ago 20

Cerca de cinco mil pessoas estiveram presentes no campo de futebol da Unesp (dia 17/Agosto), onde se realizou com pleno êxito o 29º Festival de Pipas “Raul Albieri”, numa promoção tradicional do Jornal “O Imparcial” em parceria com a Faculdade de Ciências e Tecnologia e Prefeitura Municipal de Presidente Prudente.

O Festival de Pipas recebeu 268 inscrições e reuniu participantes não só da cidade de Presidente Prudente, mas também de localidades vizinhas e até da Capital do Estado que foi representada pela Equipe “Ventania” que desde o ano passado teve presença destacada nos últimos eventos dessa natureza. Tanto é verdade, que seus integrantes deram um “show” com as peças mais atraentes do Festival, que por sinal, acabaram conquistando dois troféus preciosos: Adote um animal (Categoria criativa) e A Gaiola (Destaque Especial).

A promoção se desenvolveu num ambiente de ordem, segurança e perfeita organização e num clima de alegria e empolgação por parte dos concorrentes e do público que prestigiou o evento. Presença das autoridades, representadas pelo Prefeito Milton Carlos de Mello; pelo Vice-Prefeito Marcos Vinha, Secretarias Municipais e Assessores. Também presentes, dentre outros, o Diretor e Vice-Diretor da FCT/UNESP, Profs.Drs.Marcelo Messias e José Carlos Camargo Filho; o ex-Diretor, Prof.Dr.Antonio Nivaldo Hespanhol, vários docentes, discentes e funcionários da Universidade, assim como seus principais Assessores integrados à organização e realização do Festival.

Foi importante o trabalho realizado por equipes de voluntários (parceiros e patrocinadores), Policia Militar, Tiro de Guerra e Corpo de Bombeiros,que se revezaram nos mais diversos setores de atividades. Tudo com a finalidade de dar maior brilhantismo ao evento que acontece apenas uma vez por ano, tendo chegado à 29ª versão. E desde já, começam os preparativos para o 30º Festival de 2015, e assim sucessivamente.

Os participantes do Festival de Pipas se apresentaram com camisetas especialmente produzidas para o grande dia e no local, não faltaram os atrativos como forma de incentivo aos participantes, com a distribuição de Pipas, picolés, salgadinhos, pipoca e algodão doce, publicações especiais, mudas de árvores. Do palanque especialmente decorado por grafiteiros, os animadores Ananias Pinheiro, Luciano Reis e Fernando Barros, da 98FM “deram o recado” em todos os momentos de realização do Festival.

De um lado do campo de futebol, uma ambulância para eventuais emergências; e de outro, a Biblioteca Móvel, da Secretaria Municipal de Educação, instalada num ônibus especial. Por essa unidade móvel passaram mais de 100 pessoas, incluindo crianças e adultos interessados na leitura e conhecimentos gerais. O Estacionamento de veículos também mereceu atenção especial, sendo controlado desde o início até o encerramento do Festival, não havendo qualquer problema durante todo o período.

Classificação geral

Quem compareceu ao campo de futebol da Unesp em Presidente Prudente, viu um espetáculo maravilhoso- sob o tema Patrimônios históricos brasileiros – com ventos favoráveis durante a realização do Festival de Pipas, pequenas, médias ou grandes ou até mesmo “gigantescas”. Foi o caso da Pipa demonstrada pelo participante Antonio Vinicius Correia, com 62,18 m2. Foi a maior Pipa do Festival, conquistando o Troféu da categoria (1º lugar), seguido por Eduardo Fabrício, que foi o 2º classificado, com 12,26m2 e Daniel Júnior, com 7,83m2.

A categoria “Temática” classificou em 1º lugar Édson Rodrigues de Lima (Pipa:Estrelas e detalhes patrimoniais); em 2º – Matheus Voltarelli (Pipa: Cristo Redentor) e 3º lugar – Luis Massato Kaneko (Esculturas de Brasília). A categoria “Mais Criativa” atribuiu o 1º lugar para Simone Nogueira (Adote um animal),com Equipe Ventania de SP; em 2º – Ananias José da Silva (Carambola) e 3ª.classificação para Ricardo Dospir (Pipa flor). O Destaque Especial foi para o apresentador da Pipa “Gaiola”, Gutemberg da Silva, também integrante da “Equipe Ventania”, de São Paulo/Capital.

Impressões

Ao término do 29º Festival de Pipas “Raul Albieri”, com a apresentação e premiação no Pódio, dos vencedores da competição, com bicicletas, troféus, kits Alimentos Wilson e passagens da Andorinha (ida e volta) até 600 km – para os campeões – registrou-se uma manifestação de aplausos e pronunciamentos diversos. O Prof.Dr.Marcelo Messias, na condição de Diretor da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – afirmou que o Festival serviu para fomentar a convivência familiar e social, além da oportunidade para divulgar a Universidade e seus 12 cursos de graduação mantidos em Presidente Prudente. É a forma pela qual podemos divulgar e promover a integração da Unesp com a sociedade, através de três linhas centrais: o ensino, a pesquisa e a extensão universitária” – frisou.

Os jurados Carlos Francisco Freixo e Ronaldo Macedo, que foram selecionados para atuar no evento de 2014, opinaram que a qualidade e beleza dos brinquedos se supera de ano para ano. À cada edição se vê um aprimoramento, melhorando a qualidade das Pipas, principalmente nos quesitos criatividade e originalidade. Esse evento faz parte do calendário anual das festividades do município turístico de Presidente Prudente (Lei 13.002/2008).

O Diretor Administrativo do Jornal “O Imparcial”, Deodato da Silva enalteceu o apoio recebido por parte dos parceiros e disse que o Festival – de ano para ano – vem surpreendendo, tanto em número de competidores como na alegria do público que comparece ao local de realização. Neste caso (pelo 2º ano consecutivo), no campo de futebol da Unesp. O Festival de Pipas “Raul Albieri” é uma festa típica da família prudentina – acentuou Deodato.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No campo de futebol da FCT/Unesp em Presidente Prudente, os participantes do 29º Festival de Pipas “Raul Albieri”, começam a chegar.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
“Adote um animal”. Nesse caso, Adote um cão! Foi a Pipa que mais chamou a atenção da platéia, seguida por outras com criatividade e originalidade.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Quem foi ao campo de futebol da Unesp não perdeu nenhum detalhe. Documentou em imagens (digitais principalmente), os melhores momentos com Pipas.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Esta foi a maior Pipa do Festival em sua versão 2014. Foi uma peça que impressionou a todos; a começar pelo Prof.Dr.Marcelo Messias, Diretor da FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A maior Pipa do Festival envolve uma equipe constituída por vários membros, que vieram de longe para uma demonstração impressionante de sua Pipa.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Para admiração geral, esta Pipa permanece no ar e é visualizada por 2 personalidades extraordinárias: o atual e o ex-Diretor da FCT/Unesp, Profs.Marcelo e Nivaldo.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Outra Pipa de grande extensão também chama a atenção do público. E o Prof.Marcelo não perde um só detalhe. Afinal, o espetáculo é aberto publicamente a todos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Nada menos que cinco bicicletas – zero km – aí estão, aguardando a proclamação dos resultados classificatórios do Festival, para entrega aos vencedores.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Anunciados os primeiros classificados sob o tema: “Patrimônios históricos do Brasil”, começa a corrida para o Pódio, onde os melhores de cada categoria terão premiação .

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Os primeiros classificados de cada categoria recebem bicicletas e troféus, entregues pelo Diretor da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Festival de Pipas “Raul Albieri” em sua 29ª versão termina, com uma grande manifestação de alegria e entusiasmo por mais uma conquista, com os Parabéns de todos os componentes da organização.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

ago 19

Amanda Costa Araujo, do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia (Laboratório de Biomecânica e Controle Motor), teve sua defesa de dissertação de Mestrado apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – no último dia 15 de Agosto. A dissertação foi levada à Área de concentração “Avaliação e Intervenção em Fisioterapia”, como requisito para obtenção do título de Mestre.

Integrando a Comissão Examinadora – como Presidente e Orientador – o Prof.Dr.Rúben de Faria Negrão Filho e Coorientador, o Prof.Dr.Rafael Zambelli de Almeida Pinto. Demais componentes da Banca, reunidos no Anfiteatro VI da FCT/Unesp, Profs.: Drs.:Vinicius Cunha Oliveira e Rômulo Araujo Fernandes. “Análise das propriedades psicométricas do Inventário de Aliança Terapêutica no tratamento fisioterápico de pacientes com dor lombar” foi o tema defendido publicamente.

A Mestranda resume sua dissertação nos seguintes termos: “A dor lombar é uma patologia extremamente prevalente, afetando grande parte da população em algum momento da vida. No entanto, o tratamento da dor lombar até o presente momento, tem efeitos pequenos; no máximo, moderados. Um dos fatores geralmente negligenciados nos ensaios clínicos e que podem estar interferindo no tamanho dos efeitos dos tratamentos é a aliança terapêutica”.

Mais adiante Amanda Costa Araujo acentua: A amostra dos pacientes foi constituída por 100 indivíduos, sendo 54% do sexo feminino. Na amostragem os terapeutas foram representados por 18 integrantes, sendo 77% do sexo feminino. E finalizando propõe: que futuras pesquisas incorporem as modificações sugeridas pela análise Rasch. E continuem sendo feitas análises psicométricas, a fim de adaptar o questionário para a área da reabilitação.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A candidata Amanda Costa Araujo (do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia) fez sua defesa pública para obtenção do título de Mestre no Anfiteatro VI da FCT/UNESP, tendo como Orientador, o Prof.Dr. Rúben de Faria Negrão Filho.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Concluindo sua defesa de dissertação de Mestrado/Fisioterapia, duas fotos especiais reunindo os pais da Mestranda e todos os integrantes da Comissão Examinadora, com atuação na sessão especial do dia 15 de Agosto de 2014.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

ago 19

Nesta 2ª quinzena de Agosto/2014 realizou-se no Anfiteatro VII da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp- Câmpus de Presidente Prudente – mais uma defesa pública de dissertação de Mestrado. Candidata: Valéria Santos da Silva, do Programa de Pós-Graduação em Educação, tendo como Orientadora, a Profª.Drª. Renata Junqueira de Souza, do Departamento de Educação da FCT/UNESP.

Além da Orientadora que também presidiu a mesa, participaram como membros da Comissão Examinadora, as docentes: Cyntia Graziella Guizelin Simões Giroto e Gilka Elvira Ponzi Girardelo (UFSC), esta última através de Vídeoconferência (Skyper). Título do trabalho desenvolvido: “A hora do Conto no cotidiano escolar: Reflexões sobre o ler e o contar na rotina de duas Professoras dos anos iniciais”.

A Mestranda Valéria, relata: Esta pesquisa está vinculada à linha “Infância e Educação” do Programa de Pós-Graduação em Educação da FCT/Unesp e por este motivo investiga os processos educativos. Em especial, procura saber como Hora do Conto é conduzida e desenvolvida no cotidiano escolar. Tendo como referência a rotina de duas professoras do 2º ano de séries iniciais do Ensino Fundamental.

Dessa maneira, este estudo objetiva compreender se essa prática contribui e se possui alguma relação com a formação do leitor, tendo como perspectiva teórica, estudos que abrangem a oralidade, contação de histórias, performance e leitura. Nos últimos anos, o Brasil tem ocupado as ultimas colocações entre os países de bom desempenho leitor, o que preocupa as autoridades competentes. Desse modo, projetos como a Hora do Conto e Sala de Leitura vem sendo implantado nas escolas brasileiras no intuito de solucionar esses índices, e segundo a fala da maioria dos docentes que participaram de tais ações, podem ser considerados valiosos instrumentos na formação do leitor.

Concluindo a defesa para obtenção do título de Mestre em Educação, Valéria Santos da Silva acentua: “Realizamos nova observação, com a intenção de identificar avanços e possíveis mudanças na prática das docentes observadas. A partir de nosso trabalho, foi possível evidenciar que na escola existe um contar; que apoiado na leitura – mais especificamente na leitura em voz alta – se torna o principal veículo transmissor das mais diversas histórias”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Na 2ª quinzena de Agosto (dia 18), a candidata Valeria Santos da Silva, do Programa de Educação da FCT/UNESP defendeu publicamente sua dissertação de Mestrado, sob orientação da Profª.Drª. Renata Junqueira de Souza (Depart° de Educação).

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Dada a impossibilidade de estar presente como integrante da Comissão Examinadora (problemas de cancelamento de voo), a Profª.Drª Gilka Elvira Ponzi Girardelo – da UFSC – participou através do Skyper, juntando-se aos demais membros da mesa no Anfiteatro VII.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

ago 17

O Programa de Pós-Graduação em Matemática Aplicada e Computacional da FCT/UNESP registrou mais uma defesa de dissertação de Mestrado no dia 11 de Agosto, a partir das 14hs no Anfiteatro VI. O candidato inscrito para essa defesa pública foi Renato Couto Rampaso, tendo como Orientadora, a Profª.Drª.Aparecida Doniseti Pires de Souza, docente do Departamento de Estatística da Faculdade de Ciências e Tecnologia.

A Banca Examinadora contou ainda com a participação da Profª.Drª.Vilma Mayumi Tachibana, do Departamento de Estatística da FCT/UNESP e Prof.Dr.Ricardo Sandes Ehlers, do Departamento de Matemática Aplicada e Estatística da Universidade de São Paulo/USP. Tema desenvolvido: “Análise Bayesiana de dados espaciais explorando diferentes estruturas de variância”.

O Mestrando Renato Couto Rampaso, assim resumiu sua defesa pública: “No mapeamento de doenças, o objetivo geral é estudar a incidência ou risco de mortalidade causado por uma determinada doença em um conjunto de regiões geográficas. É comum assumir que a variável resposta – geralmente uma contagem – segue uma distribuição de Poisson, cuja taxa média pode ser explicada por um grupo de covariáveis e um efeito aleatório.

Para esse efeito aleatório, considera-se modelos autorregressivos condicionais (CAR) que carregam informação sobre a relação de vizinhança entre as regiões. Tais relações são expressas por meio de matriz de variâncias presente nestes modelos”. Em continuidade, Rampaso cita as características distintas que atendem a diferentes propósitos a serem considerados pelo pesquisador. O foco do trabalho – diz – foi o estudo e comparação de alguns modelos autorregressivos condicionais propostos na literatura.

O Mestrando ressalta que para melhor compreensão das características de cada modelo, duas aplicações com dados epidemiológicos foram conduzidas para modelar o risco de óbito por Doença de Crohn e Colite Ulcerativa e por Câncer de traquéia, brônquios e pulmões no Estado de São Paulo, no período de 2008 a 2012, utilizando cinco diferentes distribuições a priori CAR para os efeitos aleatórios. Depois acentua: “Estudos dessa natureza envolvendo a Doença de Crohn e a Colite Ulcerativa são escassos, o que motiva a melhor compreensão da distribuição espacial dessas doenças”.

Finalizando sua defesa pública de dissertação de Mestrado/Programa de Pós-Graduação em Matemática Aplicada e Computacional reafirma Rampaso: “Adicionalmente, o Câncer dos Pulmões é a causa de morte mais comum do mundo. Áreas com elevado risco foram identificadas. E por fim, um estudo de simulação foi feito para reforçar os resultados obtidos e averiguar o desempenho do modelos, na presença de diferentes níveis de dependência espacial”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Comissão Examinadora se reuniu (dia 11/Agosto), no Anfiteatro VI da FCT/UNESP, onde o candidato Renato Couto Rampaso, fez sua defesa pública de dissertação de Mestrado/Programa de Matemática Aplicada e Computacional.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Orientadora, Profª.Drª.Aparecida Doniseti Pires de Souza – do Deptº de Estatística – que presidiu os trabalhos anuncia o resultado, em nome da Comissão Examinadora. Com aprovação, é declarada encerrada a defesa pública com uma foto geral como lembrança.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

ago 13

Neste final de semana, toda a comunidade prudentina e de cidades vizinhas terá a oportunidade de participar de um evento marcante de nossa história: o Festival de Pipas “Raul Albieri”, em sua 29ª Edição, que ocorre pelo segundo ano consecutivo no campo de futebol da Unesp. Para isso, realizou-se na 2ª feira (11/Agosto), a última reunião preparatória para definir os detalhes finais do evento. Presença dos Diretores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp e do Jornal O Imparcial, representados respectivamente pelo Prof.Dr.Marcelo Messias, Deodato da Silva e seus principais assessores. Também prestigiando o encontro, organizadores e parceiros representando a Prefeitura Municipal, Tiro de Guerra, Policia Militar, Corpo de Bombeiros, empresas e órgãos patrocinadores.

O Encontro começou pontualmente às 10hs da manhã – nas laterais do campo de futebol – e só terminou por volta das 11h30, com a definição de todos os detalhes que serão cumpridos durante a realização do Festival de Pipas programado para o próximo Domingo/09h00. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no próprio local. Tema adotado este ano: “Patrimônios históricos do Brasil”, constituídos de 4 categorias distintas/ do 1º ao 3º colocado. Maior troféu; Troféu criativo, e Troféu Temático. Destaque Especial com Troféu para o Campeão do Festival.

Dentre os assuntos ventilados nessa assembléia geral ao ar livre – que começou nas laterais e terminou no centro do gramado do campo de futebol – está a questão da segurança, confiada à Policia Militar através do 18º BPM-I, sob o comando do Te.Cel.PM Silvio César Silva de Almeida Saraiva. Na abordagem do Jornal O Imparcial na cobertura desse acontecimento esportivo e sócio-recreativo, disse o Cel.Saraiva que uma equipe estará disponibilizada para oferecer total segurança ao local e seus participantes, incluindo a fiscalização do uso do ”Cerol” nas pipas. Ele acrescenta a título de esclarecimento que o “Cerol” é proibido, oferecendo sérios riscos a quem dele se utiliza ou se vê envolvido.

Atrativos para o público e participantes

Leonardo Ferreira (Leozinho), que é produtor cultural da Secult (Secretaria Municipal de Cultura), informou durante a reunião preparatória do 29º Festival de Pipas “Raul Albieri”, que a Biblioteca Móvel e de grafiteiros estará no local desde as primeiras horas de Domingo (17/Agosto). Finalidade: realizar a ilustração do fundo do palco com desenhos alusivos ao tema do Festival. É uma atividade que está incluída no calendário Turístico do Estado de São Paulo, de conformidade com a Lei 13.012 de 2008. Por coincidência, esse evento figura no calendário anual das festividades do município de Presidente Prudente.

No local, haverá Barracas de Alimentação e a renda será destinada à Rede Feminina de Combate ao Câncer e Associação Profissional de Proteção aos Cegos. Sorvetes UEPA, representado pelo seu Diretor, Paulo Betinardi – um dos parceiros do Festival de Pipas – ofereceu 500 picolés aos participantes do evento; bem como às Barracas de Alimentação, cujo lucro será revertido em prol de duas entidades assistenciais: Rede Feminina e Associação dos Cegos. Da mesma forma, o empresário José Luiz Coladello ofereceu em nome da Panificadora Chantilly, salgadinhos para as barracas com renda 100% em favor das duas instituições de caridade.

Outras doações são representadas por 500 Pipas, bexigas e mudas de árvores- frutíferas e ipê amarelo – destinadas às crianças e ofertadas por P.B. Lopes -  Scânia – além de

outros valiosos brindes. Para a premiação dos participantes classificados entre os melhores do Festival de Pipas, foram ofertadas 5 bicicletas dobráveis. Trata-se de iniciativa da Lince Corretora de Seguros juntamente com a Porto Seguro – segundo a Organização do Evento, que está empolgando a região de Presidente Prudente. E a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp se associa ao êxito de mais essa promoção realizada pelo Jornal “O Imparcial”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Organizadores, parceiros, patrocinadores e voluntários vieram para este encontro destinado aos preparativos do 29º Festival de Pipas “Raul Albieri”, no campo de futebol da Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Prof.Dr.Marcelo Messias, Diretor da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – participou desse encontro, em apoio à promoção do Jornal O Imparcial.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Diretor do Jornal O Imparcial, Deodato Silva conduziu os trabalhos, com a participação de seus principais assessores. Aqui, foram avaliados todos os detalhes da organização do evento.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Tudo que diz respeito à realização desse evento em sua 29ª versão, foram avaliados pelos participantes do encontro. Algumas dúvidas também foram levadas em consideração.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Alberto Deodato esclareceu alguns aspectos da organização do evento e ouviu com atenção as observações do Diretor da FCT/Unesp, Prof.Marcelo. O Vice-Diretor (Prof.Dr.José Carlos Camargo), também se fez presente.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Com todos os aspectos definidos, os detalhes finais passaram a ser avaliados criteriosamente no centro do gramado do campo de futebol, onde o Festival de Pipas será realizado no próximo Domingo, dia 17.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

ago 12

No dia 08/Agosto no Anfiteatro VI da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – foi defendida pelo candidato Wesley Barbosa Dourado, nova dissertação de Mestrado/Programa de Matemática Aplicada e Computacional. O tema escolhido foi: “Avaliação de Técnicas de Interpolação de Imagens Digitais”, tendo como Orientador o Prof. Dr. Aylton Pagamisse, do Departamento de Matemática e Computação da FCT/UNESP.

Fizeram parte da Comissão Examinadora, juntamente com o Orientador – já citado – os docentes: Aparecido Nilceu Marana, do Departamento de Computação da Faculdade de Ciências de Bauru e Marco Antonio Piteri, do Departamento de Matemática e Computação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Presidente Prudente.

Em sua defesa pública, afirma Wesley Barbosa Dourado: “Nesta dissertação é realizado um estudo comparativo sobre alguns tipos de algoritmos de interpolação de imagens digitais. Este trabalho apresenta os mais clássicos que são: o método da replicação, bilinear, bicúbica, Lagrange e Interpolação pela função sinc; e alguns mais recentes: algoritmo-localmente adaptativo, método New Edg-Direction Interpolation (NEDI), improved New Edge- (ICBI), método de interpolação que utiliza wavelets redundantes e método com filtro bilateral”.

O Mestrando complementa as informações com outras palavras: Todos os novos métodos possuem melhorias em aspectos visuais e redução de ruídos nas bordas, em relação aos clássicos. Esses métodos são avaliados e comparados visualmente e quantitativamente, utilizando as métricas estatísticas erro mio quadrático (MSE), Raiz do Erro Médio Quadrático (RMSE), Erro Médio Quadrático Normalizado (NMSE), Relação Sinal-Ruído (SNR), Coeficiente de Correlação (CC) e Índice de Qualidade Universal (IQI).

E concluindo: “Também é realizada uma análise em relação às métricas utilizadas para a comparação entre imagens. Para isso, é necessário levar em consideração alguns aspectos do sistema visual humano, em relação à interpretação da informação obtida”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O candidato do Programa de Pós-Graduação em Matemática Aplicada e Computacional, Wesley Barbosa Dourado se apresentou à Banca Examinadora instalada no Anfiteatro VI da FCT/UNESP, dia 08/Agosto para sua defesa pública de Mestrado.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Orientador do Mestrando foi o Prof.Dr.Aylton Pagamisse, da FCT/UNESP, tendo ao seu lado os Profs.Drs.Aparecido Nilceu Marana, da Faculdade de Ciências de Bauru e Marco Antonio Piteri, da FCT/UNESP.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

ago 12

Na abertura do segundo semestre do ano foram desenvolvidas na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – duas dissertações de Mestrado em Geografia e Matemática Aplicada e Computacional. No dia 04/Agosto a partir das 14 horas, no Anfiteatro II, o candidato Rubens de Jesus Matos – do Programa de Pós-Graeuação em Geografia – fez sua defesa pública, tendo como Orientador o Prof.Dr.Edson Luis Piroli, da Coordenação Executiva/Campus Experimental de Ourinhos.

Além do Orientador (já citado), participaram como Integrantes da Comissão examinadora, os docentes: Jurandyr Luciano Sanches Ross, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/FFLCH da Universidade de São Paulo-USP e José Mariano Caccia Gouveia, do Departamento de Geografia da FCT/UNESP. Tema desenvolvido: Estudo biogeográfico do alto curso do rio Santo Anastácio: Análise comparativa da qualidade da água em canais de terceira ordem”.

Na sua defesa pública de dissertação, o Mestrando ressaltou inicialmente o surgimento do geossistema, como quebra de paradigma dentro da Geografia e consequentemente dentro das Ciências da Paisagem; as tentativas de compreender de modo holístico a dinâmica ambiental. Principalmente dentro da Escola russo-soviética que trouxe novos rumos para a disciplina. E acrescentou: “essa nova compreensão do mundo juntamente com a dicotomia existente no dilema da sociedade contemporânea visa preservar e reconstituir as condições naturais do ambiente; onde as relações pretéritas entre o Homem e a Natureza são posta em cheque cria condições para as novas análises ambientais propostas pelo geossistema”.

O Geógrafo Rubens de Jesus Matos diz em sua dissertação que a bacia do alto curso do rio Santo Anastácio está inserida nessa relação, onde a transformação da paisagem iniciada no final do século XIV com vários ciclos econômicos – dentre eles o café e o algodão – modificou a dinâmica florestal, criando novas condições ambientais e hoje vive o dilema de reflorestar as regiões de mata; e ao mesmo tempo, o custo econômico desta iniciativa, o crescimento urbano, a produção de biocombustíveis.

Acrescenta o Mestrando que as três bacias em estudo – por serem estruturas menores dentro da bacia hidrográfica do alto curso – sofreram as mesmas modificações do seu universo. “Desta maneira, as modificações ambientais são semelhantes; porém, cada lugar com suas particularidades. Contudo, nos dias atuais as terras da bacia possuem diferentes formas de uso, onde as principais são: pastagem, que ocupa a maior parte das terras da bacia; área urbana, fruto do crescimento da cidade de Presidente Prudente (localizada ao norte do manancial) e áreas de cana de açúcar, cultura que cresce de modo vertiginoso na região Oeste do Estado de São Paulo”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Rubens de Jesus Matos fez sua defesa de dissertação de Mestrado/Geografia, no Anfiteatro II da FCT/UNESP,dia 04/Agosto. O Orientador foi Prof.Dr.Edson Luis Piroli, da Coordenação Executiva – Câmpus Experimental de Ourinhos/SP.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Como integrantes da Banca Examinadora aí estão – além do Orientador – os Profs.Drs.: Jurandyr Luciano Sanches Ross, da USP e José Mariano Caccia Gouvea, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UNESP – Câmpus de Presidente Prudente .

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

ago 04

Na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – o mês de Julho foi fechado no dia 29, com duas novas dissertações de Mestrado/Fisioterapia. Primeiro, com a candidata do Programa de Pós-Graduação, Marianne Pennachini da Costa Rezende, tendo como Orientador o Prof.Dr.Luiz Carlos Marques Vanderlei, do Departamento de Fisioterapia da FCT/UNESP.

Os trabalhos foram desenvolvidos no Anfiteatro VI a partir das 9hs, sendo a Comissão Examinadora constituída por três membros, incluindo o Orientador e os demais docentes: Prof.Dr.Marcelo Pastre, do Departamento de Fisioterapia da FCT/ UNESP e Prof.Dr.Francis Nobre Pacagnelli, da Universidade do Oeste Paulista/UNOESTE.

O tema escolhido por Marianne para a sua defesa pública de dissertação de Mestrado/Progr.de Pós-Graduação em Fisioterapia, foi:”Influência do treinamento resistido funcional sobre a modulação autonômica cardíaca, força muscular, parâmetros cardiorrespiratórios e qualidade de vida em mulheres jovens saudáveis”. Para a avaliação foram levantados dados relativos a 29 mulheres, distribuídas em dois grupos (Treinamento Funcional/GTF e Grupo Controle/GC).

O GTF realizou treinamento funcional periodizado por 12 semanas, com freqüência de 3 vezes na semana. Os dois grupos realizaram as seguintes avaliações, antes e após o treinamento: modulação autonômica parâmetros cardiorrespiratórios, força muscular (teste de 1R de cada um dos exercícios utilizados nos treinamentos) e qualidade de vida (Questionário SF 36).

Para avaliação da modulação autonômica, a frequência cardíaca foi captada batimento por batimento em repouso na posição supina, com respiração espontânea por 30 minutos e índices de variabilidade da frequência cardíaca (VFC), foram obtidos no domínio do tempo e freqüência pelo Software Kubios HRV.

Na etapa conclusiva, enfatiza a Mestranda: “O treinamento funcional foi capaz de produzir melhoras na modulação autonômica, caracterizada por aumento de atividade parassimpática e da variedade global, qualidade de vida e força muscular. Mas não nos parâmetros cardiorrespiratórios de mulheres adultas saudáveis”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Perante a Comissão Examinadora reunida no Anfiteatro VI da FCT/UNESP, a candidata Marianne Pennachini da Costa Rezende fez sua defesa de dissertação de Mestrado/Fisioterapia.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Mestranda teve como seu Orientador, o Prof.Dr.Luiz Carlos Marques Vanderlei, do Deptº de Fisioterapia da FCT/UNESP. Membros da banca, os docentes: Marcelo Pastre, da FCT/ UNESP e Francis Nobre Pacagnelli, da UNOESTE.

DOR LOMBAR É TEMA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DEFENDIDO NA FCT/UNESP

No Anfiteatro II da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – a candidata do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia, Ana Carolina Tocilo Lopes, fez sua defesa pública de dissertação de Mestrado no último dia 29/Julho. O Orientador foi o Prof. Dr. Ruben Faria de Negrão Filho, do Departamento de Fisioterapia da FCT/UNESP.

Também fizeram parte da Comissão Examinadora: o Prof.Dr.Rafael Zambelli de Almeida Pinto, da Universidade de Sidney/Austrália e Prof.Dr. Fábio Micolis de Azevedo, do Departamento de Fisioterapia da FCT/UNESP. O tema escolhido para a defesa versou sobre: “Comunicação na Interação entre Terapeutas e Pacientes na dor lombar”

Ana Carolina relata inicialmente o significado da dor lombar, “um problema comum que afeta pessoas de todas as idades, gerando gastos públicos para a sociedade”. Depois, cita os tratamentos comumente utilizados para a dor lombar, oferecendo apenas efeitos moderados. A relação terapêutica tem sido largamente ignorada – diz. E complementa: “Mas, recentes estudos apontam no sentido de melhores resultados para os pacientes. Otimizar a relação terapeuta-paciente é altamente desejável para melhor os resultados terapêuticos”.

A Mestranda ressalta seu objetivo, ao dizer: “Nosso propósito foi conduzir
um estudo observacional para investigar como é a relação entre terapeutas e pacientes brasileiros e ainda, se fatores de comunicação verbal e não-verbal entre pacientes com dor lombar e seus terapeutas podem ser preditores de resultados clínicos para dor, incapacidade e função, bem como satisfação do paciente”.

Metodologia e resultados

Ana Carolina Tocilo Lopes, faz uma avaliação da Metodologia e seus resultados, antes de concluir seu trabalho de pesquisa voltado à dor lombar e frisa: o primeiro encontro entre pacientes e terapeutas foi documentado em vídeo para registro dos fatores de comunicação verbal e não-verbal. Os registros filmados foram codificados, usando o Verônica Medical Interview Classification System (VR-MICS). E quanto aos resultados, revela que os participantes expressaram uma média de 1,0 queixa emocional (1,0 – IQR-03.
Encontrada associação entre a satisfação dos pacientes com o tipo de resposta dos terapeutas no follow up do 2º mês, ou seja: aumento de uma resposta do terapeuta, promovendo espaço. É esperado aumento de 0,05 pontos em uma escala resposta do terapeuta Nenhuma associação estatística foi encontrada pra outros resultados clínicos.

E na conclusão: “Pacientes brasileiros com dor lombar expressam suas emoções desagradáveis, através de dicas de queixas; e os terapeutas proporcionam mais espaço para esclarecimentos. Os fatores de comunicação investigados não foram capazes de predizer os resultados dos desfechos clínicos” – finalizou Ana Carolina.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Comissão Examinadora, reuniu-se no Anfiteatro III da FCT/UNESP no dia 29/Julho, a fim de avaliar o trabalho desenvolvido pela Mestranda Ana Carolina Tocilo Lopes, em sua defesa de dissertação de Mestrado.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Dor lombar – foi o tema defendido nesta dissertação de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia por Ana Clara Tocilo Lopes. O Orientador foi o Prof.Dr.Ruben Faria de Negrão Filho, da FCT/UNESP.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

ago 01

Durante seis dias, o Departamento de Física, Química e Biologia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – realiza pela 1ª vez a Semana da Nanoarte (de 29/Julho a 03 de Agosto), tendo como local o Centro Cultural Matarazzo. A abertura com a “Vernissage” ocorreu na véspera, com a presença dentre outros, do técnico em microscopia eletrônica do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia da Universidade Federal de São Carlos, Rorivaldo de Camargo, juntamente com docentes da FCT/Unesp e membros da comunidade local.

Juntamente com o representante da UFSCar, prestigiaram a mostra de arte: Profs. Drs.Celso Xavier Cardoso, Angel Fidel Vilche Peña, Moacir Pereira de Souza Filho, Ana Maria Osório Araya, Carlos José Leopoldo Constantino (Casé), além dos organizadores do evento: Profs.Drs.: Sílvio Rainho Teixeira, Agda Eunice de Souza Albas e seus alunos (Orientandos) e a Assessora Administrativa do DFQB, Juvanir Ruys de Mello. Compareceram também vários convidados, entre os quais, a Sra.Marta Mafra, representando a Diretoria de Ensino de Presidente Prudente, além de convidados e representantes dos meios de comunicação.

A mostra que já percorreu as principais cidades, incluindo Nova Iorque, Tel Aviv, Castelon e San Sebastian (Espanha), Brasília, Natal, Franca, Tatuí e São Carlos, trouxe para Presidente Prudente, trinta e cinco quadros produzidos por Rorivaldo de Camargo, (do INCTMN) e pelo aluno de pós-graduação, Ricardo Tranquilin e Daniela Caceta. Todos os trabalhos estão em exposição na Sala de Conveniência, podendo ser vistos por todos os interessados até o dia 03/Agosto. É um trabalho artístico em equipe, culto da ciência revelado pela arte; e o resultado final é prazeroso e motivador.

Segundo Rorivaldo, a Nanoarte é uma manifestação artística recente, proveniente da intersecção entre ciência, arte e tecnologia. As imagens são obtidas em p.b. com a utilização de um Microscópio de altíssima resolução. Isto significa aumento de 50 a 60 mil vezes. Num certo período, as imagens são catalogadas e selecionadas. Posteriormente são colorizadas por processo digital em um programa específico de Computador, sendo ainda definida a trilha sonora.

Os trabalhos mostram diferentes formas geométricas que representam a organização atômica da matéria e definem as propriedades dos materiais utilizados em diferentes âmbitos tecnológicos. Seus organizadores argumentam que o Projeto da Nanoarte surgiu da necessidade de se desmistificar o estereótipo de que a ciência é algo incompreensível. “Procuramos mostrar o quanto a ciência pode ser bela. E quanto mais pessoas tiverem acesso a esse tipo de exposição, conseguiremos despertar esse interesse para que percebam que a ciência faz parte do dia a dia delas”.

O Prof.Dr.Sílvio Rainho Teixeira, um dos organizadores desse evento inédito, destacou que a Nanoarte é uma iniciativa que representa importante fator para a divulgação do Departamento de Física, Química e Biologia da UNESP, que a maioria da população ainda não conhece. É bom lembrar que a Faculdade de Ciências e Tecnologia de Presidente Prudente possui dentre vários Laboratórios de Pesquisa, um Laboratório de caracterização de materiais, dispondo de um moderno equipamento de Microscopia Eletrônica de Varredura. As imagens de materiais obtidas nesse equipamento tem aumento de até 1 milhão de vezes, em escala nanométrica.

Programação diversificada

A fim de possibilitar a participação das Escolas públicas ou particulares, bem como instituições interessadas em conhecer o novo processo representado pela Nanoarte – o culto da ciência revelado pela arte e tecnologia do INTCTMN– cujo Coordenador é o Prof.Elson Longo (ex-prudentino), foi elaborada extensa programação. Trata-se de um Calendário de atividades da Semana de Exposição de Nanoarte, do dia 29/Julho a 03/Agosto.

Tenda de Ciências – dias: 29, 02 e 03 no período das 9 às 21hrs. Música erudita – todos os dias, às 9hrs (Montagem); Teatro, Física e Química – das 10 às 12hs e das 15 às 17 hrs (todos os dias). Vernissage: 30/Julho; 31/Julho e 01/Agosto, das 20 às 22hs. Encerramento: Domingo, dia 03/Agosto.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Abertura da Semana da Nanoarte no Centro Cultural Matarazzo foi representada pela Vernissage. Presença de Rorivaldo de Camargo, ao lado dos Profs.Drs.Silvio Rainho Teixeira e Alda Eunice de Souza Albas.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Semana da Nanoarte é constituída por 35 quadros inéditos, que figuraram em exposições nacionais e internacionais, desde Nova Iorque até a Espanha e Tel Aviv; Brasília e outras importantes cidades brasileiras.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Uma das premiações mais importantes dessa moderna arte e tecnologia, foi conquistada durante a Mostrade 2010. ). A Exposição em Presidente Prudente (no Centro Cultural Matarazzo) foi prestigiada por docentes da FCT/UNESP e visitantes.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Rorivaldo de Camargo marca presença pela 1ª vez em Presidente Prudente. Ele é integrante do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais de Nanotecnologia da UFSC, cujo coordenador é o Prof.Elson Longo (ex-prudentino).

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No ato de abertura da Semana da Nanoarte, na Sala de Convivência do Centro Cultural Matarazzo, o técnico em microscopia eletrônica do INCTMN teve a oportunidade de expor suas idéias e relatar importantes detalhes da Nanoarte.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A mostra de arte – inédita nesta região do Estado – está sendo visualizada por grande número de visitantes que chegam ao Centro Cultural Matarazzo. O Prof.Silvio Rainho Teixeira e a Assessora Juvanir, informam que a mostra vai até 03/Agosto.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Rorivaldo esclareceu que as imagens são obtidas com a utilização de um Microscópio de altíssima resolução com aumento de 50 a 60 mil vezes. A FCT/UNESP dispõe de equipamento de varredura que aumenta até 1 milhão de vezes.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Este é um quadro que figurou em 2009/2010 numa Exposição Internacional de Nova Iorque (Estados Unidos). Conquistou brilhantemente o 2º Prêmio, o que representa uma grande conquista para a Ciência e Tecnologia de nosso país.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

jul 25

No decorrer desta semana, mais propriamente no dia 23 de Julho foi desenvolvida no Anfiteatro II da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp –Câmpus de Presidente Prudente – mais uma dissertação de Mestrado/Geografia, defendida publicamente pela candidata Ana Emília Borba Ferreira da Silva. Como Orientador atuou o Prof.Dr.Eduardo Paulon Girardi, do Departamento de Geografia da FCT/UNESP.

A Comissão Examinadora – além do Orientador já citado – foi constituída das seguintes docentes: Profª.Drª. Noêmia Ramos Vieira, do Departamento de Ciências Políticas e Econômicas da Faculdade de Filosofia e Ciências, de Marília-SP e Profª.Drª Sonia Maria Ribeiro de Souza, da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp – Presidente Prudente.

O tema defendido por Ana Emília foi: “Análise da influência das diretrizes do Banco Mundial para a Agricultura nas políticas públicas para o campo, no Estado de Pernambuco!”. O foco desse trabalho teve como finalidade principal o Programa de Combate a Pobreza Rural – PCPR – e suas ações desenvolvidas no período de 1997 a 2006.

Em sua exposição de motivos, a Mestranda acentuou que nessa fase, foram celebrados dois contratos entre o Governo do Estado de Pernambuco e o Banco Mundial/BIRD. Na defesa pública de dissertação de Mestrado, observa que o PCPR teve impactos – além de suas ações diretas – tornando-se estruturador de políticas para o campo.

A territorialização do Programa e suas ações fragmentadas e focalizadas – acentua Ana Emília Borba Ferreira da Silva – tornaram-se a referência principal para o governo local. “Muitos elementos percebidos ao longo do trabalho, nos levam a uma reflexão sobre as relações de dependência e os vínculos com processos neocoloniais que está arraigado na estrutura social e política do Brasil” – concluiu a Mestranda.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Perante a Comissão Examinadora, a candidata Ana Emília Borba Ferreira da Silva, do Programa de Pós-Graduação em Geografia da FCT/UNESP fez sua defesa de dissertação de Mestrado.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Os trabalhos aqui desenvolvidos foram presididos pelo Prof.Dr.Eduardo Paulon Girardi , do Departamento de Geografia da FCT/UNESP, atuando como Orientador da Mestranda.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP