kodama, bacharel em Artes/Gravura, Doutora em Teoria da Comunicação e Cultura, Professora do Departamento de Educação da FCT/Unesp. O ato de lançamento foi prestigiado por alguns convidados, docentes e alunos de graduação e pós-graduação.

A autora do livro – Eliane Vani Ortega – é licenciada em Matemática; Doutora em Educação e Professora do Departamento de Educação da FCT/UNESP. Escreveu e publicou vários contos e poesias pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores. Em 2010 publicou o livro de Poesias “Inquietude”. Aprecia o envolvimento com a arte, tendo escrito e produzido algumas peças teatrais. Já a autora das ilustrações – Kátia Kodama – gosta de desenhar, pintar, bordar, crochetear, cuidar das flores, fazer ikebanas e estudar.

Contendo 96 páginas – com inúmeras ilustrações coloridas – o livro foi prefaciado pelo Prof.Dr. Evandro Fiorin, do curso de Arquitetura e Urbanismo da FCT/Unesp de Presidente Prudente. Posfácio da Profª.Drª.Zizi Trevisan, aposentada da FCT/Unesp e docente/pesquisadora do Mestrado em Educação da Universidade do Oeste Paulista -UNOESTE – Presidente Prudente/SP. As ilustrações do livro consistem em “mandalas” e os contos abordam diferentes temáticas sobre a existência humana.

Docentes opinam

Utilizando as palavras de Evandro Fiorin: ” Tessituras de um fazer artesanal, quase que manual, de quem conta uma história, a partir do verbal-não-verbal(não necessariamente nesta ordem), talvez traduzida das memórias intensas de um passado que vem à tona no presente e sempre se repete no futuro, como um ensinamento, uma aprendizagem sobre um fazer-ver, sobre nós mesmos, sobre a vida.

Utilizando as palavras da Professora Zizi Trevisan: ” A temática envolve as inquietações humanas decorrentes da enfermidade do tempo na vida das pessoas. Os elementos verbais contidos no título, de essência filosófica, e a linguagem visual da capa remetem o leitor, já no início da leitura, ao reconhecimento da roda da vida condicionada à roda do tempo e aos desdobramentos temáticos resultantes deste condicionamento: presente/passado; vida/mente; alegria/dor; coragem/medo; aparência/essência”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Kátia Kodama é autora das ilustrações, começando pela capa do livro e páginas internas. Eliane Vani Ortega é a autora, desta e de outras obras. O Livro de contos “O tempo de Eva” pode ser adquirido no Deptº de Educação da FCT/UNESP, com Paula.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Alguns docentes e alunos de graduação e pós-graduação participaram do ato de lançamento editorial deste novo livro de contos, que tem como autora, a Profª.Drª. Eliane Vani Ortega e ilustrações a cargo de Kátia Kodama, bacharel em Artes/Gravuras.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Ilustração de capa chama a atenção de todos. Kátia Kodama produziu dezenas de ilustrações que fazem parte deste livro, com especial destaque para os contos e desdobramentos temáticos – conforme acentua a Profª.Drª.Zizi Trevisan.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 14

O Professor Doutor Klaus Schlünzen Junior, Livre-Docente em Informática e Educação pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Unesp – com estágio de Pós-Doutoramento na Universitat de Barcelona e atualmente, Coordenador do NEaD – Núcleo de Educação à Distância – da Unesp (Professor efetivo do programa de pós-graduação); licenciado em Matemática pela Universidade Federal de Santa Catarina; Mestre em Ciências da Computação e Doutor em Engenharia Elétrica pela Unicamp, foi a personalidade escolhida para receber o título de “Profissional do Ano da Educação”.

O homenageado tem experiência na área, com ênfase especial em Tópicos Específicos de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação de Professores; Informática na Educação; Tecnologias de Informação e Comunicação; Educação à Distância e Aprendizagem Organizacional. Professor Klaus é membro atuante do Departamento de Estatística e do Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP.

Na Formação Acadêmica (titulação), Pós-Doutorado e Livre-Docência, Formação complementar e Atuação Profissional, o Prof.Dr.Klaus Schlünzen Junior registra extensa folha de títulos conquistados no decorrer de sua extraordinária carreira profissional, desde 1984 até os dias atuais. No Câmpus da Unesp em Presidente Prudente, o destaque é para o CPIDES – Centro de Promoção para Inclusão Digital, Escolar e Social – contando com um grupo de pesquisa que tem atuação marcante há 12 anos, com relevantes serviços prestados à comunidade.

O Prof.Klaus e a esposa, Profª.Drª.Elisa Tomoe Moriya Schlüzen são docentes do Departamento de Matemática e de Educação Inclusiva respectivamente; porém, prestando serviços ao Departamento de Estatística. Dentro do CPIDES que funciona em prédio próprio no Campus da Unesp em Presidente Prudente – há mais de 3 anos – atuam: estagiários, graduandos e docentes como prestadores de serviços à entidades sociais da cidade e região. Nessa atividade, o Grupo de Pesquisa (Ambientes potencializadores para inclusão), tem suas atenções voltadas para o atendimento às pessoas com deficiência.

A importância do Prêmio

A entrega do Prêmio que representa o maior “Galardão” para um docente brasileiro (Prof.Dr.Klaus Schlüzen Junior) , verificou-se em São Paulo no dia 19 de Novembro. Nessa data, a Associação Brasileira de Liderança (Braslider), reuniu autoridades e profissionais de diversas áreas, para a realização da solenidade de entrega do Prêmio “Excelência e Qualidade Brasil 2014, homenageando aqueles que mais se destacaram nas áreas em que atuam.

O “Portal da Universidade”- Órgão oficial da Unesp – registra: “Na categoria Educação, recebeu a comenda de profissional do ano, o Professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e Coordenador do Núcleo de Educação à Distância da Universidade (NEaD), Klaus Schlünzen Junior. Além do reconhecimento por todo esforço e trabalho desenvolvidos, o docente recebeu Medalha, Troféu e Placa personalizados. A indicação, segundo os organizadores do Prêmio, deu-se em virtude da competência, honestidade e transparência junto à sociedade e frente à Educação à Distância (EaD) no país”.

Para ele (Prof.Klaus), receber uma homenagem como essa é motivo de orgulho e comemoração. “Entendo que esse prêmio é um incentivo a mais para continuarmos trabalhando por uma educação melhor e mais inclusiva. Tenho orgulho da Universidade que represento e que me deu todas as condições para receber essa honraria, que também é dela, pois foi por meio da Unesp e de seu corpo docente, administrativo e discente que conseguimos o reconhecimento do trabalho que desenvolvemos em EaD”.

O Coordenador do Núcleo de Educação à Distância – NEaD – (figura central de todas as homenagens) destacou: “Um prêmio dessa natureza, viabiliza apresentar o trabalho desenvolvido para diversos segmentos da população. É nosso compromisso com uma educação de qualidade, contribuindo para o desenvolvimento social e econômico do país” – finalizou.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Na solenidade de posse do Prof.Dr.Marcelo Messias – Diretor da FCT/UNESP – lá estava o Prof.Dr.Klaus, para cumprimentá-lo e desejar sucesso nessa nova gestão iniciada em Março de 2014.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp, o Prof.Dr.Klaus Schlüzen Junior desenvolve importantes atividades há muitos anos. Por esse trabalho dos mais eficientes, foi eleito “Profissional do Ano”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Para receber as homenagens a que fez jus, o Prof.Klaus dirigiu-se à Capital do Estado em companhia da esposa, Profª.Drª.Elisa Tomoe Morya Schlüzen, que também tem atuação destacada na FCT/UNESP. (Fotos: Rinaldo Cézar de Andrade/Cedidas)

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Nas mãos do Prof.Klaus (para alegria de todos), a Comenda e o título conquistados – Prêmio Excelência e Qualidade Brasil/2014 – pelo seu destaque na Categoria “Profissional do Ano em Educação” entre os melhores do País.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 09

No período de 2 a 4 de Dezembro, a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente /SP – promoveu a Semana da Educação Física,reunindo centenas de participantes. A Abertura solene realizada no Anfiteatro I durante ato presidido pelo Diretor, Prof.Dr.Marcelo Messias, estando também presente, o Vice-Diretor, Prof.Dr.José Carlos da Silva Camargo Filho (Zeca), docentes e alunos dos cursos de graduação do Departamento de Educação Física da FCT/Unesp. Trata-se de um evento de âmbito regional, em sua 12ª versão anual.

O tema adotado este ano foi: “Preparação profissional e mercado de trabalho em Educação Física”, com o objetivo de se refletir a respeito das perspectivas futuras do Profissional formado em Educação Física. Para o desenvolvimento dessa programação foram convidados diversos profissionais das diferentes áreas de saúde, através do tema:”Políticas atuais do Ministério da Saúde e a atuação profissional de Educadores Físicos e Fisioterapeutas no Programa de Educação pelo Trabalho e para a Saúde”, organizado em conjunto com professores do Departamento de Fisioterapia da FCT/Unesp.

Na noite de abertura, o cerimonial conduzido por Tony Moreira, anunciou os objetivos principais do evento: Discutir as transformações e desafios do Conhecimento, bem como suas correlações com as atribuições profissionais em Educação Física. Integrar docentes e pesquisadores com a finalidade de trocar experiências e idéias. Oferecer Mesas Redondas e Conferências que complementem e potencializem a formação acadêmica dos participantes e discutir o Trabalho Interdisciplinar e Multiprofissional, bem como sua importância na formação do Estudante.

Feita a composição da mesa, presidida pelo Prof.Dr.Marcelo Messias, foram convidadas a tomar assento: a Profª.Drª.Camila Buonani da Silva (Coordenadora do Curso de Educação Física) e a Profª.Drª.Márcia Regina Canhoto de Lima (Chefe do Departº de Educação Física da FCT/Unesp. E em companhia dos demais participantes (de pé), foi entoado o Hino Nacional Brasileiro, seguindo-se os pronunciamentos dos três ocupantes da mesa.

Palestras pronunciadas

Coube ao Prof.Dr.Ismael Forte Freitas Jr., a missão de proferir a 1ª palestra da XII Semana da Educação Física, abordando o tema: ”Preparação profissional e mercado de trabalho em Educação Física”. A seguir, foi convidada a Profª.Drª.Margareth Anderáos, representante do Conselho Regional de Educação Física/CREF de São Paulo, que falou sobre “Perspectivas futuras”.
Na palestra de encerramento no dia 4/Dezembro, foi Mediador o Prof.Dr.Ismael Forte Freitas Jr, que anunciou a presença do Prof.Dr.Sebastião Gobbi (Unesp/Rio Claro). Convidado para a palestra, discorreu sobre “Exercício Físico, Saúde e Envelhecimento”.

Oficinas e mesas redondas

Oficinas e mesas redondas predominaram no campus da Unesp em Presidente Prudente nos primeiros dias do mês de Dezembro. A 1ª mesa redonda tratou do tema: “Políticas atuais do Ministério da Saúde e a educação profissional de Educadores Físicos e Fisioterapeutas no Programa de Educação pelo trabalho e para a Saúde/PET”, Prof.Dr.Luiz Rogério Romero(DEF-FCT).Participantes: Profª.Drª.Cássia Marisa Manoel (Unesp/Botucatu); Prof.Esp.Guilherme Shimocomaqui (USP-FMRP) e Profª.Me Valéria M.Mendes (USP/SP).

As Oficinas PET com início no dia 3/Dezº no período da manhã nas Salas de Aulas da EF, tiveram inicialmente o Prof.Dr. Luiz Rogério Romeiro como Mediador. Os assuntos evidenciados foram diversos: Ensinar e Aprender; O que fazer da gestão no âmbito do SUS; diálogos e possibilidades; Educação Física e o trabalho em Saúde. Como estamos percorrendo os caminhos da docência universitária nos cursos de graduação das profissões da saúde?

Nas duas últimas Oficinas, o Prof.Dr.Rômulo Araujo Fernandes (DEF-FCT) e o Prof.Dr.Luiz Alberto Gobbo (DEF-FCT) foram os moderadores, tendo ainda a participação do Prof.Dr.Manoel Carlos Spiguel Lima (UNOESTE/SP) e Prof.Me Tony Moreira (UNESP/FCT) falaram sobre ”Treinamento personalizado:aplicações teóricas e práticas” e “Educação Física Escolar: movimento e alegria na Escola”, respectivamente.

Nas mesas redondas que se seguiram, atuação dos seguintes docentes: Profª.Drª.Giovana Rampazzo Teixeira; Prof.Dr.Diego G.Destro Christófaro; Prof.Dr.Rômulo Araujo Fernandes (todos eles do DEF-FCT) e o tema para debate:”Esporte x Comportamento sedentário: E o efeito no crescimento/ desenvolvimento de jovens? Posteriormente, a última mesa redonda, tendo como Mediadora a Profª.Drª.Jamila Sanches Codogno (DEF-FCT) e participantes: Prof.Dr.Luiz Alberto Gobbo e Prof.Dr.Fábio Santos de Lira (ambos do DEF-FCT). Tema para debater:”Prática de exercícios físicos e prevenção de complicações metabólicas e funcionais”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A XII Semana da Educação Física na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP – foi aberta em ato solene no Anfiteatro I.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No ato de abertura, presença de alunos do Departamento de Educação Fisica, docentes e convidados. O ato foi prestigiado por Diretores e Servidores da FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Com a formação da mesa, os trabalhos foram presididos pelo Prof.Dr.Marcelo Messias, Diretor da FCT/Unesp, com o primeiro pronunciamento com votos de boas vindas.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Ao lado do Diretor da FCT, a Coordenadora do curso de Educação Física, Profª.Drª.Camila Buonami da Silva e a Chefe do Deptº de Educação Física da FCT/Unesp, Profª.Drª. Márcia Regina Canhoto de Lima.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Anfiteatro I da FCT/Unesp que sediou o evento, recebeu grande número de participantes. A primeira e a última palestra foram ministradas pelo Prof.Dr.Ismael Forte Freitas Jr.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Prof.Dr.Rômulo Araujo Fernandes (DEF-FCT) teve atuação destacada como Moderador e membro dirigente da XII Semana da Educação Física na FCT/Unesp-2014

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A presença do Prof.Dr.Ismael Forte Freitas Júnior como Moderador e Palestrante – na Abertura e no encerramento do evento – valorizou ainda mais essa realização do Departº de Educação Física.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 08

CELLIJ RECEBE IMPORTANTE DOAÇÃO

Evento Comentários desativados

No dia 28 de Novembro, o Centro de Estudos em Leitura e Literatura Infantil e Juvenil/ CELLIJ, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente-SP – recebeu da Fundação Itaú Social, importante doação de livros de Literatura, representados por 49 exemplares constituídos de títulos e autores os mais diferentes. A entrega dessas preciosas obras foi feita pelos Srs. Sandro Martinês, em nome do Itaú (Projeto Saúde Global); Dr.Édison Kuramoto, Presidente da ONG “Coluna do Saber” e Prof.Dr.Milton Hirokazu Shimabukuro, um dos integrantes da ONG e docente da FCT/UNESP.

Os títulos em doação foram recebidos são considerados de extrema importância, sendo entregues no próprio local à Profª. Drª. Renata Junqueira de Souza, Diretora e Coordenadora do CELLIJ, que foi acompanhada pela Diretora da Biblioteca da Unesp, Teresa Raquel Vanalli e pela Servidora Silvana Silgueiro. Os livros que vieram acondicionados numa caixa – além de conter excelentes títulos de autores renomados – vem enriquecer ainda mais o acervo da Biblioteca. São obras que representam novas opções para o público que freqüenta o espaço literário infantil e juvenil.

Vale lembrar que os maiores beneficiados são as crianças e adultos, leitores da Literatura Infantil e Juvenil, cumprindo assim o objetivo do Programa Social e dos Projetos do Centro de Estudos, implantados no câmpus universitário da FCT/Unesp. É importante ressaltar que o Programa da Fundação Itaú Social tem por objetivo o apoio e elaboração de programas que visam o progresso das políticas públicas de educação. Uma de suas ações é representada pelo Projeto “Ler para uma criança”, que assim como nós, acredita no poder que a leitura tem na vida de uma criança.

O que é o CELLIJ ?

É um centro localizado no Câmpus da Unesp em Presidente Prudente, onde ocorrem inúmeros projetos, voltados à área de leitura e literatura infantil e juvenil. Esses projetos, geralmente são financiados por órgãos responsáveis dedicados à pesquisas acadêmicas. No espaço, ainda se encontra a Biblioteca Infantil de Prudente – B I P – motivo das doações do Programa Social do Itaú.

Enfim, a Caixa que o Programa doou para o CELLIJ – com 49 títulos entre infantis e juvenis – já foram cadastrados e se encontram à disposição de todos os usuários inscritos ou interessados em conhecer essas novas e maravilhosas obras da literatura. Agora fazendo parte do acervo da Biblioteca do Centro de Estudos em Leitura e Literatura Infantil e Juvenil da FCT/Unesp. A B I P agradece a iniciativa e parabeniza a Fundação Itaú Social, pela brilhante iniciativa.

Profª.Renata: contemplada no PROCAD

A Profa. Dra. Renata Junqueira de Souza, docente do Departamento de Educação e pesquisadora do PPGE foi contemplada no Programa Nacional de Cooperação Acadêmica (PROCAD), através de um novo Edital (Número 071/2013). O programa PROCAD tem por objetivo apoiar projetos conjuntos de ensino e pesquisa, em instituições distintas que estimulem a formação pós-graduada e, de maneira complementar a graduada. Também foi incluída a mobilidade docente e discente, visando a diminuição das assimetrias regionais observadas no Sistema Nacional de Pós-Graduação – SNPG.

A Professora Renata estará atuando em parceria com a Profa. Cynthia Girotto da Unesp/Marília e as Profas. Fabiane Bularmaque da Universidade de Passo Fundo/RS e Maria Amélia Dalvi da Universidade Federal do Espírito Santo. A finalidade principal dessa atividade é o desenvolvimento do projeto intitulado “Leitura nas licenciaturas: espaços, materialidades e contextos na formação docente” (resumo do projeto). Em síntese: o objetivo é analisar o perfil leitor de universitários ingressantes nas licenciaturas de Letras e Pedagogia de quatro universidades brasileiras.

Com esse trabalho já programado para 2015, serão apontados princípios, conhecimentos e ações pedagógicas para a formação de leitores na universidade, reconhecida como espaço privilegiado de mediação da leitura e de circulação de práticas de leitura. Êxito, com toda certeza, considerando a capacidade demonstrada no decorrer dos anos pela Profª.Drª.Renata Junqueira de Souza, ao desenvolver suas atividades profissionais à frente do CELLIJ e outros órgãos representativos da FCT/Unesp. Congratulações à Profa. Renata e toda sua equipe de pesquisadores, por mais esta brilhante conquista.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O CELLIJ – Centro de Estudos em Leitura e Literatura Infantil e Juvenil – funciona no Câmpus da Unesp em Presidente Prudente e recebe importantes visitas.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Em sua nova sede inaugurada recentemente também se encontra a Biblioteca Infantil de Prudente – B I P – e uma de suas ações é o Projeto: ”Ler para uma criança”

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Fundação Itaú Social reconheceu a importância desse empreendimento cultural e ofereceu em doação uma caixa contendo 49 títulos, de autores renomados para enriquecer o acervo.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
As obras doadas pela Fundação Itaú Social, foram recebidas pela Diretora do CELLIJ, Profª.Drª. Renata Junqueira de Souza, pela Diretora da Biblioteca da Unesp, Teresa Raquel Vanalli e Silvana Silgueiro.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Em nome do CELLIJ e da Biblioteca Infantil de Prudente – B I P – a Profª.Drª. Renata Junqueira de Souza externou seus agradecimentos à Fundação Itaú Social, pela doação e apoio recebidos.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 08

Num mesmo dia (02 de Dezembro),duas novas teses de Doutorado/Geografia, foram agendadas e defendidas publicamente na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Campus de Presidente Prudente –SP. A primeira defesa foi desenvolvida no Anfiteatro III (Prédio Educação Física), pelo candidato Robson Munhoz de Oliveira do Programa de Pós-Graduação em Geografia, sob o tema: “Vivendo nos interstícios do Cerrado: encurralados entre o Agronegócio e as Unidades de conservação”.

Já o segundo candidato – Ronaldo Rodrigues de Araujo – do Programa de Pós-Graduação em Geografia, apresentou-se perante a Comissão Examinadora, reunida no Anfiteatro II. Tema escolhido para a defesa pública: ”Clima e vulnerabilidade sócio-espacial: uma avaliação dos fatores de risco na saúde da população urbana do município de São Luis (MA)”.

O candidato ao titulo de Doutorado/Geografia, Robson Munhoz de Oliveira, teve como sua Orientadora a Profª.Drª.Rosângela Aparecida de Medeiros Hespanhol, do Departamento de Geografia da FCT/UNESP, que além de compor e presidir a mesa de trabalhos, também teve atuação destacada na Banca Examinadora. Fizeram parte dessa Comissão, os seguintes docentes: Prof.Dr. Adriano Rodrigues de Oliveira, do Instituto de Estudos Sócio-Ambientais da Universidade Federal de Goiás; Prof.Dr.Messias Modesto dos Passos; Prof.Dr.Carlos de Castro Neves Neto, do Programa de Pós-Graduação em Geografia, ambos do Câmpus da FCT/UNESP de Presidente Prudente e Profª.Drª. Ana Ivania Alves Fonseca, da Universidade Estadual de Montes Claros/MG.

O Doutorando Ronaldo Rodrigues de Araujo se apresentou ao lado do Orientador, Prof.Dr.João Lima Sant’anna Neto, do Departamento de Geografia da FCT/UNESP – Câmpus de Presidente Prudente – SP (que presidiu os trabalhos após formação da mesa). Atuaram ainda como integrantes da Banca Examinadora: a Profª.Drª. Margarete Christiane de Costa Trindade Amorim, do Departamento de Geografia da FCT/UNESP; Prof.Dr.Charlei Aparecida da Silva, da Universidade Federal Grande Dourados/MS; Profª.Drª. Natacha Cíntia Regina Aleixo, da Universidade do Estado do Amazonas e Profª.Drª.Maria Elisa Zanella, do Departamento de Geografia da Universidade Federação do Ceará.

As duas teses em síntese

Ronaldo Rodrigues de Araujo diz em sua defesa de tese de Doutorado, que o objetivo da pesquisa foi analisar como o clima, associado aos tipos de materiais construtivos em áreas de vulnerabilidade sócio-espacial, compromete a saúde da população urbana do município de São Luis/MA. Acrescenta que foram realizados monitoramentos e avaliações sobre o conforto térmico em ambiente interno de 9 residências, com padrões construtivos diferentes, especialmente a cobertura em áreas, usando mini estações digitais de temperatura e umidade relativa do ar, com freqüência de amostragem de uma hora durante o período de Outubro a Novembro de 2012.

Esclarece o Doutorando que “a análise dos dados do monitoramento termo higrométrico indicaram haver maiores casos de situação negativa para o conforto térmico nas residências que fazem uso da cobertura de fibrocimento, apesar de ser identificado também esse resultado nas residências com cobertura de cerâmica, quando combinados com outros fatores construtivos e determinada ação dos agentes climáticos”

Na conclusão da tese: “Através de correlação estatística, observou-se que dentre as doenças que compõe o grupo das doenças circulatórias indicou haver aumento nos casos de internação de AVC com os registros das temperaturas máximas em São Luis. Os resultados corroboram a hipótese de que as residências que fazem uso de materiais construtivos precários em áreas de vulnerabilidade sócio-espacial, apresentam maior impacto negativo à saúde dos moradores. As habitações dessas áreas produzem o oposto daquilo que se espera de qualquer abrigo humano, pois pioram a condição do ambiente e prejudicam a saúde de seus ocupantes” – finaliza Ronaldo.

Comunidades tradicionais dos Cerrados

Robson Munhoz de Oliveira, abre sua defesa de tese destacando alguns elementos teóricos para compreender o sistema agroextrativista articulado por comunidades tradicionais do Cerrado no município de Chapada Gaucha, na microrregião geográfica de Januária/MG e o papel dessas comunidades na conservação da natureza, tendo o extrativismo de frutos nativos como alternativa de geração de renda e reprodução sociocultural.

Com o desenvolvimento dessa pesquisa, concluiu-se que esse conceito sócio-ambiental vem obrigando os agricultores da região – pequenos posseiros na sua maioria – ao cercamento de suas terras em pequenas glebas. De modo que quase não existem mais áreas de uso comum na atualidade. Por um lado, devido à força do agronegócio ligado à produção de eucalipto, pinus, soja e sementes de capim, que vem paulatinamente suprimindo os territórios no município de Chapada Gaucha. De outro lado, verifica-se a omissão do Estado no que toca ao reconhecimento do papel dos agroextrativistas para conservação dos ecossistemas naturais. Mas presentes na implementação de Unidades de Conservação fundamentada em um arcabouço normativo que criminaliza as práticas inerentes ao modo de vida das comunidades tradicionais.

Plantar nas veredas, à solta do gado nos Gerais; caçar, cortar madeiras e partes da palmeira buriti para construção de casas, currais e diversos utensílios de uso no cotidiano, dentre outras variedades, são as práticas condenadas. Nesse contexto – frisa o Doutorando – “buscaremos demonstrar como o extrativismo de frutos nativos do Cerrado pode ser tomado como uma alternativa para geração de renda, frente a outras formas de uso da terra. De maneira que esses agentes tornem-se aliados na conservação da natureza” – conclui Robson.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Perante a Comissão Examinadora, reunida no Anfiteatro II da FCT/UNESP, o candidato Ronaldo Rodrigues Araujo – do Programa de Pós-Graduação em Geografia – defendeu publicamente sua tese de Doutorado.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Doutorando teve como seu Orientador, o Prof.Dr.João Lima Sant’anna Neto, do Departamento de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente-SP.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O candidato Robson Munhoz de Oliveira se apresentou para a defesa de tese de Doutorado/Geografia, tendo como sua Orientadora a Profª.Drª. Rosângela Aparecida de Medeiros Hespanhol, do Departamento de Geografia da FCT/UNESP.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Doutorando em sua defesa de tese deu enfoque especial ao problema dos Cerrados, encurralados entre o Agronegócio e as Unidades de conservação. Robson é integrante do Programa de Pós-Graduação em Geografia.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 08

Nos últimos dias do mês de Outubro deste ano, o Professor Assistente Doutor João Rodrigues Nunes, do Departamento de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Câmpus de Presidente Prudente – SP, prestou concurso público de títulos e provas no conjunto das disciplinas “Geomorfologia”, “Geografia Física” e “Pensamento Geográfico”, ao qual se inscreveu previamente.

O Professor Doutor Eliseu Savério Sposito, do Departamento de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Campus de Presidente Prudente – SP foi escolhido para presidir as atividades do concurso, com a formação da mesa, cujos trabalhos foram realizados nos dias: 30 e 31 de Outubro, nas dependências do Anfiteatro VII da FCT/Unesp. Título da tese: “Práxis Geográfica e suas Conjunções”.

Na sequência foi constituída a Comissão Examinadora, integrando os seguintes docentes: Prof.Dr.Archimedes Perez Filho, Titular do Departamento de Geografia do Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas/UNICAMP; Profª.Drª.Dirce Maria Antunes Suertegaray, Titular do Departamento de Geografia do Instituto de Geociências da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Prof.Dr.João Lima Sant’anna Neto, Titular do Departamento de Geografia da FCT/Unesp; Prof.Dr. Jurandyr Luciano Sanches Ross, Titular do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo/USP e Prof.Dr.Eliseu Savério Sposito, Titular do Departamento de Geografia da FCT/Unesp.

Concurso Público de Títulos e Provas

Na conclusão dos trabalhos , na noite de 31 de Outubro de 2014 para obtenção do título de Livre-Docente em Geografia Física, do Departamento de Geografia da FCT/Unesp, disse o Professor Assistente Doutor, João Osvaldo Rodrigues Nunes:“Desde a sua sistematização como ciência, a Geografia, seja através dos diferentes métodos de produção do conhecimento científico, ou das categorias e conceitos delineadores do pensamento geográfico, tem buscado a interdisciplinaridade com as diversas áreas da Geografia Física e da Geografia Humana. Conforme Moreira (2011), essa trajetória de integração foi maior ou menor, de acordo com as fases paradigmáticas que a Geografia tem passado: o paradigma holista da baixa modernidade, o fragmentário da modernidade industrial e o holista da hipermodernidade (ou pós-modernidade).

Em todas essas fases, uma das formas de buscar a articulação entre as dinâmicas sociais e a natureza tem sido através do método de pensamento. Desse modo, tomando o método como o vetor de articulação na produção do conhecimento, a presente tese de Livre Docência tem por objetivo refletir sobre as principais referências que tenho utilizado para discutir Geografia, Natureza e Sociedade e suas inter-relações, tomando como base o materialismo histórico e dialético e o pensamento complexo na construção de uma Geografia que caminhe para a conjunção entre os saberes das áreas ambientais (Geografia Física) e das humanidades (Geografia Humana).

Como exemplos de articulação entre as dinâmicas da sociedade e da natureza, são apresentados dois estudos de caso, sendo um com os assentados do Assentamento Rural Nova Esperança, localizado no município de Euclides da Cunha – SP, e o outro, com o Sr. Mario Ogassawara, pequeno proprietário rural, cuja propriedade situa-se no município de Álvares Machado – SP. Em ambos, foram implantados projetos de recuperação de áreas degradadas por erosão hídrica mediante o uso de técnicas (mecânicas e edáficas) e matérias de baixo custo (bambus, sacos de ráfia e juta, plantio de espécies nativas etc.), de forma coletiva.

As duas experiências de práxis vivenciadas, conjugando teoria e prática, mostram a possibilidade de realização de estudos integrados na Geografia Contemporânea, tendo como vetor principal de condução o método, que neste caso é o materialismo histórico, através da dialética materialista e sua conjunção com a dialógica do pensamento complexo. É pela práxis que tenho realizado um modo de fazer Geografia que permite ao conhecimento ir para além da divisão entre o físico e o humano, no escopo da ciência geográfica” – concluiu o Professor Assistente Doutor João Osvaldo Rodrigues Nunes.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Prof.Assistente Doutor João Osvaldo Rodrigues Nunes, habilitou-se ao Concurso público de títulos e provas para obtenção da Livre-Docência; e se apresenta perante a Comissão Examinadora

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O ato de defesa pública realizou-se no Anfiteatro VII da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP, sendo bastante prestigiado por docentes e discentes.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Os trabalhos aqui desenvolvidos estiveram sob a presidência do Prof.Dr.Eliseu Saverio Sposito, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp. Atuando também como Orientador do Prof.Dr.João Osvaldo Rorigues Nunes.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O concurso realizado nos últimos dias do mês de Outubro deste ano, foi bastante concorrido no conjunto de disciplinas: “Geomorfologia”, “Geografia Física” e “Pensamento Geográfico”, defendido brilhantemente pelo candidato, Prof.Dr.João Osvaldo.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Concluído o Concurso de Provas e Títulos,o Professor Assistente Doutor João Osvaldo Rodrigues Junior recebe cumprimentos de todos os integrantes da Comissão Julgadora, presentes no Anfiteatro VII da FCT/UNESP.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Por todos os méritos, o candidato foi aprovado com distinção, fazendo jus às homenagens e congratulações dos amigos, incluindo um Cartão de Prata entregueã num outro evento realizado no Câmpus da FCT/UNESP em Presidente Prudente – SP.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 02

Numa defesa de tese de Doutorado verificada no Anfiteatro II da FCT/UNESP, a candidata Carla Regina Caloni Yamashiro, do Programa de Pós-Graduação em Educação, no dia 24 de Novembro P.P. abordou o tema: “A Emergência da necessidade formativa docente” no campo discursivo da formação de professores no Brasil”. Foi sua Orientadora, a Profª. Drª. Yoshie Ussami Ferrari Leite, do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP, que também presidiu os trabalhos da mesa.

Também, atuaram como integrantes da Comissão Examinadora, os seguintes docentes: Prof.Dr.Alberto Albuquerque Gomes, do Departamento de Educação da FCT/Unesp – Presidente Prudente/SP; Prof.Dr.Pedro Angelo Pagni, do Departamento de Administração e Supervisão Escolar, da Faculdade de Filosofia e Ciências, de Marília/SP; Prof. Dr. Iria Brzizinski, da Pontifícia Universidade Católica/PUC de Goiás e Profª.Drª.Gabriela Zambão Abdian, do Departamento de Administração e Supervisão Escolar da Faculdade de Filosofia e Ciências, de Marília/SP.

O trabalho desenvolvido pela candidata ao título de Doutorado/Educação se resumiu da seguinte forma: foi vinculado à linha de pesquisa “Políticas Públicas, Organização Escolar e Formação de Professores”, tendo como interesse o estudo da emergência do tema/objeto ‘‘necessidade formativa de professores’’ no discurso da formação de professores no Brasil. Esse interesse surgiu a partir de leituras de textos de Michel Foucault sobre o nexo entre a produção de saber e o exercício do poder e os seus efeitos na subjetivação do indivíduo e na regulação da população; e a partir de leituras sobre a produção do discurso enquanto arena do exercício do poder e da estratégia de governamento.

Perante a Comissão Examinadora, Carla Regina Caloni Yamashiro ressaltou que “o objetivo geral desta pesquisa é compreender as condições que proporcionaram a emergência da necessidade formativa docente no campo discursivo da formação de professores atualmente no Brasil. Os objetivos específicos são identificar, descrever e analisar os regimes de verdade produzidos pelos discursos do âmbito da política educacional, mais especificamente, da política de formação continuada de professores, no Brasil, que colocam a análise de necessidades de formação de professores dentro da ordem do discurso da política de formação de professores; e compreender quais são os efeitos provocados pelo exercício do poder biopolítico no discurso da formação de professores na atual política de formação de professores no Brasil”.

A Doutoranda acrescentou: “A metodologia deste trabalho corresponde à análise discursiva de textos articuladores das políticas de formação de professores no Brasil, cujas ferramentas usadas para a análise foram a norma, a função autor e o comentário. A partir da análise foi possível observar que a emergência da ‘necessidade de formação docente’ coexiste com a emergência de outros temas como a inclusão de todos na educação escolar, a emergência da aprendizagem permanente enquanto estratégia biopolítica de subjetivação do indivíduo professor e de sua população em um tipo de sujeito homo oeconomicus da educação” – concluiu

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A candidata Carla Regina Caloni Yamashiro, do Programa de Pós-Graduação em Educação se apresentou perante a Comissão Examinadora na FCT/Unesp, para sua defesa de tese de Doutorado.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Doutoranda teve como Orientadora, a Profª.Drª.Yoshie Ussami Ferrari Leite, do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 30

Para atender a demanda de usuários com deficiência visual e baixa visão, tanto da comunidade interna quanto da comunidade externa da Unesp, a Biblioteca da Faculdade de Ciências e Tecnologia, Campus de Presidente Prudente, estabeleceu o Serviço de Inclusão e Acessibilidade à Informação (SIAI).

Através de equipamentos de tecnologia assistiva, o serviço visa possibilitar a este público o acesso aos recursos bibliográficos e informacionais existentes, tão necessários para o desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão. A implantação foi iniciativa da Coordenadoria Geral de Bibliotecas (CGB), por meio do Grupo de Acessibilidade da Rede de Bibliotecas da Unesp (GARBU), em parceria com o Laboratório de Acessibilidade e Desenvolvimento (LAD), Campus de Araraquara.

Na FCT, a Biblioteca recebeu os seguintes equipamentos e softwares para atender os usuários: Plusteck (possibilita a digitalização e leitura de documentos impressos); Victor Reader Stream (leitor portátil de livros); Lupa eletrônica (auxílio de ampliação ótica para pessoas com baixa visão); Linha Braille (reproduz em Braille o que está na tela do computador); Conjunto básico gratuito (scanners de voz e softwares leitores de tela).

Para o funcionamento do serviço, a biblioteca segue seu regulamento local, respeitando as diretrizes estabelecidas pelo GARBU. Os usuários, uma vez cadastrados no sistema da biblioteca e comprovando a deficiência poderão utilizar os equipamentos específicos para manejo e leitura de documentos e ainda ter acesso aos arquivos digitalizados por eles mesmos. Como pré-requisito para uso do serviço, o usuário deverá ter conhecimento de Informática.

Horário de Atendimento

O serviço é oferecido às terças e quintas, das 9h às 11h, mediante agendamento prévio, com o acompanhamento de um servidor técnico-administrativo da biblioteca.

Para outras informações
Site: Biblioteca da FCT
Fone: (18) 3229-5463
E-mail: bibref@fct.unesp.br

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Serviço de Inclusão e Acessibilidade à Informação – SIAI – acaba de ser implantado na FCT/UNESP e funciona às 3ªs e 5ªs feiras.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Quem chega à Biblioteca, pode se orientar através das áreas demarcadas, visando dar a melhor assistência e facilidade aos necessitados.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Para o atendimento público é indispensável que os interessados sejam cadastrados previamente. O expediente é de curta duração:entre 9/11 hrs – às 3ªs e 5ªs feiras.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Para que os usuários sejam bem atendidos, uma das exigências é representada pelo acompanhamento obrigatório de um Servidor Técnico Administrativo da Biblioteca da FCT.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Muitos são os equipamentos aqui disponibilizados para prestar o melhor serviço respeitando as diretrizes estabelecidas pelo Grupo de Acessibilidade da Rede de Bibliotecas da Unesp.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP