dez 14

Nos dias 23 e 30 de Novembro/2018 foram desenvolvidas na FCT/Unesp, duas defesas públicas de Mestrado em Educação. Ambas ocorreram nos Anfiteatros I e III, atuando como Orientadores os Profs.Drs: Cláudia Maria de Lima e Manoel Osmar Seabra Júnior, ambos integrantes dos Deptºs de Educação e Educação Física da FCT/Unesp, respectivamente.

As Mestrandas Érika Miranda Franco Feitosa e Elaine de Oliveira Santos, do Programa de Pós-Graduação em Educação se apresentaram perante às Comissões Examinadoras nessas duas datas de Novembro, com os temas:”Mídia Educação: Possibilidades na formação em serviço de Professores em HTPC” e “Exergames como tecnologia assistiva a estudantes com paralisia cerebral”.

Além dos Orientadores citados acima, integraram as Comissões Examinadoras os seguintes membros: Educação – Profª.Drª.Leny Rodrigues Martins Teixeira, do Programa de Pós-Graduação em Educação, da FCT/Unesp e Profª.Drª. Mônica Furkotter, do Programa de Pós-Graduação da Universidade do Oeste Paulista/UNOESTE. Na defesa seguinte: a Profª.Drª.: Danielle Aparecida Nascimento dos Santos, da Universidade do Oeste Paulista/UNOESTE e Profª.Drª. Lígia Maria Presumido Braccialli, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A candidata do Programa de Pós-Graduação em Educação da FCT/Unesp, Erika Miranda Franco Feitosa fez sua defesa pública de dissertação de Mestrado no dia 23 de Novembro/2018, no Anfiteatro I.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Perante à Comissão Examinadora, Elaine de Oliveira Santos defendeu no dia 30/Novº sua dissertação de Mestrado/Educação, sob o tema: “Exergames como tecnologia assistiva a estudantes com paralisia cerebral”.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 03

O candidato Elianai Constantino Gonçalves, do Programa de Pós-Graduação em Geografia foi o defensor da única tese de Doutorado verificada na FCT/Unesp durante o mês de Novembro/2018. Ele se apresentou perante à Comissão Examinadora no dia 05 de Novembro no Anifiteatro VII, tendo como Orientador o Prof.Dr.Eduardo Paulon Girardi, do Deptº de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP.

Os demais integrantes foram representados – além do Orientador já citado – pelos seguintes docentes: Prof.Dr.Bernardo Mançano Fernandes, do Deptº. de Geografia da FCT/Unesp; Prof.Dr.José Giacomo Baccarin, do Deptº de Economia, Administração e Educação da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias/Unesp de Jaboticabal; Prof.Dr.Carlos Alberto Feliciano, da FCT/Unesp e Prof.Dr.Mateus de Almeida Prado Sampaio, Pós-Doutorando da Universidade de São Paulo/USP.

O tema defendido pelo Doutorando versou sobre Zoneamento Territorial para cana-de-açúcar no Estado de São Paulo: uma proposta crítica aos zoneamentos oficiais.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O candidato do Programa de Pós-Graduação em Geografia da FCT/Unesp, Elianai Constantino Gonçalves defendeu tese de Doutorado no dia 05/Novº, tendo como Orientador o Prof.Dr.Eduardo Paulon Girardi, do Deptº de Geografia.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O tema desenvolvido pelo Doutorando versou sobre Zoneamento territorial para a cana de açúcar no Estado de SP, uma proposta crítica aos zoneamentos oficiais. O Prof.Dr.José Giácomo BAccarin, de Jaboticabal atuou p/vídeo-conferência.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

dez 01

No último fim de semana no Núcleo Morumbi da Unesp, verificou-se um fato pouco habitual: houve exame de qualificação, onde a candidata inscrita veio da Província de Cienfuegos/Cuba. Trata-se da Mestranda Lisandra Hernandez Montardy que se apresentou em Março de 2017 como aluna cursando Pós-Graduação junto à FCT/Unesp. Desde então, ela vem cumprindo o Programa de Pós-Graduação em Geografia/PPGG, visando a defesa pública de dissertação de Mestrado no mês de Janeiro de 2019.

A Comissão Examinadora reuniu-se no dia 23 de Novembro, para qualificação e acompanhamento do trabalho de pesquisa desenvolvido pela graduanda que veio do exterior (Cuba) para estudar no Brasil. Em especial: na Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho” (FCT) – Presidente Prudente/SP.

Três municípios do extremo oeste paulista foram pesquisados por Lisandra Hernandez Montardy: Iepê, Narandiba e Presidente Prudente. Integrando a Comissão, os Profs.Drs.Antonio Cezar Leal, Alba Azeredo Arana e Neide Barrocá Faccio, (Livre Docente). Esta última, atuando como Orientadora da Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Geografia junto à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – SP.

Diagnóstico sociocultural

Perante a Banca Examinadora, a estudante cubana destaca – através de um diagnóstico sociocultural do patrimônio arqueológico – os municípios de Iepê, Narandiba e Presidente Prudente, no Estado de São Paulo. “A pesquisa apresenta o estado da arte das ações de proteção, conservação, divulgação e educação patrimonial desenvolvidas nos municípios supra citados”. Depois, Lisandra ressalta o trabalho desenvolvido pelo Laboratório de Arqueologia Guarani da Universidade Estadual Paulista/Unesp – Câmpus de Presidente Prudente.

Para concluir: “O patrimônio é reconhecido como recurso endógeno para o desenvolvimento territorial, possuindo valor para influenciar as políticas públicas vigentes nesses municípios. Nos processos de gestão do patrimônio arqueológico, estudado em sua relação com o patrimônio natural, que lhe serve de base e as práticas socioculturais da sociedade onde é localizado”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Antes de decidir pelos seus estudos no Brasil, Lisandra Hernandez Montardy registrou em fotos exclusivas as melhores lembranças de seu País (Cuba).Veio para Presidente Prudente; e na FCT/Unesp já se prepara para a defesa de Mestrado.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Orientadora da Lisandra é a Profª.Drª. Neide Barrocá Faccio, Livre Docente do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente/SP.

Clique para ampliar!
Mesmo à distância, a jovem estudante de Cienfuegos/Cuba, não se esquece de seu País e nos enviou esta foto que registra um local de grata lembrança: Viñales, no interior de Cuba com características de Estância Turística.

Clique para ampliar!
Concluída a qualificação, uma foto para a história onde aparecem os integrantes da Comissão Examinadora: Profs.Drs.Antonio Cezar Leal, Alba Azeredo Arana e Neide Barrocá Faccio juntamente com Lisandra e outros membros.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 26

Desde Maio de 2018, vem sendo desenvolvido a nível regional um novo convênio de cooperação técnica e acadêmica firmado entre a Reitoria da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”/Unesp e União dos municípios do Pontal do Paranapanema/UNIPONTAL. No último dia 13 de Novembro realizou-se uma reunião técnica, com a presença dos Prefeitos dos municípios associados, além de outros convidados que tomaram parte nesse encontro regional. Na ocasião, foram demonstrados os primeiros resultados e discutidas as próximas etapas do desenvolvimento do Projeto.

Num primeiro momento, o Prof.Dr.Amilton Amorim (que representou a Unesp), chamou a atenção de todos os prefeitos sobre a situação atual com relação às responsabilidades assumidas mediante fornecimento de dados cadastrais à Receita Federal do Brasil. De acordo com o Artigo 41 da Lei Federal nº 11.977/2009 e Decreto 8.764/2016 que instituiu o Sistema Nacional de Gestão de Informações Territoriais – SINTER.

Em seguida, o Professor Amilton Amorim apresentou os primeiros resultados do Projeto “Pontal Transparente”, salientando a importância da participação ativa dos municípios no sentido de contribuir com seus objetivos. Inclusive, integrando a Equipe de desenvolvimento. Aos municípios incorporados será dada a oportunidade de capacitar seus Técnicos e utilizar os resultados obtidos com o Projeto, em seus trabalhos de gestão da informação territorial.

Na etapa final, foi esclarecido que existem possibilidades de financiamento para aquisição de dados cadastrais, que serão benéficos aos municípios consorciados principalmente na gestão tributária e de planejamento estratégico. Além da abertura de discussões sobre o andamento do Projeto. Com relação ao assunto – acentua o Prof.Amorim – a UNIPONTAL e a UNESP pretendem contribuir com o desenvolvimento regional e local dos municípios. Além de fortalecer o conceito de cooperativismo por meio do envolvimento desses municípios com a Instituição, em benefício de todos.

Clique para ampliar! As reuniões que envolvem a UNESP e UNIPONTAL são constantes e agora os municípios consorciados contam com um novo convênio de cooperação técnica e acadêmica, criando o Projeto “Pontal Transparente”.

Clique para ampliar! Na última reunião realizada no dia 13/Novº, dirigentes da União dos municípios do Pontal do Paranapanema/UNIPONTAL e Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”/UNESP firmaram o importante convênio.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 19

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – promoveu no dia 12 de Novembro no Atelier Arquitetura/Disc.I importante debate para avaliação dos danos causados com o rompimento da barragem de rejeitos da SAMARCO (Vale + BHP Billiton). A tragédia ocorrida no dia 05 de Novembro de 2015 – que agora completou três anos – foi considerada como o maior desastre socioambiental, e envolveu rejeitos de mineração da história mundial dos últimos 100 anos.

O Seminário “Locais de Memória – Mariana – 3 anos”, promovido pelo Grupo de Pesquisa: Projeto – Arquitetura e Cidade – Núcleo Patrimônio e Projeto, contou com a participação de Carolina Sato Pereira e Gustavo Piscitelli. Competiu ao casal o envolvimento na discussão com os Docentes do curso de Arquitetura e Urbanismo: Prof.Dr.Antonio Cezar Leal, Prof.Dr.Hélio Hirao e Profª.Drª.Paula Vermeersch. O Grupo de Pesquisa “Projeto, Arquitetura e Cidade” está vinculado à linha Projeto e Tecnologia do Edifício e da Cidade, do Departamento de Planejamento, Urbanismo e Ambiente, da FCT/Unesp.

A Organização do evento é do Grupo de Pesquisa “Projeto, Arquitetura e Cidade-Núcleo de Estudos em Patrimônio e Projeto. O núcleo de Estudos a que nos referimos, originou-se com o intuito de promover pesquisas sobre o Patrimônio Urbano e Arquitetônico das pequenas e médias cidades do interior paulista. Atualmente realiza investigações, desde as técnicas de identificação e de inventário do patrimônio, até as análises, reflexões e concepção de intervenções projetuais na cidade contemporânea.

Os participantes da mesa

Carolina Sato Pereira: Graduanda do quinto ano do curso de Arquitetura e Urbanismo pela FCT/Unesp. Foi bolsista no projeto de extensão “Memória étnica em comunidade indígena: Cultura, identidade e história”. Atualmente, participa do projeto de pesquisa “Poder local e assentamentos: expressões de conflito, acomodação e resistência”. Trabalhou como estagiária da Cáritas – Regional de Minas Gerais, atuando como assessora técnica no processo de cadastramentos das atingidas e atingidos pela Barragem de Fundão.

Gustavo Piscitelli: estudante do último ano do curso de Arquitetura e Urbanismo nesta instituição, foi integrante do Núcleo de Estudos em Habitação e Cidades; gerente e diretor de recursos humanos na Empresa Júnior de Arquitetura e Urbanismo “Opera Krios” e membro ativo do Centro Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo “CACAU” da FCT/UNESP por dois anos. Em 2017, junto à Carolina, estagiou na Cáritas.

Prof. Dr. Hélio Hirao: Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (1981), Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela mesma instituição (1990) e Doutor em Geografia Urbana pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da UNESP (2008). É professor Assistente Doutor do Departamento de Planejamento, Urbanismo e Ambiente. Desenvolve projetos de pesquisa na área do Patrimônio Urbano e Arquitetônico e Projetos de Intervenção. Coordena o Grupo de Pesquisa Projeto, Arquitetura e Cidade.

Profª. Drª. Paula Ferreira Vermeersch: Se doutorou em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, (2007), é mestre em História da Arte e da Cultura desde 2002, mestre em Sociologia (2001) e bacharel e licenciada em Sociologia e Antropologia (1998) pela Unicamp. Fez um pós-doutoramento em História da Arte, no departamento de História, IFCH-Unicamp, entre 2009 e 2013, e foi bolsista pós-doc da FAPESP. Em 2013 tornou-se docente de História da Arte e da Arquitetura no departamento de Geografia da FCT-Unesp.. Foi pesquisadora da Comissão da Verdade da Unesp, em 2014, e desde 2016 participa como membro titular da Comissão da Verdade da Adunesp. É coordenadora do grupo de pesquisa Domus.

Prof. Dr. Antonio Cezar Leal: Possui graduação em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1989), mestrado em Geociências e Meio Ambiente pela UNESP (1995), especialização em Ensino de Geociências (1996) e doutorado em Geociências pela Universidade Estadual de Campinas (2000). Tem experiência na área de Geografia, atuando principalmente nos seguintes temas: gerenciamento de recursos hídricos, gerenciamento de resíduos sólidos urbanos, planejamento ambiental de bacias hidrográficas, educação ambiental e ensino de Geografia. É Professor do Departamento de Geografia. Foi Vice-Coordenador do Programa de Pós-graduação em Geografia de 2014 a 2017, onde é Professor no mestrado Profissional em Rede Nacional em Gestão e regulação de Recursos Hídricos; Foi representante da UNESP no Conselho Estadual do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, de 2006 a 2010. Coordena o Grupo de Pesquisa em Gestão Ambiental e Dinâmica Socioespacial (GADIS).

O maior desastre socioambiental

O rompimento da barragem de rejeitos da Samarco provocou uma das maiores tragédias que se tem notícia até hoje no País. Como já acentuamos: foi o maior desastre socioambiental com rejeitos de mineração da história brasileira e mundial dos últimos anos. A lama destruiu distritos localizados na zona rural do município de Mariana no Estado de Minas Gerais. Deixou milhares de moradores da região sem água e sem trabalho. Matou, não apenas 19 pessoas. Mas também o Rio Doce, com graves consequências para o meio ambiente de um modo geral.

O Prof.Dr.Hélio Hirao acentua que o trabalho realizado por Carolina Sato Pereira e Gustavo Piscitelli em seus estágios, permitiu proximidade com as pessoas, tornando possível enxergar alguns pontos relevantes sobre o ocorrido. A catástrofe repercutiu – e embora com omissão das grandes mídias – não chegou ao conhecimento de outras áreas científicas. Especialmente sobre a cartografia social aplicada a desastres socioambientais, algo que pouco é comentado dentro do curso de Arquitetura e Urbanismo.
Assim, pretende-se com este evento colocar em foco o ocorrido em Mariana/MG para que não seja esquecido, permitindo ainda que a práxis desenvolvida pelos estudantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente/SP – possa servir de subsídio à discussão acerca do tema.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Estudantes do curso de Arquitetura e Urbanismo da FCT/Unesp participaram da discussão neste evento. Juntamente com seus Professores,para avaliar o que resultou da tragédia de Mariana, que deixou milhares de moradores sem água e sem trabalho.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O desastre ecológico que provocou graves conseqüências para o meio socioambiental, teve seu levantamento concluído três anos depois pelos nossos estudantes que lá estiveram e estagiaram na “Cáritas”: Carolina Sato Pereira e Gustavo Piscitelli.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Atelier Arquitetura do Discente I da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Presidente Prudente, o assunto foi amplamente debatido, com a participação dos Professores do curso de Arquitetura e Urbanismo.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O assunto ganhou projeção e repercussão no meio universitário – embora não tenha despertado o interesse da grande mídia – preocupada com outros temas de menor importância e de interesse para a comunidade rural ou urbana.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No esquema de trabalho dos pesquisadores da FCT/Unesp foi muito importante o acompanhamento pelos Professores do curso de Arquitetura e Urbanismo, aqui representado pelos Profs.Drs.: Antonio Cezar Leal, Helio Hirao e Paula Vermeersch.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Os três docentes que ao lado dos estagiários tomaram parte neste evento significativo, merecem agradecimentos e reconhecimento por sua atuação destacada nesse episódio marcante da história brasileira.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Na tela, o histórico do Cadastramento: 2016 – 2017 e 2018. Cadastro dividido em eixos e conduzido pela Cáritas, com apoio do Ministério Público Federal, Grupo de Estudos em Temáticas Ambientais e Movimento dos Atingidos por Barragem/MAB.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 06

No encerramento do mês de Outubro/2018 na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Campus de Presidente Prudente – realizou-se no Anfiteatro II mais uma defesa pública de tese de Doutorado. A candidata Marlizete Cristina Bonafini Steinle, do Programa de Pós-Graduação em Educação se apresentou perante à Comissão Examinadora, tendo como Orientadora a Profª.Drª Célia Maria Guimarães, do Deptº de Educação da FCT/Unesp.

Integrando a Comissão Examinadora – além da Orientadora já citada – os seguintes membros: Profª.Drª.Elieuza Aparecida de Lima, do Deptº de Didática e Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp – Câmpus de Marília; Profª.Drª.Rita de Cássia Galego, do Deptº de Educação Comparada, da Faculdade de Educação da USP; Profª.Drª.Marta Silene Ferreira Barros, do Deptº de Educação, da Universidade Estadual de Londrina/UEL e Profª.Drª.Ivete Janice de Oliveira Brito, do Centro de Educação, Comunicação e Artes, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná/UNIOESTE.

O tema desenvolvido pela Doutoranda versou sobre “Avaliação na educação infantil: decorrências da formação continuada de duas professoras”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A candidata Marlizete Cristina Bonafini Steinle, do Programa de Pós-Graduação em Educação, defendeu tese de Doutorado na FCT/Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Doutoranda fez sua defesa pública no Anfiteatro II, tendo como Orientadora, a Profª.Drª.Célia Maria Guimarães, do Deptº de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Pres.Prudente.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 02

A Seção Técnica de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – anunciou a realização de duas últimas dissertações de Mestrado do mês de Outubro. No dia 19 de Outubro, Fisioterapia e no dia 29 Geografia, defendidas publicamente pelos candidatos: Guilherme Henrique Dalaqua Grande e Bruna Dienifer Souza Sampaio, respectivamente.

A 1ª dissertação, foi desenvolvida sob o tema “Efeitos de intervenções que promovem atividade física em idosos que vivem na comunidade nos níveis de atividade física mensurados objetivamente: uma revisão sistemática da literatura”. A 2ª e última dissertação do mês de Outubro foi intitulada: “Uso e cobertura da terra e qualidade da água na bacia hidrográfica do ribeirão Vai-e-vem, no município de Santo Anastácio, São Paulo, Brasil”.

A Comissão Examinadora, reunida para avaliação da dissertação de Mestrado do candidato Guilherme Henrique Dalaqua Grande, do programa de Pós-Graduação em Fisioterapia, teve como Orientadora a Profª.Drª.Márcia Rodrigues Franco Zambeli, Pós-Doutorado da FCT/Unesp. Demais membros: Prof.Dr.Diego Giuliano Destro Christófaro, do Deptº de Educação Física da FCT/Unesp e Prof.Dr.Bruno Tirotti Saragiotto, da Universidade de Sydiney/Austrália.

A candidata Bruna Dienifer Souza Sampaio, do Programa de Pós-Graduação em Geografia, teve como Orientadora, a Profª.Drª.Encarnita Salas Martin, do Deptº de Planejamento, Urbanismo e Ambiente da FCT/Unesp e também fazendo parte da Comissão Examinadora os seguintes membros: Prof.Dr.Antonio Cezar Leal , do Programa de Pós-Graduação em Geografia da FCT/Unesp e Profª.Drª.Adriana Castreghini de Freitas Pereira/ Geociências da Universidade Estadual de Londrina/UEL.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O candidato do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia, Guilherme Henrique Dalaqua Grande, fez sua defesa pública de dissertação de Mestrado na FCT/Unesp,tendo como Orientadora a Profª.Drª.Márcia Rodrigues Franco Zambelli.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Perante a Comissão Examinadora, sob orientação da Profª.Drª.Encarnita Salas Martin -da FCT/Unesp- a Mestranda Bruna Dienifer Souza Sampaio, do Programa de Pós-Graduação em Geografia, fez sua defesa pública de dissertação de Mestrado.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 02

De 23 a 27 de Outubro na FCT/Unesp, realizou-se a XVIII Semana Nacional do Livro e da Biblioteca que teve na sua abertura, solenidade especial que contou com a presença do Diretor, Prof.Dr.Rogério Eduardo Garcia, do Vice-Diretor, Prof.Dr.Aldo Eloyzo Job, Professores, Estudantes e convidados. Teresa Raquel Vanalli, falando como Diretora da Biblioteca disse que o avanço tecnológico e as novas formas de relações sociais estão mudando rapidamente os moldes de aprendizagem.

Progressivamente, novas ferramentas são criadas e utilizadas no meio acadêmico. Por isso – acentuou a Diretora da Biblioteca – é necessário ver a Universidade como produtora de conhecimentos, além de seu espaço físico, para acompanhar de maneira dinâmica as transformações do seu papel. Da mesma forma, a Biblioteca como serviço público de informação e cultura nos dias atuais, tem tomado proporções e usos diferentes. Dos quais, sugerem as diretrizes iniciais de sua concepção, necessitando – de cada vez – mais flexibilidade de uso de seu espaço.

No encerramento do ano 2018, foi incluído no evento um debate sobre: A função da Biblioteca no contexto da Universidade, promovendo a aproximação da comunidade com todos os seus serviços e produtos que a Biblioteca pode oferecer, tendo como objetivo principal, promover a criatividade, a integração e a produção de conhecimentos de forma transdisciplinar. Com isso, recriando um espaço cultural vivo para todos os dias do ano, habituando a população a frequentar e utilizar os serviços oferecidos.

Programação diversificada

Na Abertura da Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, houve exibição de vide (especialmente produzido) sob o título: “O que eu vivi da Unesp”, seguido de roda de conversa no Salão de Estudos. No período da tarde – Hora do conto/Cellij e Palestra (O processo criativo na visão do Artista Plástico “Cacosta” e na Oficina de filmagem e edição de vídeos com Smartphones e Software livre, com André Aoki.

No dia 24 de Outubro – Oficina de contação de histórias com CELLIJ (na sala de projeção). Fatos e Fotos e Literatura de Cordel, com Exposição de Renato de Jesus Burarama (“Saci Pererê contra Raloim”). A seguir: minicurso com a Profª.Drª.Arlete Meneguette e Oficina de Origami, com Alessandra Kuba. No dia 25,- Oficina Xchoolgames com IPTCHI; Hora do Conto – Cellij e Oficina de elaboração de Currículo Lattes, com Michel Oshima. Na Cinemoteca, exibição do filme: ”A sociedade literária e a torta de cascas de batata”.

No dia 26 de Outubro, a programação foi desenvolvida desde as 9hs da manhã, até o final da tarde, com Oficina de Libras, com Cláudia Spindola; Palco Livre – Show de Talentos e Oficina e Circo, com o Grupo “Os Mamachas”, na Quadra da Biblioteca. No Sábado (27/Outº), a programação se desenvolveu com Oficina Musical de Jazz e Blues, sob a coordenação do Prof.Dr.Marcelo Martins. Para finalizar: Shows de Jazz e Bateria Furiosa, na Praça da Biblioteca.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A XVIII Semana Nacional do Livro e da Biblioteca na FCT/Unesp, mereceu destaque especial este ano, com o desenvolvimento de uma extensa programação.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A solenidade de abertura da Semana Nacional do Livro e da Biblioteca foi prestigiada com a presença do Diretor e do Vice-Diretor, Profs.Drs.Rogério Eduardo Garcia e Aldo Eloyzo Job.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Maravilhosas obras de arte fizeram parte do Painel de Apresentação da XVIII Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Pela 1ª vez, a Literatura de Cordel também fez parte da Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, com trabalhos de autoria de Renato de Jesus Burarama. Entre eles: “Saci Pererê contra Raloim”.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Bateria “Furiosa” que ganhou projeção e prestígio no meio universitário de toda a região, animou a festa de encerramento no Sábado, dia 27 de Outubro.

 

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

nov 02

Presidente Prudente sediou no dia 25 de Outubro no Teatro Paulo Roberto Lisboa/Centro Cultural Matarazzo, um dos mais importantes eventos do ano: o II Seminário Internacional de Ergonomia da Atividade – Questões de Saúde e Segurança do Trabalho. No ato de Abertura pela manhã, vários pronunciamentos com destaque especial para as Professoras Doutoras: Iracimara de Anchieta Messias, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp e Adelaide Nascimento, representando a CNAM/Paris – França. Em seguida realizou-se a 1ª mesa redonda, com enfoque nas doenças e Acidentes do trabalho: Olhares cruzados Brasil-França.

De acordo com a programação oficialmente elaborada, foram desenvolvidas outras palestras, com abordagem voltada para as questões de saúde e segurança do trabalho. O Prof.Dr. Yannic Lémonie – do CNAM/Paris – França falou sobre a prevenção de LER/DORT em Ergonomia da Atividade: da variabilidade e diversidade gestual à organização do trabalho. Na palestra seguinte, o Prof.Dr.Rodolfo Vilela, da FSP/USP enfocou os Acidentes do Trabalho: da análise sócio técnica à construção social de mudanças.

Finalizando as atividades do período matinal, foi convidado a fazer uso da palavra o Prof.Dr.José Marçal Jackson Filho, da FUNDACENRO que destacou a expansão do objeto da investigação e análise de acidentes do trabalho: A experiência do Centro Estadual de Saúde do Trabalhador do Paraná. Como parte da programação especialmente realizada no Centro Cultural Matarazzo, foi aberto espaço para perguntas e respostas, com debate entre a plateia e palestrantes.

Novas palestras e mesa redonda

No período da tarde do dia 25/Outº, os trabalhos foram reabertos às 13h30 e prosseguiram até o final do dia, com mesa redonda, evidenciando o outro lado do Agronegócio. Especialmente: conflitos com Agrotóxicos e a NR-36. Em seguida, assumiu a palavra o Prof.Dr.Alain Garrigou, da Universidade de Bordeaux-França, falando sobre a Avaliação das exposições aos pesticidas: um objeto de diálogo e de confrontação entre as diferentes abordagens disciplinares de prevenção dos riscos profissionais.

Com referência ao Pontal do Paranapanema, a Profª.Drª. Iracimara de Anchieta Messias (NEPErg/FCT/UNESP), fez amplo relato. Com destaque para os cenários da exposição à agrotóxicos, provocados com a dupla exposição de camponeses, assentados na área territorial de Teodoro Sampaio/SP. Na última palestra, desenvolvida no Teatro Paulo Roberto Lisboa, a Profª.Drª.Iracimara ressaltou a rotação de postos em Frigorífico, através de uma abordagem participativa: dimensões técnicas e sociais da intervenção ergonômica. Ela foi questionada por participantes, através de perguntas e debates, respondendo a todas às indagações, como palestrante. Na conclusão das atividades desse importante Seminário de âmbito Internacional, houve pronunciamentos da Coordenadora do evento e também dos palestrantes.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Presidente Prudente sediou no dia 25/Outº, um dos mais importantes eventos da atualidade: o II Seminário Internacional de Ergonomia da Atividade.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Teatro Paulo Roberto Lisboa/Centro Cultural Matarazzo se desenvolveu toda a programação alusiva ao evento, considerado um dos maios significativos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Profª.Drª. Iracimara Anchieta Messias, coordenou o evento que contou com a participação de renomados conferencistas e de uma platéia superior a 400 participantes.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
o Prof.Dr.Yannick Lémonie – do CNAM/Paris-França – foi O primeira palestrante a se pronunciar. Ele falou sobre AC Prevenção de LER/DORT em Ergonomia da Atividade

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Acidentes de trabalho: da análise sócio-técnica à construção social de mudanças, foi o tema desenvolvido pelo Prof.Dr.Rodolfo Vilela(FSP/USP). O assunto despertou interesse.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Na etapa final, concluindo as atividades, palestra pela Profª.Drª.Iracima Anchieta Messias (NEPErg/FCT/ UNESP), juntamente com a Profª. Drª. Adelaide Nascimento.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP

out 31

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Câmpus de Presidente Prudente – promoveu no Anfiteatro I, uma série de eventos ligados diretamente à Geografia: V Seminário Nacional de Integração da Graduação e Pós-Graduação em Geografia; XIX Semana de Geografia e XIV Encontro de Estudantes de Licenciatura em Geografia. Destaque para o tema Neoliberalismo e Geopolítica na America Latina. Ao todo, aproximadamente 500 participantes.

A programação foi aberta com o credenciamento e atividades culturais no período da tarde do dia 22 de Outubro. À noite: Conferência de Abertura sob a coordenação do Prof.Dr.Nécio Turra Neto. Conferencista convidada: Profª.Drª. Ângela Massumi Katuta, da Universidade Federal do Paraná/UFPR. Nos dias seguintes: Espaços de debates; minicursos e oficinas culturais. Mesas redondas nos dias: 23, 24, 25 e 26. Roda de conversa e conferência de encerramento no dia 26 de Outubro sob a coordenação da Profª.Drª. Maria Encarnação Beltrão Esposito, tendo como convidado o Prof.Dr.André Roberto Martin (da USP).

Na Roda de Conversa (dia 26/Outº) período da tarde: Desafios e Perspectivas para o Profissional em Geografia, sob a coordenação do Prof.Dr.Nécio Turra Neto, da FCT/Unesp; Empresa Geoambiental Jr, Gláucia Rosa (Diretoria de Ensino); Marcos Gomes (APROGEO) e Eliane Mazini, do ITESP.

As mesas redondas (quatro no total) versaram sobre: 1) – Questão ambiental – terra e trabalho – com a Doutoranda Lorenza Izá Pereira, da FCT/Unesp; Prof.Dr.Paulo César Rocha, da FCT/Unesp e Mestrando Luzimar Barreto de França Jr, da Unoeste.2) – Atual crise econômica e política: efeitos e perspectivas no Brasil e América Latina, com os Profs.Drs.: Maria Terezinha S.Gomes, da FCT/Unesp, Antonio Marques Roseira, da UFABC, Eduardo Donizete Girotto, da USP e Everaldo Santos Melazzo, da FCT/Unesp. 3) – Geopolítica da América Latina: diálogos e aproximações. Participantes: Profª.Drª.Maria Glória Fabregat Rodrigues, da Universidade de Havana/Cuba, Dr. Robinzon Piñeros Lizarazo, da FCT/Unesp e Doutoranda Editha Lisbet Julca Gonza, da FCT/Unesp.

Na última mesa redonda – na manhã do dia 26 – Coletivos da FCT, sob a coordenação do Prof.Dr.Nécio Turra Neto, com enfoque no levante popular da juventude, Coletivo Mãos Negras; L.U.T.A. e Grupo Somos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No Anfiteatro I da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp/Pres.Prudente, realizou-se uma série de eventos no dia 21 de Outubro.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Na noite de Abertura, as boas-vindas aos participantes em nome da coordenação da Semana da Geografia, que envolveu três eventos significativos.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
O Anfiteatro I da FCT/Unesp esteve superlotado durante todas as noites, desde a conferência de Abertura até as mesas redondas, aqui desenvolvidas.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Profª.Drª.Ângela Massumi Katuta, da Universidade Federal do Paraná/UFPR foi a 1ª conferencista que se pronunciou como convida especial.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
No encerramento da Semana da Geografia, duas homenagens especiais: Para Sras: Eva e Maria Lúcia Campos de Castro (Assessora Administrativa do Deptº de Geografia).

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
Eva pediu a palavra e expressou seus agradecimentos pela homenagem que recebeu juntamente com a Sra. Maria Lúcia. Ambas foram contempladas com flores.

Clique para ampliar! Clique para ampliar!
A Profª.Drª.Maria Encarnação Beltrão Sposito – na condição de Coordenadora – anunciou a conferência de encerramento ref. 2018, pelo Prof.Dr.André Roberto Martin, da Universidade de São Paulo –USP.

NA SEMANA GEO/2018: Trabalhos aprovados para publicação na GEOATOS

Ao concluir a Semana da Geografia, representada pelo V Seminário Nacional de Integração da Graduação e Pós-Graduação em Geografia; XIX Semana de Geografia e XIV Encontro de Estudantes de Licenciatura em Geografia – Neoliberalismo e Geopolítica na América Latina, a Coordenação dos eventos apresentou relatório especificando os trabalhos aprovados para publicação na GEOATOS, conforme segue: Dinâmicas naturais e questões ambientais: Parâmetros para priorização de estradas rurais não pavimentadas no município de Ouro Verde/SP – Paulo Sergio Martin, André Gonçalves Vieira e Maria Moura Andrade.

Estudo observacional da nebulosidade e de parâmetros de umidade do ar em Presidente Prudente/SP – Jéssica Ribeiro do Carmo Santos e Antonio Jaschke Machado.

Espaço rural – questão agrária e relação cidade-campo: Os números dos assassinatos indígenas Guarani-Kaiowá em Mato Grosso do Sul – Lara Dalperio Buscioli. A implementação de Políticas Públicas, voltadas ao meio rural no Estado de São Paulo – Bruna Trevisan Negri.

Teoria e Prática – O trabalho, a saúde e a Geografia: Migração de trabalhadores jornaleiros agrícolas para o capital nos Estados de Oaxaca, Chiapas e Guerreiro – Fredi dos Santos Bento. Principais Projetos de Lei, em trâmite na Câmara dos Deputados e no Senado Federal sobre Agrotóxicos – Rosana Abbud Olivete. Terceirização das Relações de Trabalho na FCT/Unesp: as mulheres como elo da/na flexibilização constante das formas de trabalho – Lucas Souza Silva; Victor Hugo Quissi Cordeiro da Silva e Renata Menezes da Silva.

Geografia, questões étnico raciais e de gênero. A escola e o racismo: uma análise das condições do ensino da questão étnico facial brasileira nas escolas públicas do município de Presidente Prudente – SP. Fabiano Ferreira Martins, Mariana Stuani do Nascimento e Silas Eduardo Teodoro.

Região e cidade: Desenvolvimento e Urbanização: A história oral como uma proposta metodológica para a reconstrução de fragmentos da memória de uma cidade – Mariana Aparecida Gazolla. Um estudo das Transferências Constitucionais Legais recebidas pelo município de Presidente Prudente –SP – Ana Clara Ananias de Santana.

Educação em Geografia: diálogo docente e ensino na escola. Ensino da Geografia e prática docente interdisciplinar : um diálogo entre a Geografia e a Psicologia – Nicole Mieko Takada Moretti e Cassiano Ricardo Rumin. A Geografia em uma perspectiva inclusiva. Trabalhando o conceito de paisagem em um estudo de caso com uma estudante com Síndrome de Down – Tamires Aparecida Souza Silva e Ana Mayra Samuel da Silva.

Neoliberalismo, Geopolítica e América Latina. O comércio exterior na região oeste paulista: uma breve análise a partir dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) – Taina Akemy Chiaveri Iwata e Maria Terezinha Serafim Gomes.

escrito por Assessoria de Comunicação e Imprensa - FCT UNESP