dez 01

Em comemoração aos quinze anos da PPGE, realizou-se na FCT/Unesp o X Seminário de Pesquisa

Evento realizado 22 a 25 de Novembro de 2016 contou com a participação de Docentes e Discentes de Pós-Graduação em Educação. Presença de convidados especiais de outras Universidades, cuja finalidade foi uma só: debater, discutir e avaliar os projetos de pesquisa. Tanto de estudantes de Mestrado, como também de Doutorado desse Programa (PPGE), que acaba de completar quinze anos de existência. Juntamente com o X Seminário de Pesquisa, cuja participação foi considerada positiva

A finalidade do evento é qualificar ainda mais o trabalho realizado pelos discentes, tendo-se em vista a produção de conhecimento de qualidade para a Educação. De forma geral e para a Educação Escolar, especificamente – disse o Prof.Dr.Irineu Tuim Viotto Filho – Coordenador desse programa, juntamente com a Profª.Drª. Maria Raquel Miotto Morelatti.

Num balanço geral se concluiu que foram desenvolvidas 30 bancas de avaliação dos projetos de estudantes em processo de qualificação. Todos eles matriculados no ano letivo de 2016, sendo que também fizeram parte da banca os estudantes e respectivo Orientador. Assim como Professores Doutores, pela avaliação do Projeto de Pesquisa. Além das Bancas de argüição dos projetos de pesquisa, foram realizadas três palestras, contando com a participação de pesquisadores de outras regiões.

De um modo geral, o PPGE conquistou a adolescência e já apresenta produção qualificada e comprovada ao longo de sua trajetória. Sobretudo no que se refere à produção de conhecimento científico, que acrescenta valor à humanidade. Assim como na formação de profissionais competentes para a educação superior, comprometidos com a devida transformação qualitativa da Educação. Mas sobretudo da Educação Escolar Pública de nosso país.

Como referencial: o X Seminário de Pesquisa – ao longo de quatro dias de realização na FCT/Unesp – celebrou uma das mais importantes conquistas do Programa, integrando Estudantes, Docentes e outros Pesquisadores. O objetivo foi cumprido satisfatoriamente, criando condições diferenciadas para se pensar a Educação e a produção do conhecimento, numa direção crítica e humanizadora.

Seminário de Pesquisa

O evento comemorativo aos quinze anos de história do Seminário de Pesquisa da PPGE, teve sua abertura na noite de 22 de Novembro, no Anfiteatro I da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente. Presença e participação dos Coordenadores: Prof.Dr.Irineu Tuim Viotto Filho e Maria Raquel Miotto Morelatti.

Em seguida, mesa redonda, com abordagem de “Fatos, memórias e conquistas”. Mediação da 1ª.Coordenadora: Profª.Drª.Maria Suzana Di Stefano Menin (PPGE); 1ª.Vice-Coordenadora: Profª.Drª. Yoshie Ussamu Ferrari Leite e do 1º Formando pelo PPGE: Prof.Dr.Marcos Vinicius Francisco (UNOESTE).

Nos dias seguintes, realização de argüição, exposição, homenagem aos docentes e outras duas mesas redondas, sobre temas diferenciados, como: “Pós-Graduação em Educação: história e produção do conhecimento”, pelos docentes: José Luis Sanfelice, da UNICAMP/UNIVAS e Alberto Albuquerque Gomes, do PPGE.

No dia 25 de Novembro: “O papel do PPGE na historia da PG em Educação da Unesp”, pelos docentes: Alda Marin Junqueira, da PUC/São Paulo e Alberto Albuquerque Gomes, do PPGE.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Coube ao Coordenador do PPGE, Prof.Dr.Irineu Tuim Viotto Filho presidir os trabalhos de Abertura do X Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Educação, no Anfiteatro I da FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O local onde se realizou o evento – de 22 a 25 de Novembro – reuniu grande número de participantes, cabendo à Profª.Drª. Maria Suzana Di Stefano Menin (1ª.Coordenadora), a missão de conduzir os trabalhos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Vice-Coordenadora, Profª. Drª. Yoshie Ussamu Ferrari Leite teceu considerações sobre as atividades do Programa de Pós-Graduação em Educação, comemorando agora seus 15 anos de implantação na região.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Os participantes deste evento acompanharam com o maior interesse, os assuntos postos em discussão; e além disso, puderam conhecer o 1º Formando do PPGE, Prof.Dr.Marcos Vinícius Francisco/UNOESTE.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Mesa redonda que marcou o encerramento do X Seminário de Pesquisa da PPGE, reuniu além dos Coordenadores, uma convidada especial: a Profª.Drª.Alda Maria Junqueira, que no ato representou a PUC/SP.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 28

NOVEMBRO: MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Evento Comentários desativados

As comemorações aconteceram através de intervenções teatrais e palestras no SESC/Thermas de Prudente.

O mês de Novembro marcou a realização de importantes eventos diretamente ligados à história brasileira. Com ênfase especial nas comemorações dedicadas à consciência negra. Com isso, a promoção se desdobrou não só em locais diferentes, como também no calendário anual de Novembro, com destaque no dia 1º, na semana e no mês da consciência negra. Com duas intervenções teatrais do coletivo Mãos negras. Tema do Seminário: “Acorda Causa Negra”.

O Seminário de Consciência Negra é um evento anual prestigiado pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – e organizado pelo Coletivo Estudantil “Mãos Negras”: juntas construindo uma sociedade livre de racismo e preconceito. O evento comemorativo realizou-se em parceria com o SESC/Thermas de Prudente.

Em sua quarta edição, o seminário trouxe como tema (Acorda causa negra), proposto para continuar as discussões de empoderamento negro que aconteceram nos anos anteriores. O tema constituído propôs e adotou formas de combate ao genocídio do feminismo e da população negra, como agenda indispensável. Tudo isso, visando compartilhar experiências de sucesso no combate ao racismo.

Extensa programação

A Profª.Ivonete Alves é quem faz o relato: Pela 1ª vez, o IV Seminário de Consciência Negra realizado nos dias 17 e 18 de Novembro no Sesc/Thermas de Prudente, cumpriu extensa programação. O evento contou inclusive com a 1ª mesa redonda (Enegrecendo o feminismo), tendo como participantes, Tais Teles e Priscila Novaes interpretando “Mulheres de Ori”.

A Coordenadora informa ainda a realização de minicursos – com o objetivo de registrar experiências intra-acadêmicas – e da militância do movimento negro. Para tanto – diz ela – propomos atividades culturais com exposições e intervenções, discussões e mesas redondas, que foram bastante prestigiada pelas pessoas interessadas.

Como consequência, no dia 18 de Novembro no Sesc/ Thermas de Prudente: realizou-se nova mesa redonda no período noturno, com enfoque especial nas “Formas de combate ao genocídio da população negra”. Participantes: Ivonete Alves e Vinícius de Almeida.

Ações conjuntas

“Esta é a forma que influencia, reverbera e propõe ações conjuntas de combate ao racismo. Com especial atenção nas atividades afrocentradas. Sejam elas: de aplicação do Estatuto da Igualdade racial e demais legislações pautadas pelo Movimento Negro, ora em vigor no país. Como também, na implementação da Lei 10.639/2003 e sua Diretriz Curricular. De legislações pautadas pelo Movimento Racial e demais ações pautadas pelo Movimento Negro. Ora em vigor no país ou nos acordos internacionais. Ou ainda: nos acordos internacionais, dos quais o Brasil é signatário” – conclui a Professora Ivonete.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No SESC/Thermas de Prudente, a Profª. Ivonete Alves coordenou toda a programação alusiva ao mês da Consciência Negra (Novembro).

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
– A comunidade local se fez presente, a fim de prestigiar a realização de vários eventos alusivos aos eventos da Consciência Negra.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Aqui, uma ilustração que chamou a atenção dos participantes do evento comemorativo ao dia, semana e mês da Conciência Negra.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Uma programação especial qu e incluiu minicursos, palestras e mesas redondas marcou o período de comemorações no SESC/Thermas de Prudente.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O publico presente nesta e outras promoções culturais e científicas, teve a oportunidade de dialogar e expor suas idéias sobre os temas debatidos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Marcando o final das comemorações alusivas ao mês da Consciência Negra, a Professora Ivonete Alves, externa seus agradecimentos pelo apoio.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 26

XI SEAUPP – UM DOS MAIORES EVENTOS

Evento Comentários desativados

De 07 a 11 de Novembro realizou-se o XI Simpósio de Engenharia Ambiental da Unesp de Presidente Prudente – que surpreendeu – pelo número de participantes.

Com abertura solene no Auditório/Discente V pelo Vice-Diretor, Prof.Dr.José Carlos Silva Camargo Filho, foi desenvolvido no período de 07 a 11 de Novembro de 2016, o XI Simpósio de Engenharia Ambiental da Unesp de Presidente Prudente. O evento reuniu centenas de participantes, incluindo profissionais da maior expressão – especialmente convidados – para proferir palestras e ministrar minicursos, bem como visitas técnicas a locais previamente determinados. Coordenação da Profª.Drª. Encarnita Salas Martin, do Departamento de Planejamento, Urbanismo e Ambiente, da FCT/Unesp.

No Boulevard “Messias Meneguette Jr” – ao lado do Auditório/Discente V, funcionou de forma eficiente durante a realização do Simpósio, uma ampla exposição de trabalhos, devidamente identificados que foram apresentados por empresas especializadas da região, com “Pitch’s e Stands”. Os espaços disponibilizados foram totalmente ocupados por ongs, empresas, órgãos públicos e entidades diversas. Dentre as quais, a GeoAmbiental, Energisa, Codasp, América,BS/FGV e outras. Uma indústria da cidade, especializada na produção de Cogumelos e a Estação Ecológica “Mico Leão Preto” (Unidade de Conservação Federal) também fizeram parte dessa exposição inédita, realizada em Presidente Prudente.

No 1º dia de realização desse evento, participaram: o Promotor de Justiça Estadual do Meio Ambiente, Gabriel Lima de Paula Pires, abordando em sua palestra a “Exposição aos Agrotóxicos e Gravames à Saúde e Meio Ambiente”. Alexandre Godinho falou sobre “Possibilidades de desenvolvimento no oeste paulista”. José Carlos de Oliveira, Arruda e Haroldo Borges (Pesquisador IPE) abordaram a “Agricultura familiar e produção sustentável”.

Importantes palestras

No período da tarde, duas palestras: “Práticas de conservação do solo: experiências no Oeste Paulista e no Sudoeste do Paraná”, com Rubens de Jesus André e Henrique Carlos M.Fraga. Finalmente, participação do Prof.Dr.Antonio César Leal, da FCT/Unesp; Leandro Franzen e Maria Glória F.Rodrigues, abordando: “Cooperativas de catadores de materiais recicláveis e Gerenciamento de resíduos sólidos urbanos: Experiências no Oeste Paulista, Sudoeste do Paraná e Cuba”.

No 2º dia do XI SEAUPP, a programação elaborada especialmente incluiu visitas técnicas com “Práticas de conservação do solo” por Diego Henrique Santos (da CODASP); Instituto Biogás; e ”Exploraçao de gás de Xisto no Pontal do Paranapanema”, com o Procurador da República e representante do MPF, Dr. Luiz Roberto Gomes. Em seguida, documentário sobre o Pontal do Paranapanema e mesa redonda, com o representante do MPE, Dr. Nelson Roberto Bugalho, José Fernandes Castilho e o ecologista Djalma Weffort, bem como representantes do MST.

No dia 09/Novº, a 1ª abordagem se relacionou às “Perspectivas da produção agropecuária para o Oeste Paulista”, com os Pesquisadores: Ricardo Firette e Andrea Cristina; “Panorama da Engenharia Ambiental no Brasil e no Estado de São Paulo e o papel do Associativismo; conquistas e desafios”, com o Engº Paulo Sérgio (da ANEAM e APEA); “Regulação Ambiental de propriedades rurais” com o Biólogo Thiago Roncon e “Resíduos da construção civil, gestão e aproveitamento” com Fernando Okimoto, da FCT/Unesp.

Visitas técnicas incluídas na programação

O dia 10/Novº foi reservado especialmente para visitas técnicas e trabalhos de campo, com Recomposição de APP no rio Capivari; Recepções de sucessão ecológica e gerenciamento de reserva florestal (APOEMA); Industrias cerâmicas e seu processo produtivo, face ao meio ambiente; Parque Estadual do Morro do Diabo; Corredor de Biodiversidade e Assentamento Rural. No encerramento do evento – dia 11/Novº – três palestras programadas – das 8 às 17hrs, com os seguintes temas: “Gerenciamento de Unidades de Conservação” com Natália (da Fundação Florestal) e Wesley Murad (Biólogo). A seguir: “Identidade e Personalidade do Oeste Paulista” por Bruno Toniello e Guilherme Carvalho (da BS/FGV) e “Escolha de área e licenciamento de aterro sanitário” por Fernando Luizari e Rodrigo Coradello – da SCT – Engenharia Florestal e GeoAmbiental Engenharia – respectivamente.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Abertura do XI Simpósio de Engenharia Ambiental na Unesp/Presidente Prudente, na manhã do dia 07 de Novembro/2016 foi presidida p/Vice-Diretor, Prof.Dr.José Carlos Silva Camargo Fº.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O evento foi dos mais significativos, pois reuniu além de profissionais, um grande número de participantes, incluindo convidados, docentes e alunos de Graduação e Pós-Graduação.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Dentre os palestrantes convidados, presença e participação do Procurador da República e representante do MPF-Regional de Prudente- Dr. Luiz Roberto Gomes, que falou sobre “Gás de Xisto”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Os temas aqui abordados foram os mais diversificados. Com abordagem especialmente nos problemas ambientais que mais preocupam a comunidade local e regional, com ampla exposição.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Conservação do solo – é sempre um tema envolvente – que neste Simpósio de Engenharia Ambiental da Unesp/PP, mereceu destaque especial, com enfoque na sua importância atual.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Os palestrantes (que foram inúmeros) fizeram ampla exposição sobre os problemas que afligem a comunidade, revelando ao mesmo tempo o resultado obtido através de suas pesquisas.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Ao lado do Auditório/Disc.V, que sediou o XI Simpósio de Engenharia Ambiental na Unesp de Presidente Prudente, foram montados “Pich’s e Stands”envolvendo atividades diversas.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Palestrantes e Pesquisadores trouxeram para conhecimento público, os dados mais atualizados sobre a situação predominante nos pontos de maior desenvolvimento rural e urbano do país.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 24

ENTRE A PROIBIÇÃO E A CRIAÇÃO

Evento Comentários desativados

Doutoranda do Programa de Educação da FCT/UNESP defende tese sobre culturas lúdicas infantis na escola.

Tendo como Orientador, o Prof.Dr.José Milton de Lima, do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Presidente Prudente, a candidata Nair Correia Salgado de Azevedo defendeu tese de Doutorado na Sala de Videoconferência. A defesa pública foi desenvolvida no dia 18 de Nov de 2016, a partir das 13h45. Tema: “Culturas lúdicas infantis na escola: Entre a proibição e a criação”.

Fazendo parte da Comissão Examinadora, os seguintes docentes: Prof.Dr.Mauro Betti, do Departamento de Educação Física, da Faculdade de Ciências de Bauru/SP; Profª.Drª.Fátima Aparecida Dias Gomes Marin, do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da FCT/Unesp; Profª.Drª.Luciana Aparecida de Araujo Penitente, do Departº de Didática e Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Filosofia e Ciências/ UNESP – Câmpus de Marília/SP e Prof.Dr.Marcos Vinicius Francisco, do Programa de Pós-Graduação em Educação, da Universidade do Oeste Paulista/UNOESTE.

A tese desenvolvida

A Doutoranda Nair Correia Salgado de Azevedo deu início à sua defesa pública de tese de Educação, dizendo que o tema abordado, relaciona-se à produção das culturas lúdicas infantis, nos contextos escolares. Mesmo ocorrendo muitas formas de cerceamento dessas, com enfoque no jogo e na brincadeira. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de caráter etnográfico que usou de fundamentos da sociologia da infância para inserir as crianças como principais sujeitos durante esse processo acadêmico.

Os procedimentos metodológicos usados para a coleta de dados, tiveram a participação direta das crianças. Isso significa que foram realizados com e pelas crianças como: filmagens em video,registros em diários de campo individual e coletivo, entrevistas, produção de imagens (fotos-filmagens), diário coletivo e textos ilustrados. Como objetivo geral, essa pesquisa buscou observar, descrever e interpretar as experiências lúdicas em diversos ambientes – dentro de uma escola pública na cidade de Presidente Prudente/SP. E ainda: que se mostrassem relevantes para identificar o processo de construção da cultura lúdica das crianças. Entre a proibição e a criação.

Na defesa de sua tese, Nair Correia Salgado de Azevedo acentua: Sabemos que muitas vezes ocorre uma disciplinarização das crianças por meio do corpo e do não reconhecimento das culturas lúdicas infantis, nas escolas, além de a relação de poder entre adultos e crianças contribuírem para exista um hierarquia que contempla muito mais aspectos relacionados a conteúdos “mais importantes”, ocasionando assim, uma desvalorização da ludicidade por parte do adulto. As crianças porém, elencam os jogos e as brincadeiras como elementos importantes dentro da escola, pois, além de auxiliarem no processo escolar, contribuem com os aspectos relacionais e no processo de produção cultural da infância. O que implica enxergar as práticas lúdicas escolares, como um direito das crianças. Muitas delas vêem na escola um local privilegiado para que tais experiências aconteçam; e elas reivindicam tais ações.

Finalizando diz a Doutoranda: “As crianças nos indicaram que são muitas as ações de proibições das culturas lúdicas dentro da escola. Mas também nos mostraram que o contrário é possível, por meio da mediação do professor, como exemplo. Podemos concluir que as razões para que existam tantas proibições das manifestações culturais infantis nas escolas, podem ter origens históricas e até ideológicas. Mas isso não é sinônimo para que deixemos as coisas como estão. As crianças pedem que valorizemos suas opiniões e que possamos incluí-las nos processos educacionais, de maneira que elas possam participar da Educação como um todo”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Na Sala de Videoconferência da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp, a candidata Nair Correia Salgado de Azevedo (do Programa de Pós-Graduação em Educação ) defendeu tese de Doutorado perante a Comissão Examinadora.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O local onde foi desenvolvida a tese de Doutorado/Educação, reuniu grande número de participantes. Especialmente convidados se incluem: docentes, discentes,amigos e familiares da Doutoranda.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 23

NOVA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Evento Comentários desativados

Na última semana, mais uma defesa pública na FCT/Unesp – Geografia.

No Anfiteatro VII da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – a candidata do Programa de Pós-Graduação em Geografia, Gabriela Calderon fez sua defesa pública, sob orientação da Profª.Drª.Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim, do Departamento de Geografia da FCT/Unesp. O tema desenvolvido foi “Análise das variações térmicas e higrométricas em Tapejara/PR: Um estudo para o período de inverno”.

Integrando a Comissão Examinadora – além da Orientadora já mencionada – os seguintes docentes: Prof.Dr.João Lima Sant’ana Neto, do Departamento de Geografia da FCT/Unesp e Prof.Dr.José Carlos Ugeda Junior, do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso/UFMT.

A sessão destinada à defesa pública de dissertação de Mestrado/Geografia, foi desenvolvida no Anfiteatro II, no dia 18 de Novembro de 2016, a partir das 14h00.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro II da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Presidente Prudente, a candidata Gabriela Calderon fez sua defesa pública de dissertação de Mestrado/Geografia, perante à Comissão Examinadora aqui reunida.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 23

Guilherme Marini Perpétua (Pós-Graduação em Geografia), fez sua defesa pública.

Tendo como Orientador, o Prof.Dr.José Milton de Lima, do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Presidente Prudente, a candidata Nair Correia Salgado de Azevedo defendeu tese de Doutorado na Sala de Videoconferência. A defesa pública foi desenvolvida pela Doutoranda no dia 18 de Nov de 2016, a partir das 13h45. Tema: “Culturas lúdicas infantis na escola: Entre a proibição e a criação”.

Fazendo parte da Comissão Examinadora, os seguintes docentes: Prof.Dr.Mauro Betti, do Departamento de Educação Física, da Faculdade de Ciências de Bauru/SP; Profª.Drª.Fátima Aparecida Dias Gomes Marin, do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da FCT/Unesp; Profª.Drª.Luciana Aparecida de Araujo Penitente, do Departº de Didática e Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Filosofia e Ciências/ UNESP – Câmpus de Marília/SP e Prof.Dr.Marcos Vinicius Francisco, do Programa de Pós-Graduação em Educação, da Universidade do Oeste Paulista/UNOESTE.

A tese desenvolvida

A Doutoranda Nair Correia Salgado de Azevedo deu início à sua defesa pública de tese de Educação, dizendo que o tema abordado, relaciona-se à produção das culturas lúdicas infantis, nos contextos escolares. Mesmo ocorrendo muitas formas de cerceamento dessas, com enfoque no jogo e na brincadeira. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de caráter etnográfico que usou de fundamentos da sociologia da infância para inserir as crianças como principais sujeitos durante esse processo acadêmico.

Os procedimentos metodológicos usados para a coleta de dados, tiveram a participação direta das crianças. Isso significa que foram realizados com e pelas crianças como: filmagens em video,registros em diários de campo individual e coletivo, entrevistas, produção de imagens (fotos-filmagens), diário coletivo e textos ilustrados. Como objetivo geral, essa pesquisa buscou observar, descrever e interpretar as experiências lúdicas em diversos ambientes – dentro de uma escola pública na cidade de Presidente Prudente/SP. E ainda: que se mostrassem relevantes para identificar o processo de construção da cultura lúdica das crianças. Entre a proibição e a criação.

Na defesa de sua tese, Nair Correia Salgado de Azevedo acentua: Sabemos que muitas vezes ocorre uma disciplinarização das crianças por meio do corpo e do não reconhecimento das culturas lúdicas infantis, nas escolas, além de a relação de poder entre adultos e crianças contribuírem para exista um hierarquia que contempla muito mais aspectos relacionados a conteúdos “mais importantes”, ocasionando assim, uma desvalorização da ludicidade por parte do adulto. As crianças porém, elencam os jogos e as brincadeiras como elementos importantes dentro da escola, pois, além de auxiliarem no processo escolar, contribuem com os aspectos relacionais e no processo de produção cultural da infância. O que implica enxergar as práticas lúdicas escolares, como um direito das crianças. Muitas delas vêem na escola um local privilegiado para que tais experiências aconteçam; e elas reivindicam tais ações.

Finalizando diz a Doutoranda: “As crianças nos indicaram que são muitas as ações de proibições das culturas lúdicas dentro da escola. Mas também nos mostraram que o contrário é possível, por meio da mediação do professor, como exemplo. Podemos concluir que as razões para que existam tantas proibições das manifestações culturais infantis nas escolas, podem ter origens históricas e até ideológicas. Mas isso não é sinônimo para que deixemos as coisas como estão. As crianças pedem que valorizemos suas opiniões e que possamos incluí-las nos processos educacionais, de maneira que elas possam participar da Educação como um todo”.
Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Para a defesa de sua tese de Doutorado/Geografia, o candidato Guilherme Marini Perpétua se apresentou perante a Comissão Examinadora, reunida no Anfiteatro II da FCT/Unesp, no dia 16 de Novembro.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A tese defendida pelo Doutorando versou sobre “Pilhagem territorial e degradação do trabalho: a territorialização do capital arbóreo-celulósico no Brasil contemporâneo”, sob orientação do Prof.Dr.Antonio Thomaz Jr.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 22

Realizado no período de 16 a 19/Novº o XI SMAT reuniu centenas de participantes.

Sob a coordenação do Prof.Dr.José Carlos Rodrigues realizou-se na FCT/Unesp, o XI Simpósio de Matemática/SMAT que foi aberto oficialmente no dia 16/Novº pelo Vice-Diretor, Prof.Dr.José Carlos Silva Camargo Fº. O evento de quatro dias de duração teve o apoio dos seguintes docentes: Prof.Dr. Aylton Pagamisse; Pofª.Drª. Gilselene Sanches de Paulo; Prof.Dr. José Roberto Nogueira; Prof.Dr. Suetônio de Almeida Meira e Profª.Drª.Maria Raquel Miotto Morelatti (todos membros da Comissão Organizadora), bem como discentes do curso de Matemática Aplicada e Computacional.

Na programação elaborada especialmente para o período de 16 a 18/Novº constaram – além do ato inaugural no Auditório/Discente V – a realização de minicursos, palestras e debates versando sobre temas atuais. Começando pela Introdução aos Grupos e Álgebras de Lie, ministrada pelos Professores: Ronan Antonio dos Reis e Leonardo Kenji Kashimoto. Na programação seguinte, atuação dos Professores: José Carlos Rodrigues e Mônica Furkotter. Ref.”Aplicação da metodologia de resoluções de problemas e o conceito de perímetro”.

Introdução ao cálculo em escalas temporais – das 9h30 às 11hs – ficou por conta dos docentes: Patrícia Hilário Tacuri Cordova e Henrique Sonvenso Ambrosio. No mesmo período, a docente Regina Célia Ramos desenvolveu no minicurso 03M: ”O uso do ábaco aberto na construção dos algoritmos das operações básicas. O Prof.Dr.Maurício Araujo Dias,destacou: “Introdução às curvas elípticas aplicadas à Criptografia, ressaltando que hoje, as pessoas se comunicam amplamente, usando rede de computadores.

Sessão técnica, apresentação de trabalhos, atividades esportivas, minicursos e palestras deram continuidade à programação correspondente ao XI Simpósio de Matemática, estando presente para a palestra P1 – “PNDL na área de Matemática, breves traços de uma longa história”, pronunciada aos participantes do XI SMAT pelo Prof.Dr.Paulo Figueiredo Lima (da UFPe). Um olhar sobre algumas características que permearam a avaliação dos livros didáticos de Matemática.

Minicursos ministrados

Na sequência, outros miniscursos ministrados durante o evento SMAT: Flávio Gonçalves e Isabella Marinho Menezes, abordando “A Matemática em sinais”. Os docentes: Maria Raquel Miotto Morelatti, Eliel Constantino da Silva e Wellen Cristian Teixeira Rodrigues, defenderam “A tecnologia na Educação: a robótica e o ensino da Matemática”, enquanto os docentes José Roberto Nogueira e Elcie Sanches Eller, abordaram no minicurso o tema: “Equações de diferenças com aplicações na sala de aula”.

Os minicursos seguintes versaram sobre: “Tecnologia Assistiva para estudantes surdos no Ensino da Matemática”, pelos docentes: Elisa Tomoe Moriya Schlunzen, Danielle Aparecida do Nascimento dos Santos, Denner Dias Barros, Ana Mayra Samuel da Silva e Ana Virginia Isiano Lima. Silvery Nogueira de Almeida Salomão Neia, defendeu a “Otimização linear baseada em problemas”. Raquel Gomes de Oliveira e Érika Aparecida Navarro Rodrigues, defenderam o tema: “Resolução de problemas como tendência metodológica para o ensino e aprendizagem da Matemática Escolar” e finalmente, a docente Maria Célia Ramos desenvolveu: “O uso do Ábaco Vertical Aberto na construção dos algoritmos das operações básicas”. Toda a organização do evento se deve ao empenho do Departamento de Matemática e Computação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP.

Outras palestras

Na noite de 17/Novº, o principal convidado para proferir palestra, foi o Prof.Dr.Laurence Duarte Colvara – Pró-Reitor de Graduação da Unesp) que abordou a questão referente aos Cursos de Licenciatura em Matemática da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – “Problemas e Perspectivas”. Em seguida, o Pró-Reitor abordou outra questão em sua palestra: “Matemática bem na foto”. Professor Laurence acentuou: “A base teórica empregada para exercer essa mágica nas fotografias digitais faz uso da teoria de grafos, resolução de problemas de auto-valores e otimização matemática”.

A Profª.Drª. Vera Lúcia Carbone – da Universidade Federal de São Carlos/UFSCar, abordou o Teorema de Stampacchia para garantir existência de solução para um problema de contorno. O tema de sua palestra (que encerrou o evento XI SMAT),versou sobre “Existência de Solução para problemas com condições de Dirichlete Homogêna”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Vice-Diretor da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Presidente Prudente, Prof.Dr.José Carlos Silva Camargo Fº presidiu o ato de Abertura do XI Simpósio de Matemática/SMAT.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A 1ª palestra realizada no Auditório/Discente V da FCT/Unesp contou com a presença e participação do Prof.Dr. Paulo Figueiredo Lima – da Universidade Federal de Pernambuco.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O XI Simpósio de Matemática da FCT/Unesp reuniu docentes e discentes do curso de Matemática Aplicada e Computacional, sob a coordenação do Prof.Dr. José Carlos Roldrigues.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Outros convidados tomaram parte no evento, abordando nos minicursos e palestras proferidas em Presidente Prudente, com enfoque especial nos temas previamente estabelecidos para o SMAT/2016.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Neste Encontro de Matemáticos, não poderia faltar o Pró-Reitor de Graduação da Unesp, Prof.Dr. Laurence Duarte Colvara, aqui recepcionado pelo Vice-Diretor da FCT/Unesp e o Coordenador José Carlos Rodrigues.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Aqui, o palestrante (Prof.Dr.Laurence Duarte Colvara),dá sua versão abalizada sobre: “A base teórica empregada para exercer essa mágica nas fotografias digitais, resolução de problemas de altos valores e otimização matemática”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Os participantes do XI Simpósio de Matemática/2016, acompanharam com o maior interesse o tema desenvolvido pelo Pró-Reitor de Graduação da Unesp, Prof.Dr.Laurence Duarte Colvara, no Auditório/Discente V.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Marcando o encerramento deste evento dos mais significativos no Câmpus da Unesp em Presidente Prudente, a palestra com a Profª.Drª.Vera Lúcia Carbone, da Universidade Federal de São Carlos/UFSCar.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 17

O evento – considerado o maior da América Latina – reuniu delegações de todo o Estado

Desde o último final de semana, a cidade de Presidente Prudente sediou os Jogos Inter-Unesp/2016º, com representações esportivas da Atlética nas 23 unidades da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Na solenidade de abertura, presidida pelo Vice-Diretor da FCT/Unesp, Prof.Dr.José Carlos Silva Camargo Filho no Ginásio Municipal de Esportes estiveram presentes cerca de 2 mil pessoas. A maioria, representada por atletas de todo o Estado. Desde Sábado (12/Novº), as competições se desenvolveram em 14 praças esportivas cedidas pela municipalidade local e clubes sociais, até o encerramento dia 15 de Novembro.

Nesses Jogos Universitários, foram representadas as seguintes Unidades da Unesp: Araçatuba, Araraquara, Assis, Bauru, Botucatu, Dracena, Franca, Guaratinguetá, Ilha Solteira, Itapeva, Jaboticabal, Marília, Ourinhos, Registro, Rio Claro, Rosana, São João da Boa Vista, São José dos Campos, São José do Rio Preto, São Vicente, Sorocaba, Tupã e Presidente Prudente.

As competições envolvendo atletas – masculinos e femininos – foram realizadas nas seguintes modalidades: Tenis de mesa e de quadras; Tutsal; Basquete; Voley; Futebol; Atletismo; Natação, Xadrez e Judô. Torcidas organizadas marcaram presença em todos os locais, sendo a participação calculada em 10 mil visitantes que movimentaram a cidade em todos os aspectos.

Na noite de abertura, participação dos medalhistas olímpicos, Claudinei Quirino, Gustavo Henrique (Ouro nos Jogos Paralímpicos do RJ/2016) e Taislaine dos Santos, da Unesp. Esses Atletas consagrados, juntamente com a Secretária de Esportes de Presidente Prudente, Maria Cristina Borges Madeiral (Tuti) conduziram a tocha do fogo simbólico até o acendimento da Pira Olímpica no Ginásio Municipal de Esportes. Nesse mesmo local – diante da Tribuna de Honra – se desenvolveu a apresentação das principais equipes inscritas para participar dos Jogos Universitários Inter-Unesp/2016, em parceria com a Prefeitura Municipal.

A presença maciça de Atletas que vieram de cidades próximas ou distantes de Presidente Prudente mereceu registro especial do Vice-Diretor da FCT/Unesp (Professor Zeca); que elogiou a “Atlética” e a Liga Interuniversitária/LIEU de Esportes Universitários, pelo êxito desse evento realizado em Presidente Prudente. Do mais alto significado para o desenvolvimento do esporte amador ou profissional.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Abertura dos Jogos Universitários Inter-Prudente realizou-se no Ginasio Municipal de Esportes “Watal Ishibashi”, na noite de 12 de Outubro sendo presidida pelo Vice-Diretor da FCT/Unesp,Prof.Dr.José Carlos Silva Camargo Fº.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Além de autoridades locais, o Ginásio de Esportes acolheu na 1ª noitada cerca de duas mil pessoas, em sua maioria atletas inscritos para participar dos Jogos universitários da Unesp em Presidente Prudente.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
As delegações chamadas para o Desfile de Abertura se posicionaram num ponto do Ginásio Municipal de Esportes e a partir daí, cada Unidade da Unesp se fez representar na cidade-sede dos Jogos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Da Tribuna e Honra, o Prof.Dr.José Carlos Silva Camargo Fº foi anunciado para sua saudação em nome da cidade anfitriã, Presidente Prudente que acolheu não só os atletas, mas Tb milhares de visitantes.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Não só os atletas unespianos marcaram presença no desenvolvimento dos Jogos Universitários, mas também consagrados medalhistas olímpicos – especialmente convidados – para abrilhantar a festa esportiva.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Aqui, os atletas consagrados nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos vieram especialmente para conduzir a tocha do fogo simbólico para acendimento da Pira Olímpica, instalada especialmente na quadra esportiva.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Representando a Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, a Atleta Taislaine dos Santos procede – de acordo com o cerimonial – ao acendimento da Pira Olímpica, montada ao lado da Tribuna de Honra.

Balanço geral dos Jogos Universitários/2016

Foram quatro dias de intensa movimentação em todos os pontos de Presidente Prudente, onde foram realizados os Jogos Universitários, que chegaram ao final, com um saldo dos mais positivos. Os visitantes e a comunidade local e regional vibraram com os resultados alcançados. Premiação especial para as equipes anfitriãs que se desdobraram ao máximo para chegar ao pódio. Com isso, a Atlética da FCT/Unesp conquistou o 1º lugar, com 178 pontos a seu favor no “maior evento universitário da América Latina”. No cômputo geral de pontuação, Prudente sagrou-se Pentacampeã dos Jogos Universitários/2016.

Depois de Presidente Prudente, surge a representação de Bauru/SP, que obteve 158 pontos, na classificação geral, seguida por Rio Claro com 123 pontos. São José do Rio Preto vem em seguida, com 98 pontos: Botucatu com 90; Araraquara 83; Ilha Solteira 61; Franca 48; Guaratinguetá 44; Assis 38; Jaboticabal 35 e Marília 31 pontos. Na 2ª.Divisão do Inter-Prudente/2016 o titulo de campeã ficou para a Atlética de Araçatuba, que recebeu 201 pontos. Itapeva conquistou o 2º lugar, com 151 e Tupã com a pontuação equivalente a 148 pontos.

Mais um detalhe: a Bateria Furiosa que faz parte da representação local da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – arrebatou o grupo de acesso, com 1143 pontos, tendo recebido um troféu, uma medalha e um cheque no valor de R$500,00.

(Fotos cedidas por Jefferson Martins)

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Nas Pistas de Atletismo da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp, a movimentação foi intensa durante o último final de semana. Os Jogos Inter-Prudente despertaram a atenção de todos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Ginásio Municipal de Esportes “Watal Ishibashi” durante quatro dias, foram registradas competições de basquetebol (masculino e feminino), envolvendo equipes locais e de outra 23 Unidades da Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Euforia entre os integrantes das diversas equipes pela conquista da melhor pontuação e festa com características próprias da juventude atual. O público que prestigiou os jogos com sua presença foi a marca do sucesso.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Nessa festa inédita que a Unesp proporcionou às 23 delegações que representaram suas unidades, o reconhecimento pela atuação da Atlética e outros órgãos que contribuíram para o sucesso dos Jogos Inter-Prudente.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Mais uma vez a Bateria Furiosa da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – deu o maior show e de forma impressionante foi a vencedora do ano, com 114,3 pontos conquistados.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 16

Na FCT/Unesp foi o 1º Simpósio de Fisioterapia Baseada em Evidência

Pelo espaço de sete horas na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Presidente Prudente, graduados, graduandos, docentes e pós-graduados em Fisioterapia participaram de um dos mais importantes eventos do ano: I Simpósio de Fisioterapia Baseada em Evidência, a partir das 15h30 no Auditório/Discente V, com palestrantes especialmente convidados, dos quais, quatro docentes da Universidade de Sydney/Austrália. Também: o Editor chefe do Brazilian Journal of Physical Therapy, (Revista Brasileira de Fisioterapia), Prof.Dr.Leonardo Costa.

Os temas debatidos foram diversos. Desde o contexto atual de fisioterapia; recursos disponíveis para implementação; ensaios clínicos aleatorizados; fisioterapia respiratória/hospitalar; área de fisioterapia musculoesquelética e diretrizes clínicas como ferramenta para a prática do Fisioterapeuta. No encerramento, realizou-se uma mesa redonda com a participação de todos os palestrantes e o público presente.

De acordo com a programação elaborada pelos organizadores do evento, a 1ª apresentação dos Fisioterapeutas, ocorreu às 15h40 com o Prof.Dr.Rafael Zambelli Pinto, da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Em seguida, palestra do Prof.Dr.Mark Elkins – da Universidade de Sydney – abordando “Conceito, História e contexto atual da Fisioterapia baseada em evidências: uma perspectiva do editor chefe do Journal of Physiotherapy. O Prof.Dr.Leonardo Costa, do INICID falou sobre Fisioterapia – baseada em evidências no Brasil.

Zambelli teceu considerações sobre o evento pioneiro, destacando que o Simpósio teve por objetivo principal, disseminar e promover o conceito da Fisioterapia baseada em evidências entre os profissionais e futuros fisioterapeutas do Oeste Paulista. O evento teve palestras com aplicação prática, no qual, os palestrantes ilustraram por meio de casos clínicos. Como o fisioterapeuta deve buscar, interpretar e implementar os resultados de pesquisa de alta qualidade na sua prática clínica. O Simpósio reuniu 123 inscritos – incluindo alunos de graduação, pós-graduação e profissionais fisioterapeutas – da região de Presidente Prudente.

Outras questões

Na sequência, usou da palavra o Prof.Dr.Steve Kamper enfocando a questão dos recursos disponíveis para implementação da Fisioterapia, baseada em evidências. Posteriormente, o Prof.Dr.Mark Elkins retomou a palavra, destacando a implementação de revisões sistemáticas na prática clínica: Exemplo na área de Fisioterapia musculoesquelética. Steve Kamper e Mark Elkins fazem parte da Equipe da Universidade de Sydney/Austrália.

A Profª.Drª. Márcia Franco, da Unesp (Fisioterapeuta Doutora pela Universidade de Sydney/Austrália e Coordenadora do Processo de Indexação e avaliação do Guidelines na base de dados PEDro), foi a ultima palestrante que se apresentou como convidada. Ela teceu considerações sobre: Diretrizes Clínicas: Exemplo na área de Fisioterapia musculoesquelética. Após as 20h30 do dia 10 de Novembro, realizou-se uma mesa redonda envolvendo todos os palestrantes e a plateia presente no Auditório da FCT/Unesp, com discussão, perguntas e respostas.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
– Australianos da Universidade de Sydney, vieram pela 1ª vez até o Campus Universitário da Unesp em Pres.Prudente, para participar do I Simpósio de Fisioterapia Baseada em Evidência, realizado no dia 10/Novº.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A plateia representada por alunos de graduação, graduandos e pós-graduados em Fisioterapia surpreendeu pelo número de interessados que superlotaram as instalações do Auditório/Discente V.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Todas as poltronas foram ocupadas por discentes ou docentes do curso de graduação e pós graduação em Fisioterapia, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A mesa composta por ilustres professores da Universidade de Sydney/Austrália, teve também a participação de docentes que representam a Universidade Estadual Paulista ”Júlio de Mesquita Filho“ .

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Prof.Dr.Rafael Zambelli Pinto – da UNESP – fez as apresentações e anunciou um a um dos palestrantes inscritos para a defesa dos temas propostos pelo evento cultural e científico, realizado na FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Na etapa final, coube à Profª.Drª.Marcia R.Franco a atribuição de falar sobre Diretrizes Clínicas como ferramenta para a prática do Fisioterapeuta. Esta e outras palestras, tiveram excelente receptividade.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 14

1º Prêmio é conferido a um aluno da Unesp de Presidente Prudente

Competindo com centenas de concorrentes, o aluno do curso de Licenciatura em Matemática, da FCT/Unesp, Eliel Constantino da Silva conquistou o 1º Lugar no XXVIII Congresso de Iniciação Científica/CIC na área de Humanas. O trabalho foi desenvolvido sob orientação da Profª.Drª. Maria Raquel Miotto Morelatti (que além de Docente do Deptº de Matemática e Computação é docente e vice-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação), sendo produzido juntamente com o Licenciando Wellem Cristian Teixeira Rodrigues.

A 1ª fase classificatória do CIC na Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – realizou-se nos dias 22 e 23 de Setembro de 2016, onde o trabalho “O desenvolvimento da argumentação matemática na resolução de tarefas com a utilização de Robótica Educacional”,foi selecionado para a 2ª fase do Congresso que aconteceu nos dia 3 e 4 de Novembro em Bauru/SP. Na versão 2016, Eliel Constantino da Silva conquistou o 1º lugar – com Menção Honrosa na área de Humanas – no XXVIII Congresso de Iniciação Científica/CIC.

O laureado ingressou na FCT/Unesp em 2012 e no ano seguinte realizou sua 1ª pesquisa de iniciação científica vinculada ao Observatório da Educação, cujo objetivo era realizar um mapeamento da estrutura física e usos dos Laboratórios de Informática das Escolas Estaduais de Presidente Prudente. O Projeto foi financiado pela CAPES sob a coordenação da Profª.Drª.Sueli Liberatti Javaroni, da Unesp/Bauru. Após alguns meses, o aluno foi agraciado com uma Bolsa de Intercâmbio de dupla diplomação, através do Programa de Licenciaturas Internacionais, com 2 anos de Estudos na Universidade do Minho/Portugal.

Retornando ao Brasil, Eliel Constantino da Silva, em 2015 foi bolsista do Subprojeto PIBID-Matemática- da FCT/Unesp, onde surgiu o interesse de realizar atividades pautadas no Ensino Exploratório e tecnologia para a produção do conhecimento. Com isso, iniciou os estudos sobre Robótica Educacional e Ensino de Matemática com a orientação da Profª.Drª.Maria Raquel Miotto Morelatti.

Além dos estudos teóricos, Eliel desenvolveu projeto de pesquisa empírica em salas de aula de Matemática na Escola Estadual “Florivaldo Leal” de Presidente Prudente, com o uso de protótipos e programação de computadores, juntamente com alunos daquele educandário.

O objetivo era de que os estudantes construíssem o conceito de Equação Geral da Reta, através de tarefas realizadas com Robótica, sem que o Professor tivesse trabalhado tal conceito. O 2º e 3º momento da pesquisa caracterizaram-se pela realização de tarefas que trabalharam com o raciocínio do aluno e a Matemática. Por fim, houve a sistematização das tarefas realizadas.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O melhor trabalho no XXVIII Congresso de Iniciação Científica – área de Humanas – foi conferido ao Acadêmico Eliel Constantino da Silva, orientado pela Profª.Drª.Maria Raquel Miotto Morelatti, da FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Aqui, de forma detalhada o trabalho cientifico que deu a premiação do CIC a Eliel, classificado na 1ª fase em Presidente e na etapa final, em Bauru/SP nos dias 3 e 4 de Novembro de 2016.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Profª.Drª.Maria Raquel Miotto Morelatti, foi a Orientadora do aluno laureado em duas etapas: durante a realização da Residência Educacional (como bolsista da Fundap) em 2014 e depois,como Orientadora.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O mérito dessa nova conquista se deve também ao Licenciando Wellem Cristiam Teixeira Rodrigues, que cooperou de forma decisiva com a realização do trabalho científico que deu “Menção Honrosa” a Eliel, no XXVIII Congresso de Iniciação Científica/2016.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP