jun 16

Desde 2006 a FCT/UNESP – Câmpus de Presidente – desenvolve trabalhos voltados à terceira idade. Esse trabalho é denominado de UNATI – Universidade Aberta a Terceira idade, que é vinculada ao PROEX da UNESP. Nas principais atividades participam cerca de 80 pessoas, a partir dos 60 anos de idade. Aproximadamente quinze senhoras se dedicam semanalmente à confecção de trabalhos manuais, formando a Oficina de Bordados e a Oficina de Origami, onde confeccionam bordados, guardanapos, origami e outros trabalhos artesanais. Na UNATI também são desenvolvidas outras atividades como: Oficina de Memória, Taichi, Dança Senior e Exercícios Terapêuticos.

Esta foi a alternativa criada especialmente para valorizar o trabalho que a Universidade Pública promove em prol das pessoas idosas; que querem desempenhar alguma atividade útil e prática. Por isso é bom lembrar: a inserção do idoso no contexto acadêmico é uma das funções sociais da UNATI, que tem a coordenação geral do Prof.Dr.Augusto Cesinando, com seus desafios e conquistas. O termo “3ª idade” surgiu na França, no final dos anos 60 e só chegou ao Brasil, tempos depois.

No mês de Maio deste ano como forma alternativa, foi realizada a 1ª Exposição de Bordados, tendo como local a Praça da Geografia – ao lado do Anfiteatro II – que reuniu todas as senhoras da Oficina de Bordados. Os trabalhos expostos acabaram sendo arrematados pelos visitantes. Dentre as personalidades presentes, o Diretor da FCT/UNESP, Prof.Dr.Rogério Eduardo Garcia, vários docentes e servidores. Nem é preciso dizer: a Exposição foi de pleno sucesso, com todas as peças adquiridas pelos visitantes.

Neste mês de Junho, também foi promovida (dia 15), a I Exposição de Origami, no mesmo local onde se realizou a promoção de bordados. Isto é, na Praça da Geografia – ao lado do Anfiteatro II – que mais uma vez, reuniu todas as senhoras integradas à Oficina de Origami. Cerca de 400 trabalhos de arte e criatividade foram apresentados durante a Exposição, surpreendendo todos os visitantes. Foi mais um sucesso para quem promoveu e quem participou da inédita e importante exposição. A Universidade Aberta à Terceira Idade, está sediada no Núcleo Morumbi da FCT-Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – onde mantém os cursos e oficinas.

É bom saber: A longevidade de uma população é um fenômeno mundial que determina importantes repercussões nos campos social e econômico. Esse processo no entanto, vem se manifestando de forma distinta entre os diversos países do mundo. É o que dizem os entendidos no assunto. E por conseguinte, a população brasileira está envelhecendo; e à cada ano são incorporados mais de 650 mil idosos. Em síntese: Já se perdeu muito tempo acreditando que ainda somos um país jovem.

“Somos uma geração que se aposenta e envelhece ativamente” – diz o Coordenador, Prof.Dr.Augusto Cesinando de Carvalho. Todas as informações sobre a UNATI poderão ser obtidas aqui mesmo em Presidente Prudente. Através do telefone: (18) 3229-5800 (com Fernando), ou com o próprio Professor Cesinando, pelo telefone (18) 3229-5814.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No mês de Maio realizou-se na “Praça da Geografia” a I Exposição de Bordados, promoção inédita apresentada por diversas senhoras da UNATI, prestigiadas com a presença e apoio do Diretor da FCT/Unesp, Prof.Dr. Rogério Eduardo Garcia.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No dia 15 de Junho registrou-se a I Exposição de Origami por integrantes de um grupo de senhoras que faz parte da Universidade Aberta à Terceira Idade/UNATI e que reuniu cerca de 400 trabalhos de arte e muita criatividade.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O evento realizado na “Praça da Geografia”, reuniu grande número de participantes, foi prestigiado por alunos e professores da Unesp, juntamente com o Coordenador da – Universidade Aberta à Terceira Idade – Prof.Dr. Augusto Cesinando.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Para apresentação dos trabalhos produzidos pelas Sras. que integram o Oficina de Origami (acima dos 60 anos de idade), foi muito importante o apoio do Professor Cesinando e outros membros da UNATI, desde 2006 em Presidente Prudente.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Pela primeira vez, tornou-se possível a realização de uma Exposição de Origami no Câmpus da FCT/Unesp. Trata-se de um evento inédito na região de Presidente Prudente, com apoio dos Diretores, Professores e Servidores da Faculdade.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

jun 13

“O capitalismo climático como espaço de reprodução do capital: governança do clima e dos sujeitos pessoais”, foi o tema do último dia 4 de Junho que o candidato ao Doutorado Paulo César Zangalli Junior (do Programa de Pós-Graduação em Geografia), defendeu publicamente no Anfiteatro II da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP. O Doutorando teve como seu Orientador, o Prof.Dr.João Lima Santanna Neto, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp.

Integrando a Comissão Examinadora (além do Orientador acima citado), os seguintes docentes: Prof.Dr.Everaldo Santos Melazzo, do Deptº de Planejamento da FCT/Unesp; Prof.Dr.Guilherme Magon Whitacker, Pós-Doc – FCT/Unesp – Instituto de Políticas Públicas Públicas e Relações Internacionais; Profª.Drª.Catherine Prost, da Universidade Federal da Bahia/UFBA e Prof.Dr. Henri Acserad, do IPPUR/Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ.

A defesa pública se desenvolveu no período da manhã, isto é, a partir das 08h30 e prosseguindo até aproximadamente às 12h30. Sobre o tema defendido: “Buscando a comprovação da tese foram analisados um conjunto de normativas, diretrizes, planos e políticas públicas da União Européia e do Brasil de modo comparado” – diz o Doutorando. Ele acrescenta que para compreender de modo dialético o caráter contraditório inerente à relação sociedade e natureza, adotou-se estratégias como analise escalar da governança multinível, estruturando a tese numa 1ª parte, que apresenta o capitalismo climático. Uma 2ª parte se fundamenta na antitese, por meio da crítica da produção capitalista da natureza.

A síntese desses processos se deu por meio da identificação dos sujeitos envolvidos na formulação de políticas e por meio de comparação com o mercado de energia eólica no Brasil. Diante disso, concluiu-se que “o conjunto normativo e as políticas públicas sobre alterações climáticas estão voltadas à transição do atual estágio da economia capitalista para uma economia de baixo carbono. As políticas não são capazes de oferecer à sociedade uma alternativa que não seja voltada e orientada para o mercado das alterações climáticas e os interesses corporativos, prevalecendo sobre os interesses coletivos. O capitalismo climático herda um complexo geográfico, do qual tenta se apropriar para sua reprodução”.

O candidato ao Doutorado/Geografia, Paulo César Zangalli Jr. aduziu que “os sujeitos que produzem o capitalismo climático são os mesmos que produzem o capitalismo do clima no Brasil. Com destaque para o Pacto Global, pelo Clima e Conselho Empresarial para o desenvolvimento sustentável do Banco Mundial. As empresas do setor energético e financeiro, possuem grande relevância e destaque nessa rede. Dessa forma é imprescindível pensar em novas estruturas e novas relações sociais inerentes a novos modos de se produzir. Caso contrário, as políticas e as ações continuarão refletindo um paliativo aos problemas ambientais, sem de fato apontar caminhos para a solução efetiva dos problemas” – concluiu.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O candidato Paulo César Zangalli Jr, do Programa de Pós-Graduação em Geografia defendeu tese de Doutorado no Anfiteatro II da FCT/Unesp, no dia 04 de Junho de 2018.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Doutorando teve como seu Orientador, o Prof.Dr.João Lima Santanna Neto, do Deptº de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Presidente Prudente-SP.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

jun 02

A exemplo dos anos anteriores, a Profª.Drª.Ercy Maria Cipulo Ramos – Coordenadora do Programa de Orientação e Conscientização Anti-tabagismo/PROCAT – desenvolveu na noite de 29 de Maio/2018, uma nova Caminhada rumo ao Parque do Povo, para comemorar o “Dia mundial sem tabaco”. O trajeto foi cumprido com dezenas de participantes, a maioria abstinentes, partindo do Bloco III da FCT/Unesp até alcançar a Praça do Centenário, onde evento foi comemorado por todos. A caminho do local determinado para a comemoração especial, foram mostrados faixas e cartazes com dizeres alusivos ao testemunho de alguns abstinentes.

Logo ao se aproximar da Praça do Centenário, a Professora Ercy reuniu os acompanhantes – incluindo alunos de Fisioterapia e Educação Física – para os exercícios rotineiros. A Caminhada teve um significo especial. De forma ordenada, foram realizados alongamentos, atividades físicas e demonstrações de danças com coreografia. Para as pessoas que estavam presentes foi uma agradável surpresa, pois de forma inesperada assistiram a um espetáculo totalmente diferenciado.

Faixas e cartazes conduzidos pelos participantes da caminhada – Abstinentes ou não – revelaram o segredo do tempo de abstinência de cada um deles. A faixa que abriu a Caminhada dizia: Quer parar de fumar ? PROCAT – Programa de Orientação e Conscientização Anti-tabagismo – 3229-5821. Os cartazes traziam frases como testemunho dos abstinentes, estabelecendo o tempo que transcorreu sem uso do tabaco. “Estou há 60 dias, sem fumar”; “Estou há 8 ou 10 meses, sem fumar”; ou ainda: “Pare de fumar: Sua saúde agradece”! “Corta essa, é possível”. E assim por diante a caminhada prosseguiu e só terminou uma hora depois. (Veja fotos).

O “Dia mundial sem tabaco” criado em 1987 pela Organização Mundial de Saúde é comemorado oficialmente no dia 31 de Maio, que é considerado Feriado Nacional. Mas por coincidência a data caiu numa 5ª feira, dedicada a Corpus Christi e por se tratar de um calendário religioso, foi preciso antecipar a comemoração para o dia 29 de Maio. Esse projeto vem sendo desenvolvido pela Faculdade de Ciências e Tecnologia a Unesp/Presidente Prudente há 17 anos, com excelentes resultados na recuperação de pessoas ligadas ao tabagismo. Esse programa tem o apoio do PROEX.

A Profª.Drª.Ercy Mara Cipulo Ramos opina que uma das estratégias para a cessação do vício do cigarro é o tabagista entender o porquê das dificuldades que vai enfrentar no período de abstinência. Como driblar essas dificuldades ? Encontrar e admitir motivos pelos quais ele quer ou precisa cessar o hábito. É preciso entender que ele quer ou precisa de tratamento. Por isso, deve aceitar a proposta de tratamento e ser participativo do seu sucesso. O fator importante é iniciar todo processo e conhecer três tipos de dependência, pelos quais todo tabagista está propenso: a química (nicotina); psicológica (emoções) e a comportamental (hábitos). Das três, a mais importante é a comportamental.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Bloco III da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – os preparativos para o início da Caminhada.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Caminhada começou sob a coordenação da Profª.Drª. Ercy Maria Cipulo Ramos e segue em direção ao Parque do Povo, a menos de 500 metros do local.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Aproximando-se da “Praça do Centenário” são desenvolvidas diversas atividades que envolvem principalmente Alongamento e Danças com coreografia.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Muitos abstinentes tomaram a linha de frente e ostentam faixa e cartazes com testemunhos ou dizeres alusivos ao programa de apoio no combate ao tabagismo.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Chegando à entrada da “Praça do Centenário” a faixa que identifica o Programa de Orientação e Conscientização Anti-tabagismo, conduzida p/estudantes.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O grupo se reúne numa concentração que se desenvolve nessa praça pública, recém-implantada em Presidente Prudente para comemorar o seu Centenário.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Concluindo a comemoração alusiva ao “Dia mundial sem tabaco”, abstinentes e acompanhantes deixam o local, certos de que sua atuação é digna de louvores.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

jun 01

O balanço das dissertações de Mestrado e teses de Doutorado aponta durante o mês de Maio de 2018 na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Campus de Presidente Prudente -  um total de treze defesas publicas. Foram 9 dissertações de Mestrado e 4 teses de Doutorado defendidas entre 03 de Maio até o dia 30. Geografia teve 6 defesas; Fisioterapia 5, Matemática e Educação 2.

A Seção Técnica de Pós-Graduação elaborou Relatório Geral  apresentando detalhadamente todos os pormenores desse período correspondente ao  5º mês do ano, conforme segue:

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
GEOGRAFIA (ME/DO) Cláudia Yolima Ines Devia Acosta DR Urbanización, red urbana y extractivismo. Una visióndel caso de Villavicencio (Meta, Colombia) 3/5/2018
-Jhon Williams Montoya Garay
-Eliseu Savério Sposito
-Arthur Magon Whitacker
-Márcio José Catelan
-Gustavo Montañez Góme
MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL Tânia Robaskiewicz Coneglian Fujii MS Construção de Escalas para Avaliação de Proficiência em Conteúdos Matemáticos com base na Teoria de Resposta ao Item 7/5/2018
-Aparecida Donizete Pires de Souza
-Adriano Ferreti Borgatto
-Mario HissamitsuTarumoto
-Marioana Curi
EDUCAÇÃO Fabiana Goes da Silva Agostinho MS FORMAÇÃO DOCENTE E ENSINO DE PRODUÇÃO TEXTUAL: CONCEPÇÕES E POSSIBILIDADES DE MUDANÇA POR MEIO DE UM PROCESSO FORMATIVO 10/5/2018
-Ana Luzia Videira Parisotto
-Odilon Helou Fleury Curado
-Rozana Aparecida Lopes Messias
FISIOTERAPIA Amanda Schenatto Ferreira MS ASPECTOS DA FUNÇÃO MUSCULAR EM MULHERES COM DOR FEMOROPATELAR E SUAS IMPLICAÇÕES NO PADRÃO DE MOVIMENTO DURANTE A SUBIDA DE ESCADA 11/5/2018
-Fábio Mícolis de Azevedo
-Ruben de Faria Negrão Filho
-Fernando Amâncio Aragão
GEOGRAFIA (MP) André Gonçalves Vieira MS A QUALIDADE DAS ÁGUAS EM CANAIS FLUVIAIS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO DO GRAMADO, NO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE – SP: A INTERPRETAÇÃO A PARTIR DAS DIFERENTES FORMAS DE APROPRIAÇÕES DO TERRITÓRIO 16/05/18
-Renata Ribeiro de Araújo
-Maria Cristina Rizk
-Raoul Henry
FISIOTERAPIA Caroline Pancera Laurindo MS EFEITO DO TREINAMENTO RESISTIDO SOBRE A EXPRESSÃO DE GENES MITOCONDRIAIS, PARÂMETROS CARDIOVASCULARES, HEPÁTICOS E SÉRICOS DE ANIMAIS OBESOS INDUZIDOS POR DIETA HIPERCALÓRICA 18/05/18
-Patrícia Monteiro Seraphim
-Luiz Carlos Marques Vanderlei
-Gisele Alborghetti Nai
FISIOTERAPIA Nilton Mantovani Júnior MS EFEITOS DA MASSAGEM COMO TÉCNICA RECUPERATIVA EM DIFERENTES MOMENTOS DE APLICAÇÃO SOBRE A MODULAÇÃO AUTONÔMICA CARDÍACA E PARÂMETROS CARDIORRESPIRATÓRIOS 21/05/18
-Franciele Marques Vanderlei
-Vitor Engrácia Valenti
-Ana Clara Campagnolo Gonçalves Toledo
GEOGRAFIA (ME/DO) Raphael Fernando Diniz DR DIÁLOGO DE SABERES OU MONÓLOGO DO CONHECIMENTO? AÇÃO EXTENSIONISTA E POLÍTICAS DE DESENVOLVIMENTO RURAL NO VALE DO JEQUITINHONHA MINEIRO 21/05/18
-ALINE WEBER SULZBACHER
-Antonio Nivaldo Hespanhol
-Carlos de Castro Neves Neto
-Antonio Lázaro Sant Ana
-Clécio Azevedo da Silva
GEOGRAFIA (ME/DO) Gabriela Donaton MS A produção orgânica no município de Piracaia-SP e a relação produtor-consumidor: o caso da Associação Piracaia Orgânica 22/05/18
-Rosângela Aparecida de Medeiros Hespanhol
GEOGRAFIA (ME/DO) Heloísa Mariz Ferreira DR O centro preexistente e o centro principal nas cidades policêntricas: transformações e permanências em Marília, Presidente Prudente e São Carlos-SP 25/05/18
-Arthur Magon Whitacker
-Nécio Turra Neto
-Maria Encarnação Beltrão Sposito
-William Ribeiro da Silva
-Sérgio Moreno Redón
GEOGRAFIA (ME/DO) Luciana da Costa Feitosa DR Política de Saúde e Política Nacional de Desenvolvimento Regional: O Conflito Político-Institucional da Região no Brasil 25/05/18
-Raul Borges Guimaraes
-Everaldo Santos Melazzo
-Aldo Aloísio Dantas da Silva
-Umberto Catarino Pessoto
-João Mendes da Rocha Neto
FISIOTERAPIA Alline Mardegan Mioto MS ARTRITE INDUZIDA EM RATOS 30/05/18
-José Carlos Silva Camargo Filho
-Luiz Carlos Marques Vanderlei
-Robson Chacon Castoldi
FISIOTERAPIA Natália de Souza Pontes MS FATORES QUE INFLUENCIAM A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA E RISCO DE QUEDAS EM IDOSOS COM DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA 30/05/18
-Dionei Ramos
-Franciele Marques Vanderlei
-Renata Calciolari Rossi

 

Os destaques de Maio

No início do mês, mais propriamente no dia 03 de Maio, Cláudia Yolima Inês Devia Costa fez sua defesa pública de tese de Doutorado/Geografia, tendo como Orientador o Prof.Dr.John Willians Montoia Garay. Tema desenvolvido: ‘’Urbanização,rede urbana e suburbana, referente Meta/Colômbia’’. Outra tese de Doutorado foi defendida no dia 21 de Maio, pelo candidato Rafael Fernando Diniz/ Geografia, sob orientação da Profª.Drª. Aline Weber Sulzbaker. Tema: “Diálogos de saberes ou monólogo do conhecimento? Ação extensionista e Políticas de desenvolvimento no Vale do Jequitinhonha mineiro’’.

No dia 25 de Maio registrou-se a 3ª defesa de tese de Doutorado/Geografia, pela candidata Luciana da Costa Feitosa, tendo como Orientador o Prof.Dr.Raul Borges Guimarães. Tema: ‘’Política de Saúde e Política Nacional de Desenvolvimento Regional: o Conflito Político Institucional da região no Brasil’’. No mesmo dia, sob orientação do Prof.Dr. Arthur Magon Whitacker, a Doutoranda Heloíza Mariz Ferreira fez sua defesa pública de tese em Geografia. Tema: ‘’O centro pré-existe e o centro principal nas cidades poliocêntricas: transformações e permanências em Marília, Presidente Prudente e São Carlos /SP’’.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Doutorando Raphael Fernando Diniz, do Programa de Pós-Graduação em Geografia defendeu sua tese sob orientação do Prof.Dr. Antonio Nivaldo Hespanhol.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Acompanhando os trabalhos desenvolvidos neste local da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp, familiares, amigos e colegas do Doutorando.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Luciana da Costa Feitosa, do Programa de Pós-Graduação em Geografia, defendeu tese de Doutorado no dia 25 de Maio de 2018 na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente-SP.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Prof.Dr.Raul Borges Guimarães, do Deptº de Geografia da FCT/Unesp atuou como Orientador da Doutoranda, tendo também a presença de membros da Comissão Examinadora, inclusive por Video-conferência.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Sob orientação do Prof.Dr.Arthur Magon Whitacker, a Doutoranda Heloíza Mariz Ferreira desenvolveu sua tese que foi defendida publicamente na FCT/Unesp, no dia 25 de Maio de 2018 perante a Comissão Examinadora.

Clique para ampliar!Clique para ampliar!
O local onde foi realizada a defesa pública de tese de Doutorado em Geografia, reuniu grande número de assistentes, com presença marcante nesse ato do mais alto significado para a Doutoranda, seus familiares e amigos.

Dissertações do período

No dia 7 de Maio, Tânia Robaskiewics Coneglian Fujii, sob orientação da Profª.Drª.Aparecida Donizeti Pires de Souza. Ref.Matemática Aplicada e Computacional. Tema: ‘’Construção de escalas para avaliação de proficiência em conteúdos matemáticos com base na teoria de resposta ao item’’. No dia 10 de Maio, a candidata Fabiana Goes da Silva Agostinho, do curso de pós-graduação em Educação se apresentou perante à Comissão Examinadora, sob orientação da Profª.Drª.Ana Luzia Videira Parizotto. Tema: ‘’Formação docente e ensino de produção textual: Concepções e possibilidades de mudança por meio de um processo formativo”.

A terceira dissertação do mês de Maio ocorreu no dia 11. Amanda Schenatto Ferreira, do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia fez sua defesa pública, tendo como Orientador, o Prof.Dr.Fábio Mícolis de Azevedo. Tema desenvolvido: ‘’Aspectos da função muscular em mulheres com dor femeropatelar e suas implicações no padrão de movimento durante a subida de escada’’. Em seguida, mais propriamente no dia 16 de Maio, André Gonçalves Vieira/Geografia, se apresentou para defender o tema: “A qualidade das águas em canais fluviais da Bacia Hidrográfica do Córrego do Gramado, município de Presidente Prudente-SP: A interpretação a partir das diferentes formas de apropriações do território”. Orientadora: Profª.Drª. Renata Ribeiro de Araujo.

No dia 18 de Maio, dissertação de Mestrado/Fisioterapia por Caroline Pancera Laurindo, tendo como Orientadora a Profª.Drª. Patrícia Monteiro Seraphim. Tema desenvolvido: ‘’Efeito do treinamento resistido sobre a expressão de genes mitrocondriais, parâmetros cardiovasculares hepáticos e séricos de animais obesos induzidos por dieta hipercalórica”. No dia 21 de Maio, quem se apresentou para a defesa de dissertação de Mestrado foi o candidato Nilton Mantovani Junior, do curso de Pós-Graduação em Fisioterapia. A Profª.Drª.Franciele Marques Vanderlei foi a Orientadora. Tema: Efeitos da massagem como técnica recuperativa em diferentes momentos de aplicação sobre a modulação autonômica cardíaca e parâmetros cardiorespiratórios’’.

A dissertação seguinte/Geografia em 22 de Maio, foi atribuída à candidata Gabriela Donaton, que teve como sua Orientadora, a Profª.Drª. Rosângela Aparecida de Medeiros Hespanhol. Tema desenvolvido: ‘’A produção orgânica no município de Piracaia/SP e a relação produtor-consumidor: caso da Associação Piracaia Orgânica’’. Fisioterapia figurou como as duas últimas dissertações de Mestrado do mês de Maio de 2018. A 1ª dissertação foi defendida pela candidata Aline Mardegan Mioto, sob a coordenação do Prof.Dr.José Carlos Silva Camargo Filho (Zeca). Natália de Souza Pontes figurou como a última Mestranda de Maio a fazer sua defesa pública, desenvolvendo o tema: ‘’Fatores que influenciam a prática de atividade física e risco de quedas por idosos, com doença pulmonar obstrutiva crônica’’. Orientação da Profª.Drª.Dione Ramos e participação de todos os membros da Comissão Examinadora.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A candidata ao Mestrado Aline Mardegan Mioto, do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia fez sua defesa pública perante a Comissão Examinadora, tendo como Orientador o Prof.Dr.José Carlos Silva Camargo Filho.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Natália de Souza Pontes defendeu dissertação de Mestrado/Fisioterapia, tendo como Orientadora a Profª.Drª.Dione Ramos. Além de dois membros da Comissão Examinadora, foi utilizado o Sistema de Video-conferência, permitindo a participação do 3º membro.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

mai 29

Estudos científicos das áreas de Medicina e da Reabilitação preconizam como “Evidência A”, a atualização de exercícios físicos para o tratamento de doentes pulmonares crônicos: DPOC (Enfizema, Bronquite Crônica, Bronquiectazia) entre outras. Isto é, todos; exatamente todos os doentes pulmonares crônicos se beneficiam com o treinamento físico. Inclusive no período de exacerbação, representados por crises de tosse, dispnéia e excesso de secreção. No entanto, somente Profissionais capacitados conseguem avaliar adequadamente e empregar a modalidade adequada de exercício e a carga devidamente dosada e monitorada.

Não é simplesmente andar sem orientação – diz a Profª.Drª.Ercy Mara Cipulo Ramos, que coordena o Projeto. Subir em uma esteira, bicicleta, ou utilizar equipamentos de musculação e todas as ações devem ser supervisionadas por Fisioterapeutas. A propósito, é bom lembrar que o Setor de Fisioterapia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Presidente Prudente, está realizando mais estudos científicos com pacientes pulmonares crônicos. A finalidade é a de avaliar adequadamente os efeitos dos exercícios funcionais e resistidos em pacientes com DPOC (Doença pulmonar obstrutiva crônica).

Os exercícios são realizados no CEAFIR, no período da manhã, todos os dias da semana durante 60 minutos. Os principais efeitos dos exercícios são: a diminuição e alívio da Dispnéia (falta de ar), cansaço e aumento da força muscular, equilíbrio e condicionamento físico. Os interessados devem ligar para o telefone: 3229-5821 ou 3229-5800 e deixar seu contato para Agendamento das avaliações. Lembre-se: Exercitar é preciso; porém, é necessário exercitar de forma segura e com orientação. A coordenação geral é da Profª.Drª.Ercy Mara Cipulo Ramos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Centro de Estudos e Atendimento em Fisioterapia e Reabilitação/CEAFIR da Unesp em Presidente Prudente, são desenvolvidos inúmeros projetos que beneficiam toda a comunidade local e regional.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Um dos Projetos que tem a coordenação da Profª.Drª. Ercy Mara Cipulo Ramos atende prioritariamente a população idosa. Em especial, exercícios físicos e tratamento de doentes pulmonares crônicos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Subir em esteira, bicicleta ou utilizar equipamentos de musculação e todas as ações são supervisionadas por Fisioterapeutas da FCT/Unesp. A finalidade é avaliar adequadamente os efeitos dos exercícios.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Profª.Drª. Ercy informa que os Agendamentos das pessoas interessadas devem ser feitos através de contato telefônico – para 3229-5800 ou 3229-5821. Exercitar é preciso; porém com orientação segura.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

mai 14

Como bolsista, egresso de Pós-Graduação da FCT/Unesp realizou estágio de dois meses.

Sob orientação do Prof.Dr.Danilo Medeiros Eler, do Departamento de Matemática Aplicada e Computacional da FCT/Unesp, o ex-aluno Wilson Estécio Marcílio Jr (regularmente matriculado no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação) cumpriu importante estágio de dois meses na Dalhouse University – Computer Science – Halifax/Canadá. Nos meses de Março e Abril deste ano, ele participou de um curso de bacharelado e realizou estágio através de um Projeto de Pesquisa de curta e média duração. Trata-se da modalidade BEPE/Bolsa de Pesquisa no Exterior que é concedida a bolsistas FAPESP.

O Projeto De Pesquisa que contemplou o bolsista da Faculdade de Ciências e Tecnologia foi desenvolvido satisfatoriamente e se enquadra na linha de visualização de Informações. Seu objetivo é o de elaborar uma nova técnica de exploração multinível em representações geradas por técnicas de projeção multidimensional, o que auxiliará usuários na exploração de conjuntos de dados, com base na similaridade e diversidades das instâncias de dados. No exterior, o projeto foi desenvolvido sob supervisão do Prof.Dr.Fernando Vieira Paulo Vick, com atuação no VVA/Vizualization and Visual Analytics. Resumo do Projeto pode ser obtido na Biblioteca Virtual da FAPESP.

Retornando a Presidente Prudente, o egresso Wilson Estécio Marcilio Jr nos contou que o projeto apresentado no Canadá, foi originário de uma aplicação, no sentido de produzir imagens (mais de 50 mil fotos) para seleção de acordo com suas necessidades. Na etapa final, uma seleção em torno de 1 mil fotos, embora dispondo de 5 mil previamente selecionadas, com prioridade para as do meio ambiente. Depois da seleção, as fotos são utilizadas como melhor motivação.

O Orientador – desde 2016 – Prof.Dr.Danilo Medeiros Eler é de opinião que seu Orientando Wilson Estécio desenvolveu o projeto relacionado ao que foi coordenado pelo Prof.Dr.Fernando Vieira Paulo Vick. O projeto relacionado de Mestrado foi desenvolvido no Brasil e é um complemento de outro projeto que deve apoiar a exploração de um conjunto de imagens. Visa utilizar técnicas de visualização da informação para gerar representações gráficas, que auxiliem o usuário na exploração e organização de conjuntos de dados.

A técnica de visualização utilizada no projeto é conhecida como projeção multi-dimensional, a qual cria representações que refletem a similaridade dos dados de um conjunto. Ou seja: dados que são similares aos posicionados, próximos à tela do computador. Assim, grupos de dados similares são gerados para facilitar a organização exploração de conjuntos de dados. Um conjunto identificado é a sobreposição dos dados apresentados para o usuário: sendo necessário o estudo de novas estratégias para minimizar esse problema.

Embora a literatura apresente muitas técnicas para remoção de sobreposição, o espaço requerido para gerar representações – sem sobreposição – é proporcional ao tamanho do conjunto de dados. Para minimizar tal limitação, projeto desenvolvido no estágio da pesquisa no exterior, foram estudadas maneiras de facilitar a exploração das representações gráficas, quando conjuntos de dados muito grandes são utilizados. Então, foi desenvolvida uma técnica de exploração multinível, para que o usuário possa ter uma melhor experiência durante o processo exploratório.

As novas técnicas – diz o Prof.Dr.Danilo Medeirso Eler – foram aplicadas em conjuntos de imagens, permitindo que imagens similares sejam agrupadas e sendo representativas fossem apresentadas ao usuário. Além da técnica multinível, novos recursos foram estudados e implementados, permitindo assim que o usuário recupere imagens similares àquelas de maior interesse. O Orientando, Wilson Estécio Marcílio Jr é natural de Santo Anastácio, tem 23 anos de idade e ingressou na FCT/Unesp em 2012 como aluno do curso de Graduação em Ciência da Computação, que concluiu em 2016. Aprovado como bolsista da FAPESP, viajou para o Canadá, onde desenvolveu estágio de pesquisa na Dalhousie University em Halifax/Canadá, cumprindo estágio de pesquisa nos meses de Março e Abril de 2018.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Bolsista e ex-aluno do curso de Ciência da Computação, Wilson Estécio Marcílio Jr teve como seu Orientador, o Prof.Dr.Danilo Medeiros Eler, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O ex-aluno Wilson Marcílio regularmente matriculado no curso de Pós-Graduação foi aceito como Bolsista da FAPESP e cumpriu sua jornada de estágio no Canadá, nos meses de Março e Abril de 2018.

Clique para ampliar!
Participando do curso de Bacharelado na Dalhouse University (do Canadá), o bolsista Wilson Estécio Marcílio Jr desenvolveu Projeto de Pesquisa na linha de visualização e informações, tendo por objetivo elaborar uma nova técnica de exploração multinível.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

mai 14

O ano de 2018 tem se mostrado bastante produtivo em termos de Dissertações e Teses de Doutorado nos diversos cursos mantidos pela FCT/Unesp em Presidente Prudente. Levantamento realizado durante os quatro primeiros meses, de Janeiro a Abril registra o desenvolvimento de 68 sessões, onde foram defendidas 45 dissertações de Mestrado e 23 defesas públicas de Teses de Doutorado.

Educação lidera o número de Teses de Doutorado, defendidas publicamente no Campus Universitário da Faculdade de Ciências e Tecnologia. No total geral dos quatro meses foram registradas doze defesas em Educação. Seguem-se Geografia Acadêmica com nove e Ciências Cartográficas com duas teses defendidas.

O balanço das dissertações de Mestrado aponta o maior número – de Janeiro a Abril de 2018 – com Fisioterapia (14); Geografia Acadêmica (10); Educação (9); Ciências Cartográficas (5); Matemática Aplicada e Computacional (5) e Ensino de Física (2).
Relatório Geral elaborado pela Seção Técnica de Pós-Graduação da FCT/Unesp, apresenta detalhadamente o que se registrou durante o período equivalente aos primeiros quatro meses. Confira: De Janeiro a Abril de 2018, conforme segue:

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
EDUCAÇÃO Adaliza Meloni D Constituição dos espaços de brincar oficiais da cidade de Assis (SP): uma análise da visibilidade de crianças 12/01/2018
-Fátima Aparecida Dias Gomes Marin
-José Milton de Lima
-Noemia Ramos Vieira
-Liz Cristiane Dias
-Cinthia Magda Fernandes Ariosi
GEOGRAFIA (ME/DO) Mateus Monteiro Lobato D Capital, território e monopólio no El Dorado de Carajás: uma análise da fronteira do sudeste paraense 17/01/2018
-Eduardo Paulon Girardi
-José Sobreiro Filho
-Ricardo Pires de Paula
-Carlos Alberto Feliciano
-Jovenildo Cardoso Rodrigues
MATEMÁTICA EM REDE NACIONAL Cintia Harumi Samizava M Utilização do Software Geogebra no ensino de funções de primeiro e segundo graus 17/01/2018
-Cristiane Nespoli Morelato França
-José Carlos Rodrigues
-Daniel dos Santos Viais Neto
EDUCAÇÃO Ana Mayra Samuel da Silva M Gestão Escolar: a consolidação de uma escola inclusiva mediante a intersetorialidade 19/01/2018
-Elisa Tomoe Moriya Schlünzen
-Danielle Aparecida do Nascimento dos Santos
-Vanda Moreira Machado Lima
ENSINO DE FÍSICA Fernando Carlos Rodrigues Pinto M PROPOSTA DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA BASEADA NA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA: CONSTRUÇÃO DE UMA MINI ESTAÇÃO METEOROLÓGICA COM ARDUINO 29/01/2018
-Angel Fidel Vilche Pena
-Agda Eunice de Souza Albas
-Vagner Camarini Alves
FISIOTERAPIA Anne Michelli Gomes Gonçalves Fontes M Efeito de fatores antropométricos na resposta do controle autonômico cardíaco e variáveis cardiorrespiratórias após exercício aeróbio submáximo em homens fisicamente ativos 30/01/2018
-Angel Fidel Vilche Pena
-Agda Eunice de Souza Albas
-Vagner Camarini Alves
GEOGRAFIA (ME/DO) Messias Alessandro Cardoso M A FARSA DA LIBERDADE ESPACIAL NA MOBILIDADE TERRITORIAL DO TRABALHO PARA O AGROHIDRONEGÓCIO CANAVIEIRO NO EDR DE ARAÇATUBA (SP): A DEGRADAÇÃO PROGRAMADA DO TRABALHO MIGRANTE. 31/01/2018
-Antonio Thomaz Junior
-Guilherme Marini Perpetua
-Maria Aparecida de Moraes Silva
FISIOTERAPIA Maria Isabela Ramos Haddad M Concordância entre avaliadores nos diferentes protocolos de estratificação de risco para reabilitação cardiovascular 01/02/2018
-Luiz Carlos Marques Vanderlei
-Ana Laura Ricci Vitor
-Roselene Modolo Regueiro Lorenconi
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Mariana Dias Chaves Batistão D Proposta metodológica para identificar fatores contribuintes de acidentes viários por meio de geotecnologias 02/02/2018
-João Fernando Custódio Silva
-Paulo César Lima Segantine
-Francisco Assis da Silva
-Silvely Nogueira de Almeida Salomão Neia
-Amilton Amorim
GEOGRAFIA (ME/DO) Aurélio Bandeira Amaro D POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS, UMA LEI VIÁVEL? ESTUDO DE CASO A PARTIR DOS MUNICÍPIOS DO ÂMBITO DO ACORDO MPF/MPSP X CESP 02/02/2018
-Encarnita Salas Martin
-Antonio Cezar Leal
-João Osvaldo Rodrigues Nunes
-Flávio de Miranda Ribeiro
-Wanda Maria Risso Günther

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Nada menos que 23 candidatos de Pós-Graduação fizeram defesas públicas de teses de Doutorado no decorrer de Janeiro a Abril de 2018.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro VII da FCT/Unesp estiveram reunidos – além dos candidatos inscritos para a defesa, os componentes da Comissão Examinadora.

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
EDUCAÇÃO Silvana Ferreira de Souza D NAS VEREDAS DA LEITURA: AÇÕES PARA FORMAÇÃO DE LEITORES AUTÔNOMOS 05/02/2018
-Renata Junqueira de Souza
-Dagoberto Buim Arena
-Rildo José Cosson Mota
-Elianeth Dias Kanthack Hernandes
-Sílvia de Fátima Pilegi Rodrigues
EDUCAÇÃO Gisele Silva Araújo M Educação e transtorno do espectro autista: protocolo para criação/adaptação de jogos digitais 06/02/2018
-Manoel Osmar Seabra Junior
-Eduardo Jose Manzini
-Claudia Maria de Lima
EDUCAÇÃO João José Alencar M Educomunicação na rede estadual de ensino de Mato Grosso: análise das experiências das escolas 06/02/2018
-Claudia Maria de Lima
-Ana Luzia Videira Parisotto
-Thaisa Sallum Bacco
GEOGRAFIA (ME/DO) Diógenes Rabello M CAMPONESES ASSENTADOS E AS PRÁTICAS AGROECOLÓGICAS NO CONTEXTO DO AGROHIDRONEGÓCIO CANAVIEIRO NO PONTAL DO PARANAPANEMA (SP). 07/02/2018
-Antonio Thomaz Junior
-Carlos Alberto Feliciano
-Larissa Mies Bombardi
MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL Letícia dos Santos Silva M Resultados de existência de solução para problemas elípticos no espaço das funções de variação limitada 15/02/2018
-Marcos Tadeu de Oliveira Pimenta
-Messias Meneguette Junior
-Michele de Oliveira Alves
FISIOTERAPIA Malu dos Santos Siqueira M Efeitos da massagem na recuperação pós-exercício a curto prazo sobre desfechos funcionais, clínicos e metabólico 20/02/2018
-Carlos Marcelo Pastre
-Franciele Marques Vanderlei
-Christiane de Souza Guerino Macedo
EDUCAÇÃO Silvio Sena D A DIALÉTICA ENTRE A INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA NO JOGO DE PAPÉIS E O DESENVOLVIMENTO PSÍQUICO DA CRIANÇA CONTEMPORÂNEA EM IDADE PRÉ-ESCOLAR 21/02/2018
-Célia Maria Guimarães
-Cleomar Ferreira Gomes
-Zilma de Moraes Ramos de Oliveira
-Elieuza Aparecida de Lima
-Marynelma Camargo Garanhani
FISIOTERAPIA Izabela dos Santos Ferro M Elaboração e Validação de Questionário para Análise do Uso de Serviços de Saúde da Atenção Básica e Relação com Fatores de Risco a Saúde 22/02/2018
-Carlos Marcelo Pastre
-Manuela de Almeida Roediger
-Denise Rodrigues Bueno
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Marcela do Valle Machado M SINCRONIZAÇÃO POR PÓS-PROCESSAMENTO DE UM SISTEMA DE VARREDURA A LASER EMBARCADO EM VANT 23/02/2018
-Antonio Maria Garcia Tommaselli
-Roberto da Silva Ruy
-Aluir Porfirio Dal Poz
FISIOTERAPIA Rafael Orbolato M Epidemiologia da atividade física entre pacientes atendidos na atenção básica do SUS: Coorte 18 meses 23/02/2018
-Romulo Araújo Fernandes
-Luis Alberto Gobbo
-Everton Alex Carvalho Zanuto
GEOGRAFIA (ME/DO) Claudio Smalley Soares Pereira D A NOVA CONDIÇÃO URBANA: ESPAÇOS COMERCIAIS E DE CONSUMO NA REESTRUTURAÇÃO DA CIDADE – JUAZEIRO DO NORTE/CE E RIBEIRÃO PRETO 23/02/2018
-Maria Encarnação Beltrão Sposito
-Everaldo Santos Melazzo
-Eda Maria Goes
-Denise de Souza Elias
-Silvana Maria Pintaudi

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Mais uma dissertação de Mestrado foi defendida no Anfiteatro II da FCT/Unesp. Muitas vezes a Banca Examinadora se faz por Video-conferência.

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL Jéssica Ventura da Silva M Raízes de equações trinomiais e quadrinomiais 23/02/2018
-Vanessa Avansini Botta Pirani
-Messias Meneguette Junior
-Jefferson Luiz Rocha Bastos
FISIOTERAPIA Mariana Belon Previatto M INFLUÊNCIA DE UM FEEDBACK SOBRE OS NÍVEIS DE ATIVIDADE FÍSICA E SEU IMPACTO SOBRE A ABSTINÊNCIA DE INDIVÍDUOS TABAGISTAS 26/02/2018
-Ercy Mara Cipulo Ramos
-Franciele Marques Vanderlei
-Renata Calciolari Rossi
FISIOTERAPIA Flaviane Poleto de Oliveira M Desenvolvimento da força após 12 semanas de treinamento subsequente ao exercício aeróbio intermitente de alta intensidade 28/02/2018
-Fabio Santos de Lira
-Eduardo Zapaterra Campos
-Valéria Leme Gonçalves Panissa
FISIOTERAPIA Leandro Dragueta Delfino M Padrão de comportamento sedentário e sua associação com fatores de risco à saúde em professores da rede pública estadual de ensino de Presidente Prudente-SP 28/02/2018
-Diego Giulliano Destro Christofaro
-Marcelo Romanzini
-Romulo Araújo Fernandes
MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL Rodrigo Koiti Ishizaka M Estudos numéricos para escoamentos viscoelásticos com a viscosidade dependendo da pressão 28/02/2018
-Gilcilene Sanchez de Paulo
-Analice Costacurta Brandi
-Jorge Peixinho
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Luiz Eduardo Christovam de Souza M ORGANIZAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE IMAGENS MULTITEMPORAIS GEORREFERENCIADAS PARA SUPORTE AO PROCESSO DE DETECÇÃO DE MUDANÇAS 01/03/2018
-Maria de Lourdes Bueno Trindade Galo
-Jefersson Alex dos Santos
-Nilton Nobuhiro Imai
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Bruno César Vani D INVESTIGAÇÕES SOBRE MODELAGEM, PREDIÇÃO E MITIGAÇÃO DE CINTILAÇÃO IONOSFÉRICA NA REGIÃO BRASILEIRA 01/03/2018
-João Francisco Galera Mônico
-Alison de Oliveira Moraes
-Felipe Geremia Nievinski
-Paulo de Oliveira Camargo
-Eurico Rodrigues de Paula
GEOGRAFIA (ME/DO) Carlos Maximiliano Macias Fernandez D O PROCESSO DE TRANSNACIONALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIOTERRITORIAIS: ESTUDO DAS TRANSTERRITORIALIDADES DA VÍA CAMPESINA SOBRE AS PROPOSIÇÕES DE AGROECOLOGIA E SOBERANIA ALIMENTAR NO CONFRONTO POLÍTICO. 01/03/2018
-Bernardo Mançano Fernandes
-Ricardo Pires de Paula
-José Sobreiro Filho
-Eduardo Paulon Girardi
-Breno Marques Bringel
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Fabrício Rosa Amorim M PERCEPÇÃO VISUAL DOS INDIVÍDUOS COM OU SEM DEFICIÊNCIA DE VISÃO DE CORES EM MAPAS DE FLUXO DE VEÍCULOS ESTÁTICOS E DINÂMICOS 02/03/2018
-Edmur Azevedo Pugliesi
-Cláudia Robbi Sluter
-Vilma Mayumi Tachibana
EDUCAÇÃO Gabriela Alias Rios D Inclusão pedagógica: conceituação a partir de uma experiência na educação superior a distância 02/03/2018
-Klaus Schlünzen Junior
-Danielle Aparecida do Nascimento dos Santos
-Claudia Maria de Lima
-Daniela Melaré Vieira Barros
-David Antonio Rodrigues

Clique para ampliar! Clique para ampliar!

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
EDUCAÇÃO Livia Raposo Bardy Ribeiro Prado D FORMAÇÃO DOCENTE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA PARA AÇÕES INOVADORAS NA EDUCAÇÃO SUPERIOR 02/03/2018
-Elisa Tomoe Moriya Schlünzen
-Danielle Aparecida do Nascimento dos Santos
-Claudia Maria de Lima
-Sidinei de Oliveira Sousa
-Maria Luisa Furlan Costa
FISIOTERAPIA Leticia Santana de Oliveira M Modulação autonômica da frequência cardíaca na recuperação após exercício aeróbio submáximo em diferentes valores de pressão arterial e frequência cardíaca de repouso 02/03/2018
-Vitor Engrácia Valenti
-Ana Laura Ricci Vitor
-Patrícia de Souza Rossignoli
GEOGRAFIA (ME/DO) Danilo Santos da Silva M Contribuições Metodológicas para Análise de Vulnerabilidade Ambiental em Compartimentos Topográficos com Cobertura Vegetal Densa no Município de Ubatuba-SP 02/03/2018
-João Osvaldo Rodrigues Nunes
-Sueli Ângelo Furlan
-João Lima Santanna Neto
EDUCAÇÃO Susana Angelin Furlan M “Mas eu acabei de começar?” A reiteração e as nuances do tempo no contexto escolar 08/03/2018
-José Milton de Lima
-Marta Campos de Quadros
-Cesar Donizeti Pereira Leite
GEOGRAFIA (ME/DO) Paula Cabral de Lima M Paisagens Testemunho: Um Estudo Geoarqueológico no Norte do Estado de São Paulo 08/03/2018
-Neide Barrocá Faccio
-EMILIA MARIKO KASHIMOTO
-Messias Modesto dos Passos
EDUCAÇÃO Geise Mara Souza da Silva M PAULO FREIRE E JUVENTUDES: UMA INTERLOCUÇÃO NECESSÁRIA 09/03/2018
-Marcia Regina Canhoto de Lima
-Andréia Nunes Militão
-Marta Campos de Quadros
GEOGRAFIA (ME/DO) Roberta Oliveira da Fonseca M A atuação do Grupo Odebrecht Agroindustrial no setor sucroenergético: o caso dos municípios de Nova Alvorada do Sul – MS e Mirante do Paranapanema – SP 09/03/2018
-Antonio Nivaldo Hespanhol
-Jodenir Calixsto Teixeira
-Eduardo Paulon Girardi
ENSINO DE FÍSICA Leandro William Franco M Radiação UV: Efeitos, Riscos e Benefícios à Saúde Humana – Proposta de Sequência Didática para o Ensino de Física. 14/03/2018
-Celso Xavier Cardoso
-Maurício Antônio Custódio de Melo
-Priscila Aléssio Constantino
EDUCAÇÃO Rodrigo Yoshio Tamae D Técnicas de Mineração de Dados em Educação Híbrida Desenvolvida Segundo a Abordagem CCS 16/03/2018
-Klaus Schlünzen Junior
-Seiji Isotani
-Danielle Aparecida do Nascimento dos Santos
-Milton Hirokazu Shimabukuro
-MARIA LUISA FURLAN COSTA
GEOGRAFIA (ME/DO) Bruno Leonardo Barcella Silva M A dinâmica dos agentes imobiliários e suas estratégias fundiárias em cidades médias: da reprodução do capital à reprodução das desigualdades socioespaciais 02/03/2018
-Everaldo Santos Melazzo
-Maria Encarnação Beltrão Sposito
-Jeroen Johannes Klink

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro III – de Educação Física – mais uma dissertação de Mestrado é defendida publicamente perante a Banca Examinadora.

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
GEOGRAFIA (ME/DO) Lindberg Nascimento Júnior D CLIMA URBANO, RISCO E VULNERABILIDADE EM CIDADES COSTEIRAS DO MUNDO TROPICAL: ESTUDO COMPARADO ENTRE SANTOS (BRASIL), MAPUTO (MOÇAMBIQUE) E BRISBANE (AUSTRÁLIA) 16/03/2018
-João Lima Santanna Neto
-Margarete Cristiane de Costa
-Isabel Cristina Moroz Caccia Gouveia
-Ana Monteiro
-Natacha Cíntia Regina Aleixo
FISIOTERAPIA Thalysi Mayumi Hisamatsu M Papel de diferentes domínios de atividade fisica no curso clínico da dor lombar crônica não-específica 20/03/2018
-Rafael Zambelli de Almeida Pinto
-Diego Giulliano Destro Christofaro
-Bruno Tirotti Saragiotto
EDUCAÇÃO Suelen Cristiane Marcos de Oliveira D O PROCESSO DE ADAPTAÇÃO DAS CRIANÇAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL NA PERSPECTIVA DAS FAMÍLIAS E DOS PROFESSORES 22/03/2018
-Gilza Maria Zauhy Garms
-Lenira Haddad
-Rita Melissa Lepre
-Leny Rodrigues Martins Teixeira
-Andreia Cristiane Silva Wiezzel Suguisava
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Ana Carolina Campos Gomes M RETRIEVAL OF EUPHOTIC ZONE AND SECCHI DISK DEPTH IN BARIRI RESERVOIR USING OLI/LANDSAT-8 DATA 23/03/2018
-Nilton NobuhiroImai
-Milton Kampel
-Enner Herenio de Alcântara
CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS Caroline Piffer de Andrade M REMOTE SENSING OF CHLOROPHYLL-A CONCENTRATION BASED ON ABSORPTION COEFFICIENTS IN IBITINGA RESERVOIR 23/03/2018
-Thanan Walesza Pequeno Rodrigues Guimarães
-Luiz Henrique da Silva Rotta
-Enner Herenio de Alcântara
FISIOTERAPIA Dayane Cristina Queiroz M ANÁLISE CUSTO-UTILIDADE DO TRATAMENTO DE PACIENTES DA REDE PRIMÁRIA DE SAÚDE DE PRESIDENTE PRUDENTE-SP 23/03/2018
-Jamile Sanches Codogno
-Flávia Mori Sarti
-Bruna Camilo Turi
GEOGRAFIA (ME/DO) Aline Fernanda Coimbra M Mercado Imobiliário, Produção Habitacional e Desigualdades Sociosespaciais em Cidades Médias Paulistas: Bauru e São José do Rio Preto. 23/03/2018
-Everaldo Santos Melazzo
-Arthur Magon Whitacker
-Maria José Martinelli Silva Calixto
GEOGRAFIA (ME/DO) Clediane Nascimento Santos D As políticas de desenvolvimento rural e o turismo no espaço rural: os casos dos municípios de Rosana, Presidente Epitácio (São Paulo, Brasil), Santiago de Compostela e Padrón (Galícia, Espanha) 23/03/2018
-Rosangela Custodio Cortez Thomaz
-Milton Augusto Pasquotto Mariani
-Eduardo Paulon Girardi
-Luciana Pereira de Moura Carneiro
-Rosangela Aparecida de Medeiros Hespanhol
EDUCAÇÃO Alberto Luiz Pereira da Costa D UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE A LICENCIATURA DA EDUCAÇÃO DO CAMPO HABILITAÇÃO EM MATEMÁTICA TRATADA COM BASE NA EDUCAÇÃO POPULAR 26/03/2018
-Maria Raquel Miotto Morelatti
-Francisco Claudio Alves Marques
-Raquel Gomes de Oliveira
-Aldrin Cleyde da Cunha
-Regina Maria Pavanello
EDUCAÇÃO Rosângela Aparecida Galdi da Silva D A URGÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO DA PROFISSIONALIDADE DOCENTE DOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO INFANTIL NO CURSO DE PEDAGOGIA COM O APOIO DE PROJETOS DE FORMAÇÃO E DE SUPERVISÃO 26/03/2018
-Célia Maria Guimarães
-Zilma de Moraes Ramos de Oliveira Leny
-Rodrigues Martins Teixeira
-Maria do Céu Neves Roldão
-Elieuza Aparecida de Lima

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro VII da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – mais uma dissertação de Mestrado.

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
EDUCAÇÃO Wagner Aparecido Caetano D MEMÓRIAS DE PROFESSORES NA CONSTRUÇÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR EM PRESIDENTE PRUDENTE (1950-1970) 27/03/2018
-Vagner Matias do Prado
-Arilda Inês Miranda Ribeiro
-Andréia Nunes Militão
-Marta Campos de Quadros
-Jorge Luís Mazzeo Mariano
EDUCAÇÃO Leonardo Dias Avanço D SÓCRATES JOGADOR E EDUCADOR 28/03/2018
-José Milton de Lima
-Rodrigo Barbosa Lopes
-Divino José da Silva
-Marcos Vinicius Francisco
-Reinaldo Sampaio Pereira
GEOGRAFIA (ME/DO) Baltazar Casagrande D BIOGEOGRAFIA DA SAÚDE: Distribuição espacial dos vetores e o Complexo Patogênico da Leishmaniose Tegumentar Americana. 29/03/2018
-Raul Borges Guimaraes
-João Osvaldo Rodrigues Nunes
-José da Rocha Carvalheiro
-José Eduardo Tolezano
-Samuel do Carmo Lima
EDUCAÇÃO Fabiana Sala M POLÍTICAS PÚBLICAS DO LIVRO, LEITURA E BIBLIOTECA ESCOLAR NO BRASIL: DAS INICIATIVAS FEDERAIS À IMPLEMENTAÇÃO MUNICIPAL 11/04/2018
-Silvio Cesar Nunes Militão
-Claudio Marcondes de Castro Filho
-Elianeth Dias Kanthack Hernandes
GEOGRAFIA (ME/DO) Renata Sakurai M LÓGICAS ECONÔMICAS E PRÁTICAS ESPACIAIS DA DIVERSÃO NOTURNA EM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO/SP 12/04/2018
-Nécio Turra Neto
-Arthur MagonWhitacker
-Marcos Paulo Ferreira Gois
EDUCAÇÃO Natália Teixeira Ananias Freitas D EDUCAÇÃO AMBIENTAL, CONSUMO E RESÍDUOS SÓLIDOS NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM DIÁLOGO NECESSÁRIO COM OS PROFESSORES 16/04/2018
-Fátima Aparecida Dias Gomes Marin
-Paulo Cesar de Almeida Raboni
-Cinthia Magda Fernandes Ariosi
-Liz Cristiane Dias
-Fabiana Alves Fiore Pinto
MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL Karlla Delalibera Chagas M Inferência Bayesiana para testes acelerados “step-stress” com dados de falha sob censura e distribuição Gama 16/04/20188
-Fernando AntonioMoala
-Mario Hissamitsu Tarumoto
-Jorge Alberto Achcar
GEOGRAFIA (ME/DO) Natália Pereira de Oliveira M Novos horizontes e velhas lutas, novas lutas e velhos horizontes: “urbanização jardim Novo Horizonte”, Jundiaí-SP 20/04/2018
-Márcio José Catelan
-Patrícia Maria de Jesus
-Necio Turra Neto
GEOGRAFIA (ME/DO) Danilo Marcondes de Alcântara D “Minha Casa Minha Vida”: trajetórias e práticas espaciais na produção de um lugar na cidade de Londrina/PR 20/04/2018
-Necio Turra Neto
-Eda Maria Goes
-Márcio José Catelan
-Rosemere Santos Maia
-Patrícia Maria de Jesus
EDUCAÇÃO Karina Cordeiro de Brito M “QUEIXAS ESCOLARES”: ESTUDO SOBRE PRODUÇÕES ACADÊMICAS E ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL PARA O ENFRENTAMENTO DESSE FENÔMENO SOCIAL” 24/04/2018
-Rosiane de Fatima Ponce
-Rodrigo Barbosa Lopes
-Marcos Vinicius Francisco
GEOGRAFIA (ME/DO) Héllen Carolina Gomes Mesquita da Silva M Sobre lonas e lutas: análise da territorialização da luta pela terra do campo à cidade a partir das ações do MST e MTST 24/04/2018
-Bernardo Mançano Fernandes
-Carlos Alberto Feliciano
-José Sobreiro Filho

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro II da FCT/Unesp, mais um candidato se apresenta perante a Comissão Examinadora para sua defesa de dissertação de Mestrado.

Programa Discente Curso Título Defesa Comissão Examinadora
EDUCAÇÃO Mayara Faria Miralha M PROGRAMA SÃO PAULO FAZ ESCOLA: PERCEPÇÕES DE PROFESSORES DE UMA ESCOLA ESTADUAL PAULISTA 25/04/2018
-Silvio Cesar Nunes Militão
-Marcos Vinicius Francisco
-Renata Portela Rinaldi
EDUCAÇÃO Alex Ribeiro Batista M A FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA: A PERSPECTIVA DOS FORMADORES DAS LICENCIATURAS DE PRESIDENTE PRUDENTE 27/04/2018
-Leny Rodrigues Martins Teixeira/li>
-Vinicio de Macedo Santos
-Monica Furkotter
FISIOTERAPIA Ana Carolina Alves da Costa Trindade M NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA E USO DE SERVIÇOS DE SAÚDE DE MULHERES SOB TRATAMENTO ADJUVANTE CONTRA O CÂNCER DE MAMA COM INIBIDORES DE AROMATASE 27/04/2018
-Ismael Forte Freitas Junior
-Luis Alberto Gobbo
-Denise Rodrigues Bueno
FISIOTERAPIA Caroline Pereira Santos M EFICÁCIA DO EXERCÍCIO AERÓBICO ASSOCIADO À TERAPIA COGNITIVO COMPORTAMENTAL NA CESSAÇÃO DO TABAGISMO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA E UM ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO 27/04/2018
-Dionei Ramos
-Ercy Mara Cipulo Ramos
-Mahara-Daian Garcia Lemes Proença
GEOGRAFIA (ME/DO) Renata Sakurai M LÓGICAS ECONÔMICAS E PRÁTICAS ESPACIAIS DA DIVERSÃO NOTURNA EM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO/SP 12/04/2018
-Nécio Turra Neto
-Arthur MagonWhitacker
-Marcos Paulo Ferreira Gois
FISIOTERAPIA Tâmara dos Santos Gouveia M Influência do tabagismo na ansiedade e depressão, marcadores inflamatórios e metabólicos, composição corporal, força e capacidade cardiorrespiratória 27/04/2018
-Dionei Ramos
-Luiz Carlos Marques Vanderlei
-Renata Calciolari Rossi
GEOGRAFIA (ME/DO) Diane Daniela Gemelli D “Onde planta o pinus não dá mais nada”: degradação da natureza e do trabalho no contestado e a necessidade da reunificação homem/mulher-natureza (terra-trabalho) 27/04/2018
-Antonio Thomaz Junior
-Nilson Cesar Fraga
-Fernanda Keiko Ikuta
-Ricardo Pires de Paula
-Everaldo Santos Melazzo

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Aqui, a Seção Técnica de Pós-Graduação programou mais uma defesa púlbica de Tese de Doutorado. Defendida perante a Comissão Examinadora.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Além de reunir colegas e familiares para acompanhamento de suas teses, muitos Doutorandos trazem amostragem de produtos como se vê nesta foto.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

mai 11

EJCOMP dá posse à nova Diretoria e comemora seus 12 anos de atuação em Presidente Prudente.

Em ato solene realizado na noite de Oito de Maio no Anfiteatro II, tomou posse a nova Diretoria da Empresa Junior da Computação/EJComp. Presentes, além do Diretor da FCT/Unesp, Prof.Dr.Rogério Eduardo Garcia, os Profs. Drs.: Celso Olivete Junior (Coordenador do curso de Ciência da Computação); Ronaldo Celso Messias Correia (Orientador Suplente da EJComp e Vice-Coordenador do curso de da Ciência da Computação); Juliano Camilo Borges (Coordenador da Juventude de Presidente Prudente) e Matheus Palmeira Gonçalves dos Santos (Presidente da Empresa Junior da Computação/ EJComp).

Com a composição da mesa, seguiu-se a execução do Hino Nacional Brasileiro e o pronunciamento do Diretor da FCT/Unesp, Prof.Dr.Rogério Eduardo Garcia na abertura do evento, seguindo-se com a palavra os Profs.Celso Olivete Junior e Ronaldo Celso Messias Correia. Mestre de Cerimônias: Pedro Henrique de Andrade Gomes (Graduado em Bacharelado em Ciência da Computação/FCT-Unesp). Falaram ainda: Juliano Camilo Borges (Coordenador Municipal da Juventude) e Matheus Palmeira Gonçalves dos Santos (Diretor Presidente da EJComp).

Enquanto as autoridades que fizeram a composição da mesa se retiraram para ocupar seus lugares à frente do Auditório, foram convidados os membros da atual Diretoria da EJComp a fazer parte integrante dos trabalhos desenvolvidos no Anfiteatro II. Giulia Campos de Oliveira (Diretora Administrativa); Bruno dos Santos (Diretor Administrativo); Bruna Tumiatti de Freitas Milani (Diretora de Recursos Humanos); Pietro Barcharollo Schiavinato (Diretor de Marketing) e Darlan Murilo Nakamura de Araujo (Diretor de Projetos).

A seguir, vieram novos pronunciamentos por parte dos componentes da mesa: Giulia Campos de Oliveira (Diretora Administrativa da Gestão 2017) que passou a diretoria para Bruno dos Santos; Depois Bruno dos Santos (Diretor Financeiro da Gestão 2018) passou para André Henrique Dias que fez uma breve apresentação. Também anunciados Bruna Tumiatti de Freitas Milani (Diretora de Recursos Humanos da Gestão 2017) que passou o cargo para Pietro Barcarollo Schiavinato; Pietro Barcarollo Schiavinato (Diretor de Marketing da Gestão 2017) fez a troca com Luiz Filipe Miguel Monge, logo em seguida Darlan Murilo Nakamura de Araujo (Diretor de Projetos da Gestão 2017) passou o cargo para Vinicius Gimenes Jabes e por fim Matheus Palmeira Gonçalves dos Santos (Diretor Presidente da Gestão 2017) passou a presidência para Giulia Campos de Oliveira.

Durante todas as trocas os diretores da Gestão 2017 receberam seus certificados pela ótima gestão e entregaram o documento de posse para os gestores de 2018. Para comemorar o acontecimento, foi servido um coquetel no próprio local de realização do evento, onde todos se confraternizaram.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro II da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp, atuando como Cerimonialista o Bacharel em Ciência da Computação, Pedro Gomes anuncia a formação da mesa e posse dos membros da EJComp/ 2018.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A solenidade foi bastante prestigiada, estando presentes o Diretor da FCT, docentes, alunos, convidados especiais e dirigentes da EJComp em Prudente.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Após a abertura os convidados da mesa assistiram as breves apresentações sobre as atividades desenvolvidas em cada diretoria.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Uma visão geral da diretoria executiva de 2018 e o ex-presidente e a nova presidente com os convidados.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Homenagem do membro da EJComp João Pedro Silva Baptista e a direita a Bruna Tumiatti de Freitas Milani entregando o documento de posse para Pietro Barcarollo Schiavinato e ele entregando o certificado da Gestão 2017.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Momento final com todos os membros.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

mai 03

A Profª.Drª.Ruth Kunzli – uma das pioneiras e professora emérita da Unesp – iniciou sua carreira acadêmica um ano antes da instalação da Faculdade (FAFI). Ela justificou que em 1958 o Prof.Luiz Gonzaga dos Santos movimentou a comunidade prudentina – sobretudo os alunos dos cursos colegiais – para lutarem em prol da instalação da Faculdade pioneira criada em 1957. O fato é que no dia 03 de Maio de 1959, a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Presidente Prudente era solenemente instalada num evento no Tênis Clube.

As primeiras aulas dos cursos de Geografia e Pedagogia foram na Escola de Comércio “Joaquim Murtinho”, hoje Colégio Objetivo. Em seguida – diz a Professora Ruth Kunzli – fomos alojados na Escola “Goes Brandão” (próximo ao Tiro de Guerra). Lá, começou propriamente a vida acadêmica. Foi criado o Centro Acadêmico “3 de Maio”, inicialmente com dois partidos: PAR e PUA. Um de alunos e o outro de alunas. Depois de algum tempo, fomos deslocados para a Escola de 1º e 2º Graus “Tannel Abbud”, de onde assistimos ao término da construção e início de funcionamento da Instituição Toledo de Ensino, com sua Faculdade de Direito.

Além de mais espaço, foi também uma época de fermentação: fazíamos churrascos e festas juninas para financiarmos trabalhos de campo. Nesse período enfrentamos uma greve estudantil de 40 dias, cujo objetivo era tirar o Diretor, Prof.Dr.Joaquim Alfredo da Fonseca, que saiu no final do ano, sendo substituído pelo Prof.Dr.Luis Fernando Martins Bonilha. Próxima etapa: um prédio de 3 andares (Ambassador), onde funciona atualmente o Banco Santander, no Calçadão da Rua Tenente Nicolau Maffei, com os cursos de Ciências Sociais e Matemática.

Aulas num barraco

Professora Ruth prossegue em seu relato, dizendo que em 1968 duas turmas de Ciências Sociais passaram a ter aulas num barraco de madeira no atual local onde funciona a Faculdade. Inicialmente foi construído o 1º Colégio, seguindo-se os demais prédios. Até a compra de duas chácaras – além Calçadão – para onde o campus se estendeu. Novos cursos foram criados, até que em 1976 com a criação da UNESP, o Campus passou a ter a denominação de Instituto de planejamento e Estudos Ambientais, posteriormente mudado para Faculdade de Ciências e Tecnologia.

A Faculdade que era parte dos Institutos Isolados de Ensino Superior passou a integrar a Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Em pouco tempo, perdia quatro cursos: Ciências Sociais, Pedagogia (recriado posteriormente), Estudos Sociais e Licenciatura em Ciências e Tecnologia. Com o tempo foi criado o curso de Engenharia Cartográfica, sucedendo-se outros, pois hoje contamos com 12 cursos.

Quando os quatro cursos foram fechados, a Faculdade viveu um momento triste: Antes bem movimentado nos três períodos, o campus passou a ter um número reduzido de alunos. Até recomeçar a criação de novos cursos. Hoje – além dos 12 cursos – a Faculdade conta com 7 cursos de Pós-Graduação. Dos 80 alunos iniciais, saltou em quase 6 décadas para 3.295. Um grande avanço, tanto em quantidade como em qualidade. O corpo docente conta atualmente com 205 (dos quais, 96% com Doutorado). O crescimento do campus fisicamente o foi também em seu paisagismo. Lembrando que o Prof.Dr.Alvanir de Figueiredo foi o grande incentivador desse setor. De todas as suas viagens pelo Brasil, trazia mudas de plantas. Inclusive algumas exóticas, tornando o Campus um lugar agradável de se estar.

Primeira Turma de Geografia

Ainda referindo-se ao Prof.Dr.Alvanir de Fiigueiredo (de saudosa memória),a Professora Emérita Ruth Kunzli acrescentou: “estudei em sua 1ª turma de Geografia e, em 1967 comecei a atuar como Docente. Foi um privilégio trabalhar em uma Instituição com tantas frentes para crescer; e podendo participar de lutas homéricas contra os problemas que surgiam”. O primeiro deles foi quando, constituída a UNESP, pretendeu-se extinguir o campus de Presidente Prudente, porque era muito distante, combativo e “não tinha futuro”.

O primeiro Reitor, Dr. Luiz Ferreira Martins – diz a Professora Ruth – realmente tinha esse objetivo. Porém, com o apoio firme do então Prefeito Municipal Walter Lemes Soares às demandas da comunidade unespiana, ele não conseguiu seu intento. Hoje, esse “patinho feio” virou um cisne; que tem ainda muitos problemas, devido ao crescimento. Mas é um dos campus mais importantes da UNESP. Vale aqui, um grande agradecimento a todos aqueles que participaram da vida da Faculdade, Docentes, Servidores e Alunos. Destes, temos uma lembrança muito boa através do painel na entrada do “Colégio”, pintado pelo ex-aluno Cirton Gennaro – conclui a Professora Emérita.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Profª.Drª.Ruth Kunzli foi uma das primeiras alunas da FAFI (que deu origem à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp) -Câmpus de Pres.Prudente. O Juiz de Direito, Dr. Sylvio Fernando Paes de Barros foi um dos primeiros Diretores.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Prof.Dr.Alvanir de Figueiredo é sempre lembrado como o maior incentivador do paisagismo no Câmpus da Unesp em Prudente. A Professora Ruth diz que ele em suas viagens pelo Brasil, trazia sempre novas mudas – inclusive de plantas exóticas.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Professora Emérita, Ruth Kunzli vem recebendo as maiores homenagens da Diretoria, Congregação, colegas, ex-colegas e ex-alunos. Dirigente do Centro de Museologia, Arqueologia e Antropologia da CEMAARQ, está sempre disposta a realizar trabalhos em prol da comunidade.

Clique para ampliar!
O ex-aluno e atualmente Artista Plástico, Professor Cirton Gennaro foi o criador deste sugestivo e maravilhoso Painel citado pela Profª.Drª.Ruth Kunzli, produzido em 1971 e recentemente restaurado pelo autor. Venha conhecê-lo

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

mai 03

59 anos de atuação no Câmpus da Unesp em Presidente Prudente

Nesta 5ªfeira (03 de Maio), a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – está comemorando seus 59 anos de atividades. Sua criação ocorreu por ato do então Governador Jânio da Silva Quadros através da Lei Estadual nº 4.171 de 17 de Setembro de 1957, na qualidade de Instituto Isolado de Ensino Superior do Estado (FAFI). O atual Diretor é o Prof.Dr.Rogério Eduardo Garcia e Vice-Diretor, o Prof.Dr.Aldo Eloyzo Job, eleitos para o quatriênio 2018/2022. Reitor: Prof.Dr.Sandro Roberto Valentini e Vice-Reitor: Prof.Dr.Sérgio Roberto Nobre.

A nomeação do 1º Diretor, Prof.Dr.Joaquim Alfredo da Fonseca verificou-se no dia 06 de Agosto de 1958. A Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Presidente Prudente – Pioneira na região – foi autorizada a funcionar por Decreto Federal nº 45.755, de 13 de Abril de 1959, com os cursos de Geografia e Pedagogia, com início no dia 03 de Maio de 1959.

No ano de 1963 foi autorizado o funcionamento dos cursos de Matemática e Ciências Sociais. No ano de 1969 foi instalado o curso de Licenciatura em Ciências Sociais e posteriormente, no ano de 1975, o curso de Estudos Sociais. Através do Decreto nº 191, de 30 de Janeiro de 1970, a Faculdade – juntamente com outros 14 Institutos Isolados do Ensino Superior foi transformada em Autarquia de Regime Especial.
Em 30 de Janeiro de 1976 – através da Lei 952 – foi criada a Universidade Estadual Paulista ”Júlio de Mesquita Filho“; e a partir daí, esta Unidade que recebeu a denominação de Instituto de Planejamento e Estudos Ambientais/IPEA. Nessa passagem foram extintos os cursos de Pedagogia, Ciências Sociais e Licenciatura em Ciências e Estudos Sociais.

No ano seguinte (Julho/1977), foi instalado o Curso de Engenharia Cartográfica; e em 1984 foi criado o Curso de Estatística. Em Novembro de 1987 foi aprovado o curso de Pós-Graduação em Geografia/MESTRADO, na área de concentração “Ambiente e Sociedade”. No ano de 1988, o Instituto de Planejamento e Estudos Ambientais/IPEA, incorporou o Instituto Municipal de Ensino Superior de Presidente Prudente/IMESPP, com os curso de Fisioterapia e Educação Física, além de reimplantar o curso de Pedagogia.

Foi no ano de 1989 que a denominação Instituto de Planejamento e Estudos Ambientais/IPEA, foi alterada para: Faculdade de Ciências e Tecnologia/FCT-UNESP. Em Agosto de 1994 foi aprovado o curso de Pós-Graduação em Geografia/DOUTORADO, na área de “Desenvolvimento Regional e Planejamento Ambiental”. No dia 20 de Janeiro de 1997 foi autorizado o curso de Pós-Graduação em Ciências Cartográficas/ MESTRADO, na área de concentração “Aquisição, Análise e Representação de Informações Espaciais” – único no País com essa denominação.

No ano 2000 – mais precisamente no mês de Fevereiro – foi autorizada a criação do Programa de Pós-Graduação em Educação/MESTRADO, na área de concentração “Formação Inicial e Continuada de Professores”, tendo sido recomendada pela CAPES em 16 de Julho de 2001. O Programa de Pós-Graduação em Ciências Cartográficas/DOUTORADO obteve também no ano 2000, autorização para sua criação.

Até o ano 2001, a Faculdade de Ciências e Tecnologia/FCT/UNESP, contava com sete cursos de Graduação: 1) – Educação Física; 2) – Engenharia Cartográfica; 3) – Estatística; 4) – Fisioterapia; 5) – Geografia; 6) – Matemática; 7) – Pedagogia. Os cursos de Ciência da Computação, Engenharia Ambiental e Física, foram criados em 2001, com iniciação em 2002. No mês de Maio de 2003 foram criados os cursos de Arquitetura, Urbanismo e Química, que tiveram início em Julho desse mesmo ano.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O dia Três de Maio tem significado especial para Presidente Prudente: a FCT/Unesp comemora seus 59 anos de atividades na cidade centenária, Capital Regional.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Esta é a Galeria de Diretores que fizeram a história da Faculdade pioneira que deu origem à FCT/Unesp.O Reitor (Sandro) e o Diretor (Rogério) são integrantes da comunidade.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Campus Universitário da FCT/Unesp é considerado o maior do Estado; e aqui predominam as flores que fazem parte do dia-a-dia de uma cidade com mais de 225 mil habitantes.

Clique para ampliar!
Por esta imagem aérea é fácil avaliar a importância dessa extensa área verde ocupada pelo Câmpus Universitário da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp em Pres.Prudente.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP